Guia de dicas da Argentina
APROVEITE TUDO ISSO DE GRAÇA! 💰💰💰

Baixe agora as melhores dicas de viagem para suas próximas férias!

*Tenha certeza que os pop-ups estão liberados em seu aparelho.
BAIXE AGORA O E-BOOK
Guia de dicas grátis da Argentina

Argentina

Um país de superlativos: maior país falante da língua espanhola, segundo maior da América Latina, oitavo maior do mundo. A Argentina, país vizinho ao Brasil tem muito a oferecer em território tão extenso! Entre o charme de sua capital e as belezas naturais da Patagônia, há aventura para quem é de aventura, descanso para quem é de descanso e seja nas grandes cidades ou em terras pouco conhecidas, as paisagens são de tirar o fôlego!

Venha conhecer e se encantar com a terra dos hermanos.

Nossos Parceiros

Logo Microsoft - Parceiro
Logo Smiles - Parceiro
Logo Copa Airlines - Parceiro
Logo Software One - Parceiro
Ushuaia ao cair da noite no inverno Argentina

As luzes da cidade de Ushuaia, a cidade mais ao sul do mundo

Informações úteis

Capital: Buenos Aires
Moeda: Peso Argentino (ARS)
Idioma: Espanhol
População: 43 milhões
Requer Visto: Não
Requer Vacinas: Não
Eletricidade: 220v
IDH: 0,827 (45.º)
Graus: Celsius

Quando ir a Argentina

Por ser um país extenso (é o segundo maior da América Latina – atrás apenas do Brasil), há lugares favoráveis à visitação em todas as estações do ano.

Começando pelo verão, que terá o clima perfeito para escalar os picos andinos e visitar a região de Tierra del Fuego (no extremo sul do país). E vale dizer que a região também é super agradável no outono.

No outono, e início de inverno, vá aos vinhedos da região de Mendoza, e claro, Buenos Aires. A capital argentina estará fresca (dependendo do mês, já estará bem fria) e o céu estará limpo na maior parte dos dias.

Alta temporada (de dezembro a março): A alta temporada na Argentina é o verão, entre os meses de dezembro e março. É quando o país, e principalmente a capital, recebe mais turistas e os preços de passagens e atrações ficam nas alturas.

Média temporada (julho): A média temporada na Argentina é o mês de julho, no inverno. Por ser um período de recesso e férias em muitos países, turistas vão até a Argentina para aproveitarem as estações de esqui e o lado argentino da Patagônia. Mas não é tão cheio quanto no verão, nem tão caro.

Baixa temporada (abril a junho e setembro a novembro): A baixa temporada é sempre a melhor época para conseguir bons preços nos hotéis, bons descontos e aproveitar a cidade com poucos direitos.

Melhores meses

  • Para visitar a capital, Buenos Aires, prefira os meses de abril e maio, setembro e outubro. O clima estará mais agradável e a cidade mais bonita e menos inflacionada (época de poucos turistas).
  • Escolha o verão, entre dezembro e março, para aproveitar melhor a Patagônia Argentina. Os dias são mais longos e os passeios, mais fáceis e agradáveis. Essa é uma boa época para escalar os picos mais altos dos Andes, como o Aconcágua.
  • Porém, se quer ver neve e aproveitar as estações de esqui, os meses de junho a agosto são os mais indicados. É o ponto alto do inverno argentino e as montanhas estarão cobertas de neve.
  • Para conhecer as vinícolas da região de Mendoza, entre os meses de fevereiro e abril, acontecem as colheitas das uvas e no primeiro sábado do mês de março, acontece a famosa Festa da Vendimia na cidade. Porém, é no alto verão que as plantações estão repletas da fruta.

Como chegar na Argentina

A capital argentina conta com dois aeroportos internacionais, o Aeroparque Jorge Newbery e o Ezeiza, que recebe vôos diários do Brasil.

As opções de voo

Os vôos são diretos partindo de algumas capitais brasileiras, dependendo da companhia aérea. Entre as mais populares:

  • Pela GOL, você pode sair de São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.
  • A LATAM opera alguns voos diretos de Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Curitiba.
  • Já pela Azul, os voos diretos saem de Belo Horizonte.

*lembrando que isso muda o tempo todo e vale a pena dar uma conferida.

Buenos Aires é, em regra, a porta de entrada de brasileiros que chegam ao país de avião. Normalmente, para ir ao interior, é necessário fazer escala na cidade. De lá, partem voos ou ônibus para Ushuaia, Salta, Mendoza, Bariloche, entre outros.

Indo de Carro

Uma opção para os aventureiros de plantão é chegar até a Argentina por terra, de ônibus ou carro, geralmente partindo do sul do Brasil (Paraná ou Rio Grande do Sul). A viagem pode levar mais de um dia, por isso, é bom ir preparado e se for de carro, muito descansado.

Algumas empresas de ônibus internacional fazem o trajeto Brasil – Argentina partindo de algumas cidades também no sul. Entre elas:

Pluma: sai de Curitiba, Foz do Iguaçu, Balneário Camboriú, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

Flexabus: sai de Florianópolis, Balneário Camboriú e Porto Alegre.

Ambas vão até Buenos Aires, e de lá, você tem algumas opções: ficar na cidade ou pegar outro ônibus (ou alugar um carro) e partir para outros destinos no país.

Se escolher ir com seu carro, lembre-se que para dirigir no país, não é necessária a PID (Permissão Internacional para Dirigir), mas é exigida a Carta Verde, um seguro obrigatório para dirigir nos países pertencentes ao Mercosul. Além dela, você precisará, claramente, da sua CNH e do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo.

As estradas no país estão, em sua maioria, em muito bom estado (e as da Patagônia possuem paisagens de tirar o fôlego!).

Navio ou barco

A Argentina tem diversos portos em Buenos Aires, La Plata, Rosário, Santa Fé, entre outras cidades que recebem navios e barcos vindos de outros países, principalmente do Brasil e do Uruguai. Se você for até Colônia del Sacramento ou Montevideo, um ferry te leva até Buenos Aires em menos de duas horas.

Transporte no país

O serviço de Uber funciona bem e pode ser mais seguro e econômico do que táxi em Buenos Aires. Ele está chegando aos poucos também nas cidades do interior, como em Mendoza.

Porém, para economizar mesmo, o metrô da capital te leva para praticamente todos os bairros e, apesar de ser um dos mais antigos do mundo, é extremamente eficiente. Ele funciona com o cartão SUBTE, o mesmo utilizado para pegar ônibus.

Com o carpooling se popularizando cada vez mais ao redor do mundo, existe também um aplicativo chamado Carpoolear, em que você pode solicitar ou oferecer viagens de carro pelo país.

Por fim, sempre estarão disponíveis serviços e pacotes de turismo que te levam para praticamente todos os lugares do país, seja de ônibus, carro ou van.

Glacial Perito Moreno em El Calafate Argentina

Já visitamos o Glacial Perito Moreno 2 vezes e é maravilhoso.

Hospedagem na Argentina

A Argentina tem uma infinidade de hospedagens para receber seus turistas. Dos mais simples aos mais luxuosos, confira nossas dicas para se hospedar em:

Sugestão de hotel em Buenos Aires

Os bairros mais procurados para se hospedar em Buenos Aires são Palermo, Recoleta e Centro. Próximos à atrações turísticas, linhas de metrô e vida noturna animada, oferecem os mais diversos tipos de hospedagem, para todos os orçamentos. Confira:

Milhouse Hostel Hipo: O Milhouse é ideal para quem quer confor