Roteiros de viagem

Um dia em Buenos Aires!

Se você só tem um dia no seu roteiro para conhecer Buenos Aires, siga nossas dicas!

Da rota turística, vale a pena caminhar pela Avenida de Mayo para chegar até a Plaza de Mayo, onde fica a Casa Rosada. Em alguns dias da semana, há tour guiado e gratuito pelo interior da casa.

De lá, pode partir para o bairro de La Boca e conhecer o famoso Caminito, ótimo para tirar fotos com as casinhas coloridas como cenário, mas não recomendamos almoçar por ali. Os restaurantes costumam ser inflacionados por ser um local 100% turístico.

No caminho de volta de La Boca para o centro, fica o bairro de San Telmo que conta com inúmeros restaurantes incríveis. Ah! Se for domingo, não deixe de conhecer a feira de antiguidades que acontece durante o dia nas principais ruas do bairro.

Pegue um metrô até Palermo e não deixe de ir ao MALBA (Museu de Arte Latino Americano de Buenos Aires) e ver belíssimas obras e exposições de arte.

O bairro é ótimo para bater perna, e você pode terminar seu dia em algum dos diversos bares da região, ou comendo um delicioso asado em alguma parrilla de Puerto Madero!

Salta e Jujuy em 7 dias

Salta e Jujuy ficam na parte pouco conhecida da Argentina pelos brasileiros: o norte. Salta é muitas vezes a base de uma infinidade de destinos no norte e noroeste do país.

Você pode escolher viver a vida urbana da cidade ou conhecer as lindas paisagens montanhosas e coloridas da região.

A cidade é nacionalmente conhecida por “La Linda” e possui arquitetura colonial fantástica. Começando pelo centro da cidade, lá estão o Museu de Arqueologia, a Catedral e a Praça 9 de Julho.

Após um dia conhecendo os principais pontos turísticos, a Rua Balcarce é ideal para encontrar um bar ou restaurante que te agrade.

No segundo dia, conheça os a rota do vinho de Salta, na cidade vizinha Cafayete. A 180km de distância, pela Ruta 68, Cafayete é uma pequena cidade com aproximadamente 12 mil habitantes e é uma grata surpresa para quem passa por lá. As paisagens, sejam na estrada ou na própria cidade, são incríveis!

Lá, conheça o Museo de la Vid y el Vino e alguma vinícola da região. São várias: Nanni, El Esteco, Domingo Hermanos… É só escolher! É importante lembrar que para retornar a Salta, pegará mais 180km de estrada. Como o vinho é a atração principal, contrate algum guia ou motorista para te acompanhar.

Depois, é hora de se encantar com o deserto de sal Salinas Grandes. É bom tirar um dia inteiro pois o caminho de ida e volta pode ser cansativo. Por lá, você poderá ver de perto alguns animais típicos da região dos Andes, como lhamas e suris.

Lembre-se que a região é realmente desértica, portanto leve lanches para comer ao longo do dia, pois não há restaurantes por ali. Nada pesado, pois Salinas Grandes está a mais de 4mil metros de altitude!

De lá, você pode percorrer as belas estradas até Jujuy, que fica na província vizinha de mesmo nome.

Em Jujuy, fique pelo menos mais 3 dias! Lá, você não pode deixar de ir a Quebrada de Humahuaca e à Punamarca (é lá que fica a Colina das Sete Cores!). Todos têm paisagens muito diferentes do que costumamos ver pelo restante da Argentina, porém igualmente incríveis.

[mashshare]

Buenos Aires, Mendoza e El Calafate em 15 dias

O melhor de Buenos Aires pode ser visto em 5 dias! Para este roteiro de 15 dias, escolha o verão ou a primavera, em que as temperaturas podem estar altas na capital, porém é quando estarão amenas na região da Patagônia.

A capital tem como pontos turísticos principais a Casa Rosada, o Caminito, os Jardins de Palermo e o Cemitério da Recoleta. Querendo, é possível fazer todos em um dia ou dividir de acordo com as outras atrações que você deseja visitar.

Reserve um dia para ir até Tigre, cidade pertencente à grande Buenos Aires, a 30km do centro da capital, e que reserva um lindo passeio! Para ir até lá, você pode optar pelo trem ou barco que sai de Puerto Madero e passa pelos rios Tigre e Luján.

Saindo da rota turística de Buenos Aires, o Museu de Arte Latinoamericana de Buenos Aires é imperdível! Ele fica no bairro de Palermo, que “respira” arte. Muros, grafitados, restaurantes modernos, uma infinidade de lojas e vida noturna animada. Palermo é pedida certa para quem quer se divertir.

Se quer assistir a uma peça de teatro local, saiba que a Avenida Corrientes é a Broadway portenha. Caminhando por lá, você encontrará diversas peças de teatros e cinemas em cartaz.

De Buenos Aires, a melhor forma de ir até Mendoza é de avião.

Há boas opções de hospedagem no centro e outras próximas às montanhas, mas independente de onde fique, reserve alguns (bons!) momentos para conhecer famosas vinícolas da região. Uma das mais famosas é a Bodega Catena Zapata, que como a maioria, precisa ter a visita reservada previamente.

Almoce por lá e vá até o Parque General San Martin. O lugar é enorme e além das belas paisagens, abriga museu, estádio de futebol e até mesmo um zoológico.

Termine o seu dia em algum dos bons restaurantes da região da Avenida Belgrano.

Outras dicas de vinícolas:

Moet & Chandon: a famosa produtora de espumantes francesa teve sua primeira vinícola fora da França em Mendoza. É uma boa pedida para quem quiser variar dos vinhos tintos.

Las Perdices, Luigi Bosca

Terraza de Los Andes: também pertence ao grupo Chandon, porém produz apenas vinhos.

Em Maipu, cidade que fica a aproximadamente 15km do centro de Mendoza, conheça o Museu do Vinho. Reserve a parte da tarde para visitar alguma vinícola da cidade vizinha.

Se você quiser um pouco de aventura, reserve um dia para conhecer o Monte Aconcágua, que fica na divisa da Argentina com o Chile. Aos pés da cordilheira há uma grande variedade de vinícolas para conhecer.

Chegou a hora de partir para El Calafate, na a região da Patagônia. A melhor maneira é ir de avião, mesmo que com escalas, pois a distância é grande. Estando lá, vale a pena alugar um carro.

O centro da cidade possui hotéis, albergues, restaurantes, farmácias, mercados e agências de banco, ou seja, você estará bem amparado!

Estando lá, você estará no ponto certo para conhecer inúmeras maravilhas da Patagônia, como o Glaciar Perito Moreno, uma geleira gigantesca e absurdamente linda! Por lá, não deixem de fazer o trekking. Existem duas opções, o leve e o mais pesado.

O Museu do Gelo fica a 7km da cidade e é mais um passeio imperdível para entender mais sobre as geleiras da região.

Não deixe de ir aos Ríos de Hielo, que possui passeios diários de barcos saindo de Puerto de Punta Bandera, passando pelo Lago Argentino e chegando ao Canal Upsala.

[mashshare]

Inspire-se com nossos livros

Livro Viajo logo Existo Um ano na Estrada

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Estrada (1)

R$ 65,00

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente (2)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na África

Livro Viajo logo Existo na África Selvagem (3)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na Ásia e Oceania

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Ásia e Oceania (4)

R$ 80,00

Nossos Parceiros

Logo Microsoft - Parceiro
Logo Smiles - Parceiro
The North Face logo - Parceiro
Logo Copa Airlines - Parceiro
Logo Software One - Parceiro

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Veja nossos guias de viagem