fbpx
Rumo aos 100 países2019-11-03T15:15:37-03:00

Uma volta ao mundo de carro por quase 4 anos não foi o suficiente. Agora queremos atingir a meta de conhecer 100 países até o fim de 2018.

Rumo aos 100 países – dois anos viajando o mundo

Fomos recebidos assim na Islândia – Out/2017

Doha no Catar, nosso primeiro destino em Jan/2018

Um novo começo em 2017

Quando chegamos ao Brasil no final de 2016, depois de quase 4 anos dando a volta ao mundo de carro nós combinamos o seguinte: por pelos menos dois meses nós não tomaríamos nenhuma grande decisão. Isso era uma forma de nos proteger daquele momento maluco de nossas vidas.

Estávamos há muito tempo fora do Brasil, longe da família, dos amigos. Nossa preocupação inicial era entender se nos adaptaríamos parados no mesmo lugar, de voltar a morar em uma grande metrópole, de entender o que era de verdade o Viajo logo Existo. O que significava ter quase um milhão de seguidores na redes sociais? Do que valia ter 4 livros publicados e vendidos para mais de 40 países? Nossa cabeça tinha muitas perguntas e poucas respostas.

Optamos por curtir os amigos, familiares e descansar. Essa era a nossa meta!

Livros, televisão, palestras e cadê as viagens?

Os primeiros meses se passaram de uma forma mais caótica do esperávamos. Sem perceber gastávamos nossos dias dando entrevistas, visita a TV Globo no Rio, Record em casa, livros esgotados, cafés da manhã com empresas, reuniões e mais reuniões.

Lançamos a palestra Viajo logo Existo “é possível realizar sonhos” e quando vimos já tínhamos visitado mais de 15 cidades no Brasil em menos de 45 dias.

Caramba, o Viajo logo Existo realmente é maior do que a nossa viagem em si!

Foi só no final de Abril/17 que conseguimos passar 24 horas sem tocar em nossos computadores desde as nossas chegadas. E não precisamos de muito tempo para concluir que tudo aquilo que estava acontecendo era ótimo para o Viajo logo Existo. Mas talvez muito parecido com a vida que tínhamos no mercado financeiro.

Voltávamos a ter dinheiro entrando, mas nada de tempo para nós! Ficávamos em um hotel de frente para a praia no Rio de Janeiro mas não íamos a praia. Fizemos três palestras em Florianópolis e não vimos nada além do hotel. E foi bom por um tempo, mas não para sempre.

Nada faria sentido sem equilíbrio

No começo de Maio de 2017, nas vésperas do Viajo logo Existo completar 4 anos de vida, nos pegamos conversando sobre a ideia de lançar uma nova etapa do projeto. Sem muito esforço contamos nas mãos os países que ainda queríamos conhecer, mas que acabaram não entrando na viagem de carro pelo mundo. Somavam algo próximo de 15/20 destinos.

Não hesitamos e no dia 4 de Maio de 2017 anunciamos o projeto Volta ao mundo de avião: Rumo aos 100 países.

Nossos Parceiros

Logo Microsoft - Parceiro
Logo Smiles - Parceiro
Logo Copa Airlines - Parceiro
Logo Software One - Parceiro

Um dos pontos altos dessa nova fase, na Russia em Jun/2018

Como decidimos os países desta etapa?

Essa é uma boa pergunta. A verdade mesmo é que quando anunciamos o projeto em Maio de 2017, nós não tínhamos noção de nada. Só tínhamos claro que o sonho continuava vivo dentro de nós e que queríamos aprender mais coisas com a estrada.

Claro que o objetivo é sempre gastar o mínimo possível e maximizar as experiências. Principalmente quando se trata de países que dificilmente iremos voltar tão cedo. Como os custos das passagens aéreas são os itens mais pesados financeiramente, gastamos um bom tempo testando vários cenários. Também levamos em consideração a época do ano dos países que surgiam na conversa.

Por exemplo, visitar o Oriente Médio no meio do ano é impossível por causa do calor. Visitar o Japão no final do ano é muito frio. Desbravar a Russia no mês da Copa do Mundo será muito caro. Procurar Aurora Boreal em Junho na Noruega não vai rolar por causa dos dias longos.

Por fim listamos tudo que queríamos conhecer, que é basicamente o restante do mundo todo. Como isso não rola de fazer em apenas um ano, resolvemos quebrar os destinos por regiões. Principalmente para baixar os custos dos voos longos.

Nossa meta no Rumo aos 100 países portanto é:

  • Caribe (tudo que der)
  • Leste Europeu e Países Bálticos
  • Oriente Médio (alguns vistos serão complicados)

Isso tudo ainda em 2018. Por cima estamos falando de 20/25 países. Escrevendo assim parece que listamos o mundo todo. Mas ainda falta uma grande fatia da África, da Oceania e da Ásia Central.

Os países visitados no projeto Rumo aos 100 países

Volta ao mundo de aviao Placeholder
Volta ao mundo de aviao

Qual é o objetivo desta etapa?

A ideia do Viajo logo Existo Rumo aos 100 países é atingir a marca de 100 países visitados juntos em nossas vidas! Quando terminamos nossa viagem pelo mundo de carro, sentimos que existiam muitos países que ainda gostaríamos de conhecer.

Claro que em um primeiro momento nós gostaríamos de visita-los de carro, da mesma forma que fizemos na primeira volta ao mundo de carro. Porém concluímos que seria uma loucura dirigir por países que já conhecíamos e gastar dinheiro com hospedagem, diesel e mais do que isso, muito tempo para chegar nos que ainda não conhecíamos!

Concluimos que não faria sentido essa logística toda.

No fundo, o mais importante para nós é viajar, simples assim. De carro tem a sua beleza, seus desafios. De avião também existem prós e contras. Para nós o mais importante é continuar viajando, continuar descobrindo novas culturas, fazendo novas amizades.

E principalmente, aprender, nada para nós importa mais do que isso, essa é a grande verdade.

Tivemos o prazer de visitar as Maldivas em Jan/18

Por que nós não paramos de viajar?

Quando saímos em 2013 para viajar o mundo de carro, não passava pelas nossas cabeças continuar a viajar quando o projeto terminasse. Pensávamos que voltaríamos para o Brasil no fim de 2016 e também para a vida corporativa. Esse era, talvez, o plano mais provável!

Chegamos a cogitar uma volta para o mercado financeiro, mas percebemos que outros sonhos ligados a viagem haviam surgido. Existia uma vontade muito grande de continuar aprendendo, de continuar desbravando.

Não precisou de muito para chegarmos a conclusão que nosso lugar era na estrada, vendo, aprendendo e dividindo o que esse grande mundão tem para nós ensinar.

Como vocês se sustentam viajando?

Hoje, o Viajo logo Existo é uma empresa. Claro que nem sempre foi assim. Tudo começou com um sonho, financiado com o dinheiro do nosso trabalho e do nosso aluguel.

Com o passar do tempo criamos produtos, publicamos livros, criamos campanhas publicitárias, atraímos patrocinadores. Escrevendo parece que foi fácil e tranquilo, mas, a verdade é que nós “nunca trabalhamos tanto em nossas vidas”. Mas também nunca fomos tão felizes!

O Viajo logo Existo está em constante mudança, aprendemos todos os dias, mudamos, arriscamos, testamos, mas não desistimos de seguir atrás nossos sonhos!

Quais países nós fomos no ano de 2017?

Entre a data que anunciamos o Rumo aos 100 países e a retomada das viagens, não se passaram nem três meses. Ou seja, foi tudo muito corrido. Nosso principal desafio no anos de 2017 era conseguir viajar e ao mesmo tempo estar no Brasil para trabalhar em novas parcerias e projetos.

Tínhamos que pensar em roteiros rápidos (em torno de 30 dias no máximo) onde maximizaríamos nossos gastos e experiências. O Canadá já estava no topo dos nossos desejos quando fechamos uma parceria com o governo canadense para uma visita. Pronto, este era o ponta pé inicial que precisávamos!

Já nossa visita ao Alasca foi um desses cavalos de pau de última hora. Nos vimos tão próximos do Alasca que pensamos: por que não? Foi lá que vimos nossa primeira aurora boreal e ficamos apaixonados.

Na volta para casa fomos surpreendidos pela Copa Airlines com um convite inusitado para conhecer Trinidad e Tobago no Caribe. Claro que fomos lá marcar nossa primeira visita ao Caribe!

Paralelo a tudo isso, desde que chegamos ao Brasil, nós já vínhamos falando da importância de viajar com nossos pais, de aproveitar melhor esse momento junto com eles. Diante disso reservamos doze dias do começo de outubro/17 para levá-los ao Deserto do Atacama no Chile. De lá fizemos uma breve visita a Bolívia e conhecemos melhor seus belos visuais.

Portugal seria o próximo da vez. Queríamos nos aproximar do quase 100mil seguidores que temos no país e resolver algumas coisas da minha cidadania (leo aqui, e deu tudo certo). Aproveitamos nossa ida a Europa para conhecer um dos países que mais despertava o meu interesse: a Islândia. Fomos atrás de seus belos visuais e da linda aurora boreal.

Por fim, em novembro nós voltamos a Europa para conhecer Andorra, um pequeno país na divisa da Espanha com a França. De carro alugado aproveitamos para explorar o sul da França, lindo demais!

E assim acabou o ano de 2017, tudo meio maluco, mas muito divertido!

Foi no Alasca onde vimos a primeira Aurora Boreal de nossas vidas!

Na Islândia caminhamos sobre o maior glacial da Europa, inesquecível!

As cores do pôr do sol de Tobago marcaram o ano de 2017!

E os planos ao longo de 2018?

Como vocês podem ver, o ano de 2017 foi meio caótico. E pensando nisso é que estamos trabalhando pesadamente no planejamento do projeto Rumo aos 100 países. Acabamos o ano de 2017 com 83 países visitados em nossas vidas, logo temos que conhecer pelo menos 17 países para alcançar nossa meta ainda em 2018.

Conforme explicamos acima, um dos principais fatores que definem nosso roteiro é o clima e o custo das passagens aéreas. O clima não tem muito segredo, é estudar, anotar e planejar. Já as passagens é preciso comprar com uma certa antecedência para conseguir um bom preço.

A primeira viagem do ano de 2018

  • Quando? Janeiro de 2018
  • Para onde? Sete países no Oriente Médio e uma rápida visita a Ásia Central (Kuwait, Catar, Geórgia, Armênia, Omã, Bahrein e Israel).
  • Quanto tempo de viagem? 42 dias
  • Deu tudo certo? Mais ou menos, rs!

Como realmente aconteceu essa etapa da viagem?

Nosso visto para o Kuwait, destino inicial não saiu a tempo e tivemos que no último dia, antes do embarque, mudar tudo. Tivemos que voar para Miami e de lá pegar um voo de 15 horas até Doha no Catar, que era o nosso segundo destino. Lá perdemos o voo, acabamos fincando uma noite em Miami, e quase deu tudo errado, rs!

Conseguimos manter o roteiro da Geórgia, Armênia e Omã como planejado. Porém quando estávamos no frio da Geórgia, no meio de uma nevasca, fomos surpreendidos pela Smiles com uma viagem para as Maldivas. Com isso abrimos mão de alguns dias em Omã para ficar cinco dias nesse paraíso na terra e ainda visitar o Bahrain.

Outra mudança foi a viagem para Israel. Havíamos sido convidados pelo governo de Israel para uma visita de uma semana, mas por motivos internos eles tiveram que mudar a data de nossa viagem (acabamos indo em Nov/18 por conta própria) e nos vimos com dez dias para pensar em um novo plano.

Acabamos indo para o Líbano e Jordânia antes de voltar para o Brasil já no fim de Fevereiro.

Na volta ainda fizemos uma escala em Munique na Alemanha para ver alguns amigos.

O projeto Rumo aos 100 países começou com força total em 2018.

0
Países novos
0
Voos
0
Mil fotografias
0
Sites da Unesco

As melhores fotos dessa etapa!

Vejas os posts dessa etapa

A segunda viagem do ano de 2018

  • Quando? Final de Fevereiro de 2018
  • Para onde? Dois países novos no Caribe. Jamaica e Cuba e uma rápida visita ao Panamá (este nós já conhecíamos).
  • Quanto tempo de viagem? Duas semanas

Como realmente aconteceu essa etapa?

Tudo começou algumas semanas antes, quando eu, Leo, recebi um telefonema da Copa Airlines com uma pergunta muito diferente: “o que vocês acham de se casar novamente na Jamaica?”. E até eu, que não sou muito romântico, topei na hora! E o melhor de tudo, é que a história toda do casamento seria uma surpresa para a Chel. A Copa cuidou de tudo, hotel, cerimônia, foi muito legal.

Nós ficamos cinco dias no hotel Moon Palace na região de Montengo Bay na Jamaica. Essa foi a primeira vez em muitos anos que nós ficamos cinco dias parados no mesmo lugar, nesses hotéis com tudo incluso. Foi divertido pela questão do casamento e bom para descansar.

De lá nós seguimos para Havana, capital de Cuba, uma região que fazia algum tempo que queríamos conhecer. Acabamos ficando os cinco dias que tínhamos em Cuba em Havana. Tentamos alugar um carro para ir até Varadero, mas não deu certo, tentamos um ônibus e também não rolou e acabamos desistindo. Cuba parece bem interessante, e com mais tempo teríamos explorado outras regiões do país, porém a infraestrutura é bem limitada. Ainda mais para quem prefere fazer as coisas sozinhos.

Na volta para o Brasil nós ainda paramos na Cidade do Panamá no Panamá e foi bem legal. O clima, como sempre, estava ótimo. Comemos bem, visitamos o canal do Panamá, visitamos algumas ruínas e no último dia ainda fomos conhecer um tribo indigína da região.

0
Países novos
0
Voos
0
Mil fotografias
0
Patrimônios da Humanidade

As melhores fotos dessa etapa!

Vejas os posts dessa etapa

Uma escapada até Bonito

  • Quando? Março de 2018
  • Para onde? Bonito no Mato Grosso do Sul
  • Quanto tempo de viagem? Menos de uma semana

Como realmente aconteceu essa viagem?

Como a Chel cresceu na região, ela já havia visitado a cidade algumas vezes, mas eu ainda não conhecia. Outra coisa legal também é que seria uma oportunidade de viajar em família. E foi isso que fizemos. Pegamos um voo da Gol de São Paulo para Campo Grande e lá alugamos um carro e seguimos por algumas horas até Bonito.

Lá ficamos hospedados na ótima pousada Gira Sol a convite da Bonitour, uma agência especializada na região. Foi ela também que organizou os passeios, fomos na Gruta Azul, fizemos flutuação no Rio Sucuri, no Rio da Prata, foi tudo muito lindo. Sem falar que comemos muito bem nos belos restaurantes que existem na cidade.

Com certeza uma viagem que vale a pena. Temos que registrar aqui que os preços são acima da média de outros destinos turísticos no Brasil.

Leia o post completo clicando aqui!

As melhores fotos dessa etapa!

A viagem do Rumo aos 100 países

Como realmente aconteceu essa etapa?

Começamos essa etapa por Portugal na companhia de nossa família novamente. Dessa vez foi a mãe da Chel que se juntou a nós com seu marido. Ficamos um pouco mais de uma semana por todos os lados do país antes de seguirmos juntos para a Itália. Minha sogra estava indo tirar a sua cidadania na Itália e nós aproveitamos para ficar junto com eles e explorar destinos próximos, como São Marino e Malta. Alias, Malta é super legal e vale a pena visita-lo.

Da Itália seguimos para a Albânia, para a capital Tirana, onde alugamos um carro e fomos para a Macedônia. Da Macedônia, pegamos um guia e fomos fazer um day tour em Kosovo. O que foi um erro, porque um dia foi pouco para ver a região com calma. Na Macedônia o destaque foi a cidade de Ohrid, que fica na beira de um lago e é super linda!

Da Albânia voamos para a Rússia fazendo conexão em Roma. Chegamos na Rússia alguns dias antes da Copa do mundo de futebol começar, e adoramos tudo que vimos. Tanto Moscou como São Petersburgo são lindas e gostamos demais das duas cidades. Seguimos de trem para Helsinki, capital da Finlândia, para uma rápida visita a essa pequena e pacata cidade. E para finalizar o nosso grande objetivo, seguimos de avião para a Noruega. Mas, claro que cancelaram nosso voo, e na noite prevista de chegada, acabamos dormindo no sofá do aeroporto. Para completar, era dia dos namorados. Nada mais romântico, rs…

Chegamos na Noruega cedinho, felizes de entrar em nosso país número 100!

0
Países novos
0
Voos
0
Mil fotografias
0
Patrimônios da Humanidade

As melhores fotos dessa etapa!

Vejas os posts dessa etapa

Mais rápido que esperávamos

Temos que confessar que chegamos a nossa meta de visitar 100 países mais rápido do que esperávamos. O plano era fazer os países que faltavam ao longo de 2018, mas nem chegamos na metade do ano e já estávamos lá. O que nos ajudou foi ter visitado países pequenos e muito próximos com São Marino e Malta.

Hoje olhamos e achamos que os visitamos muito rápido, não São Marino que é minúsculo, mas em Malta, poderíamos ter ficado mais. Faz parte, fizemos o melhor que podíamos naquela ocasião e como sempre falamos, se gostarmos, um dia voltamos com mais calma.

E agora?

Como sempre acontece, basta bater uma meta para se criar uma nova. Ou dobrar a meta, rs… Na verdade, o nosso plano já era continuar viajando pelos países que ainda não conhecíamos, e dessa forma criamos um projeto que foi uma esticada do Rumo aos 100 países, o “Além dos 100 países”.

Essa etapa entrou para preencher nosso desejo de visitar mais alguns países no mundo e sem um roteiro exatamente determinado. Simplesmente sentamos e desenhamos no papel os lugares que ainda queríamos conhecer no mundo e pronto, assim nasceu mais uma etapa do Viajo logo Existo.

Felizes na Noruega, país número 100 do Viajo logo Existo

Inspire-se com nossos livros

Livro Viajo logo Existo Um ano na Estrada

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Estrada (1)

R$ 65,00

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente (2)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na África

Livro Viajo logo Existo na África Selvagem (3)

R$ 80,00