fbpx
Itália2019-11-02T10:34:47-03:00

Itália

A Itália não precisa de grandes apresentações. É um dos países mais famosos da Europa e já tem suas principais características guardadas no imaginário de turistas de todo o mundo.

Sua arte e belos monumentos, como o imponente Coliseu, a majestosa Torre de Pisa, música encantadora, a gastronomia deliciosa com as famosas pizzas, pastas, vinhos e gelatos, fazem da Itália um lugar único.

Seu lado sul é cercado pelas águas do Mar Mediterrâneo e formam um maravilhoso litoral com espetaculares praias e ilhas. Com lagos, neve, praias, montanhas e grandes metrópoles, o país é acolhedor e diversificado, além de oferecer atrações para todos os gostos.

Terra da pizza, das massas, do verão de calor escaldante e inverno de temperaturas extremas, conhecer a Itália é conhecer uma parte da história do mundo.

Nossos Parceiros

Logo Microsoft - Parceiro
Logo Smiles - Parceiro
Logo Copa Airlines - Parceiro
Logo Software One - Parceiro

Coliseu – um dos lugares mais famosos do mundo

Informações úteis

Capital: Roma
Moeda: Euro
Idioma:Italiano
População: 60.789.000
Requer Visto: Não
Requer Vacinas: Não
Eletricidade: 220 volts 50 Hz.
Código telefônico: +39
IDH: 0,887 (28º)

Quando ir a Itália

Se o fator principal para decidir a época de sua viagem para a Itália for o clima, fique sossegado. No país grande parte do território é cercado pelo mar e esse fator faz com que o clima seja agradável em boa parte do ano.

Por outro lado, se você se basear nas temporadas como época ideal para conhecer a Itália, confira abaixo quais são e em quais meses você deve ir ao país em forma de bota.

Alta temporada (maio a setembro): Época mais procurada por turistas de todo o mundo, a Itália fica cheia de pessoas. Os parques, praias e restaurantes chegam a ter lotação. As noites são agitadas e divertidas. Por ser verão os dias são ensolarados e quase não chove.

Julho e agosto é o período de férias escolares em boa parte do mundo e por conta disso o país recebe ainda mais turistas. Roma, Verona, Milão e Veneza são os pontos mais procurados. Os preços de hospedagem e passeios chegam a custar até o dobro em relação à baixa temporada.

Em maio é quando começa a primavera na Toscana, os bosques e campos começam a florescer e a flora mostra sua diversidade com flores de diversas espécies. O colorido das flores dão à paisagem uma visão deslumbrante.

Média temporada (março a maio e outubro a novembro): Em março, o inverno está chegando ao fim. O clima começa a fica mais agradável. Março ainda é frio e não é possível tomar banho de mar, mas isso não impede de fazer diversos outros passeios.

Em maio inicia-se a primavera italiana, com dias ensolarados e temperaturas amenas, em meio de uma paisagem exuberante. Os eventos culturais nas cidades são um atrativo a parte, as lojas e restaurantes também. No começo da primavera as cores começam a inundar a cidade e a natureza mostra sua força deixando as cidades com paisagens exuberantes.

Já em outubro e novembro chega o outono na Europa e nessa época, os turistas de férias começam a deixar as cidades e os hotéis, voos e agências de turismo começam a ganhar descontos.

Baixa temporada (dezembro, janeiro e fevereiro): Apesar das épocas festivas como Natal e Ano Novo, o final do ano é considerado baixa temporada em algumas partes do país. As cidades litorâneas ficam vazias e os preços são baixos por lá. Para os brasileiros a época é ideal para conhecer e curtir a neve, as montanhas nos Alpes, no norte do país, são ótimas para esqui. O lugar lota e é sinônimo de muita diversão e aventura.

O clima italiano nesse período gira em torno dos 8°C, mas pode chegar a 0°C. Os dias são mais curtos, pois anoitece mais cedo e isso pode ser um fator negativo, já que acaba sendo menos tempo para explorar as cidades.

Mas, o inverno não é de todo o mal, já que essa época é ótima para economizar. Você consegue curtir festividades típicas de algumas regiões e a linda festa de réveillon.

Melhores meses: As estações na Itália são bem definidas. As primaveras são floridas, outonos típicos, invernos frios e verões quentes. Os melhores meses depende do que você quer curtir.

Quero ver neve: Se quiser ver neve, os melhores meses são durante o inverno. E o melhor lugar são os Alpes, na fronteira com a Áustria. Para esquiar vá entre novembro e fevereiro. Se quer curtir o litoral do país, andar pelas famosas ruas de Roma, visitar museus e conhecer as praças e parques vá no verão ou primavera. Nos meses de abril a junho o tempo por lá é mais ameno e você pode aproveitar os passeios ao ar livre.

Como chegar a Itália

Para nós, brasileiros, a melhor forma de chegar a Itália é ir de avião. Desde o Brasil há apenas uma empresa que faz voos diretos. A companhia é a Alitalia, os voos não são baratos, mas vale o investimento.

Se preferir uma forma mais econômica, existem diversos voos com conexões principalmente entre Lisboa e outras cidades da Europa.

Se já está na Europa, a entrada no país fica mais fácil. Existem inúmeros voos e companhias que fazem esse tipo de viagem. Empresas de baixo custo, as famosas ‘low costs’, fazem a viagem de diversas cidades, desde Londres, Berlim, Madri, entre outras. Também existe a opções dos ônibus e trens.

Transporte no país

Uber funciona na Itália?

Conhecido internacionalmente, andar de Uber é uma das melhores maneiras de se locomover na Itália, principalmente nas cidades maiores como Milão e Roma. O aplicativo funciona normalmente no exterior, você só precisa estar com o GPS do celular ligado. A cobrança é feita automaticamente no cartão de crédito ou o pagamento pode ser realizado diretamente ao motorista, em dinheiro.

Metrô na Itália

Uma alternativa rápida e barata, o metrô é muito utilizado pelos turistas para se locomover por Roma e chegar aos principais pontos turísticos. Para a compra das passagens, basta ir as bilheterias nas estações ou em bancas de jornais, que também vendem. Se você vai ficar mais de um mês uma dica é assinar um abbonamenti, uma espécie de cartão de metrô. Mas, fique atento porque o metrô não é 24 horas. O horário de funcionamento é das 5h40 da manhã até as 23h40, nos finais de semana os horários são estendidos.

Ônibus na Itália

O meio de transporte mais utilizado no país é o ônibus. O sistema é um pouco diferente do que estamos acostumados, mas não é nenhum bicho de sete cabeças. A principal mudança é que você deve comprar seu passe antes de pegar o ônibus, em bancas de jornais e tabacarias que estão em todos os cantos.

Dentro do ônibus não existem cobradores ou máquinas para cobrar a passagem. Os pontos lá são como os brasileiros, alguns são cobertos e com bancos para sentar, outros são apenas uma placa informando. Mas não se preocupe, você dificilmente se perderá. Pela cidade existe sempre papéis informando as linhas e seus horários. Com alguns dias na cidade você aprende a se virar.

City pass para o transporte

Investir ou não em um city pass? O cartão de passeio dá direito a entrada em diversas atrações de forma preferencial, então, você não terá de enfrentar nenhuma fila. Você consegue descontos em algumas lojas e shows e é um ótimo investimento para quem tem pouco tempo no país. Para comprar basta ir em um posto de atendimento do turista ou pela internet.

Navio/barco/cruzeiro

A Itália é cercada pelo mar e isso é ótimo para quem gosta de fazer passeios de barcos. No país existem diversos passeios pré-definidos que você pode fazer, desde cruzeiros a passeios de gôndola ou caiaque e canoagem. Em Veneza, que é a cidade que mais utiliza o barco como meio de transporte, existem alguns pontos que só podem ser visitados de barco. O que deixa tudo ainda mais emocionante.

Acessibilidade: O país é bem acessível para quem tem dificuldades de locomoção. Grande parte das atrações turísticas contam com apoio e espaços para acessibilidade. O ponto negativo é o metrô que não conta com elevador em algumas estações e as escadas são longas e estreitas.

As belezas de Cinque Terre na Itália

Hospedagem na Itália

A Itália é enorme e decidir onde se hospedar é uma dificuldade enfrentada por nós turistas. O tipo de hospedagem depende do seu tipo de viagem. Se é do tipo econômico, escolha hostel. Se gosta de privacidade e um pouco mais de conforto, hotel é uma boa opção. Já se gosta de luxo, escolha um dos incríveis resorts presentes em todo o país.

Cuidado com alguns hotéis que pedem para você chegar até determinado horário. Como muitas vezes dirigimos para o país, as vezes chegávamos tarde em alguns hotéis e pagamos uma multa de Late Check-in. Fora que muitas vezes não tem ninguém na recepção e você terá de ligar. Por isso sempre confira na sua reserva se há um horário limite para o check-in.

Hotéis até 30 dólares

Generator Hostel: Localização é tudo, ainda mais em Roma, e se ainda tiver uma boa localização e charme, melhor ainda. Esse hostel tem isso, fica a 10 minutos da Estação Termini. Tem uma decoração retrô e parece um hotel bem honesto. Os quartos tem no máximo 4 camas e também há quartos privados.

Hotel Firenze: Apesar do nome, esse hotel fica em Veneza.O Hotel Firenze tem ótima localização, já que fica na Praça São Marcos, pertinho de Veneza. Os seus quartos dispõem de móveis clássicos e são bastante confortáveis. O lugar disponibiliza WiFi gratuito e ar-condicionado em todos os cômodos. Além de servir café da manhã no terraço da cobertura, que tem uma bela vista do campanário.

Para quem utilizará transporte público, o hotel fica perto de ponto de ônibus e também te dá todo auxílio na hora de fechar pacotes de passeios.

Hotéis até 70 dólares

Relais Le Clarisse: Esse hotel em Roma é cheio de charme e história, com portas de madeira e oliveiras da época em que era um monastério. Encontrar hotéis que tenham essa vida proporciona outra experiência em sua viagem.

Casa vacanze Enza: Em Trappeto, na Sicília, o Hotel Casa vacanze Enza tem vista para o mar e fica a apenas 40 km da cidade de Palermo. O lugar oferece cozinha equipada, banheiro com banheira. O aeroporto mais próximo a hospedagem é o Aeroporto Falcone-Borsellino.

Luxo

Relais Unico Castel Rosso: O Relais Unico Castel Rosso tem vista exuberante para a montanha em Cherasco. Todos os quartos possuem TV de tela plana via satélite, alguns têm jardim e terraço. Os quartos do resort dispõem de mesa de trabalho, banheiro privativo com banheira de hidromassagem, vista da piscina e Wi-Fi gratuito.

Você pode praticar ciclismo e pesca. Curtir um relaxante banho nas banheiras de hidromassagem. O aeroporto mais próximo é o Aeroporto Internacional Cuneo, a apenas 16 km do resort.

Borgo Egnazia: Borgo Egnazia Hotel dispõe de 4 piscinas, centro de bem-estar, vista para o Campo de Golfe San Domenico. Os quartos são luxuosos, possuem varanda privativa com vista para as montanhas, para o mar e para o campo de golfe.

O hotel tem 3 quadras de tênis e um clube de praia privativo em Savelletri. Você pode curtir suas refeições em um belo terraço ao ar livre com vista do mar. Seus drinks podem ser apreciados na praia ou em um bar coberto.

Couchsurfing: Está viajando com pouca grana ou quer economizar na hospedagem? O Couchsurfing pode ser a solução. O sistema oferece hospedagem na casa de moradores da cidade em que deseja. Para isso basta cadastrar-se no site e escolher um anfitrião disponível.

Após, é só conversar com ele e verificar sua reputação. Os anfitriões oferecem um espaço em suas casas sem receber nada em troca e você tem a chance de viver como um local do lugar que está visitando.

Quanto custa um hotel em Roma?

Coloque uma ideia das datas e faça uma consulta. Clique em qualquer hotel do mapa abaixo para ter um ideia…

Booking.com

O que levar para Itália?

Decidir o que levar é um dos itens mais importantes da viagem. O que levar ou não levar? Se planeje, pense bem e faça escolhas assertivas. Evite levar muitas roupas para não ter que lidar com peso desnecessário, principalmente se for viajar de trem ou se for viajar de low costs e não quiser pagar excesso de bagagem.

O que levar no verão

No calor é sempre indicado usar roupas leves, produtos para cuidar da pele, manter-se hidratado e protegido. Essa época é quando as malas ficam mais leves, se você souber se planejar.

O que levar? Calças de tecido leve para as caminhadas pelas cidades, blusas de manga curta e pelo menos duas me manda longa, bermudas, shorts, saias, biquínis e roupas de banho para quem vai ao litoral. Sapatilhas, chinelos e tênis para o dia a dia. Leve sempre um lenço na bolsa, para se um dia estiver de shorts ou saia curta e quiser entrar em alguma igreja que precisa cobrir as pernas, você pode amarrar na cintura.

Não se esqueça dos produtos de higiene e de uso cotidiano. Sempre leve adaptador de tomada, ninguém quer ficar sem bateria no celular e não poder tirar fotos, não é mesmo?

O que levar no inverno

As peças para o inverno são muito pesadas, mas necessárias. A mala para essa época do ano já é pesada com poucas coisas, se levar muito o peso fica insuportável. Escolha casacos com tecnologia e dessa forma leve no máximo dois casacos e capriche nos tricots e cachecóis.

Pesquise preço dos agasalhos no Brasil e faça cotação com o preço lá, às vezes vale a pena comprar alguns quando estiver no país. Para sua mala invista em: malhas de lã, blusas de manga comprida, calça jeans, cachecol, lenços e gorros. Pelo menos duas peças de segunda pele para usar quando a temperatura estiver bem baixa.

Veja também:

Comidas imperdíveis

Quem nunca comeu algo italiano ou que jurou ser? Nossas pizzas de sábados, os sorvetes nas tardes quentes, nosso delicioso espaguete. São pratos típicos italianos. Ir para lá é fazer uma viagem gastronômica porque cada prato é uma experiência única. A culinária do país é rica e deliciosa.

Outra coisa incrível é que cada região da Itália tem seus pratos típicos, então, aproveite para pesquisar o prato típico da região que você visitará e conhecer mais sobre a culinária local.

#1 – Pizza: A pizza marguerita, conhecida mundialmente, é típica de Nápoles, e por aqui pizza é algo individual, cada um come a sua.

#2 – Arancini: É um bolinho frito feito de arroz e dependendo da região, muda o que vai junto com o arroz.

#3 – Carbonara: Essa massa é maravilhosa e apesar de ser típico de Roma, você encontra por todo país. É feito com ovo, um tipo de bacon e queijo pecorino.

#4 – Risoto de Cogumelos: Na época certo você encontrará cogumelos por todos os lados, e você comerá os melhores risotos de cogumelos.

#5 – Tiramisù: A sobremesa italiana é feita com queijo mascarpone, biscoito, café e chocolate.

O sorvete italiano é famoso mundialmente

Dicas e Curiosidades da Italia

  • Os ônibus urbanos e os trens italianos não possuem cobradores
  • A Itália é o oitavo país do mundo com mais qualidade de vida
  • Os panetones foram criados na Itália
  • No país está localizado o único museu do mundo dedicado à máfia
  • A Fiat é italiana
  • A Itália é onde mais tem Patrimônios da Humanidade tombados pela UNESCO
  • Existe uma fonte de vinho tinto na Itália
  • A Itália tem a menor taxa de natalidade da Europa
  • Dentro do território italiano existem mais dois países San Marino e Vaticano
  • Todo dia aproximadamente 3 mil euros são recuperadas da Fontana Di Trevi

Top 10 imperdíveis

  1. Vivenciar o agriturismo
  2. Fazer um curso de culinária
  3. Participar de uma festa folclórica relembrando tempos passados
  4. Andar de gôndola em Veneza
  5. Visitar a Casa di Giulieta
  6. Visitar a Torre de Pisa
  7. Curtir um passeio luxuoso na ilha de Capri
  8. Fazer trekking nas montanhas da Calábria
  9. Tomar sol em Cinque Terre
  10. Fazer um desejo na famosa Fontana di Trevi

Se você gosta de…

Adrenalina: Em Sardenha fica o Corrado Conca, algumas agências oferecem excursões para Cappo Caccia Alghero com direito a escalada. A beleza natural do lugar é indescritível.

Caminhadas: Para quem gosta de caminhar indicamos ir a vila Orvieto. No ponto mais alto do monte vulcânico a subida é difícil, mas vale a pena. A catedral é o lugar mais visitado na vila, mas todo o lugar é encantador.

Culinária: A gastronomia na Itália é uma atração a parte e quanto a isso não há dúvidas. Uma dica para curtir o país como se deve é fazer um curso gastronômico.

Paisagens memoráveis: Em Puglia fica Lecce um paraíso italiano. Lugar onde os locais adoram passar as férias, as águas cristalinas e seu azul exuberante com certeza ganhará um lugarzinho no seu coração.

Refúgios remotos: Na cidade de Agrigento, na Sicília, está localizado o Vale dos Templos e abriga restos de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas.

Vida urbana: Patrimônio Mundial da UNESCO o centro de Nápoles é ótimo para passar um dia inteiro. Repleto de lojas, restaurantes e lanchonetes vale uma caminhada para conhecer esse lugar magnífico.

Vida noturna: Milão é a cidade mais agitada da Itália. De dia é congestionada de gente, a noite o lugar ganha um ar diferente. Divertido e agitado, um tour pelos bares e baladas é imperdível e você com certeza vai curtir.

Planejamento de viagem

Abaixo listamos uma série de posts que vão te AJUDAR a chegar ainda mais longe! São diversas dicas para que sua viagem ocorra de mais tranquila possível, como dicas de finanças, de saúde, de segurança, aplicativos imprescindíveis, e por aí vai. Se achar que faltou alguma coisa, só nos avisar.

Finanças na Estrada

5 dicas importantes na hora de trocar dinheiro em sua viagem

Como ganhar milhas reservando hotéis

10 dicas para planejar as finanças de uma volta ao mundo

Saúde na Estrada

Qual plano de saúde usar para sua viagem?

Vacinas e cuidados extras na estrada

Como usar o cartão de crédito para fazer seu seguro de viagem

Cuidados com a Malária em sua viagem

Documentos Importantes

10 documentos que você não pode esquecer em sua viagem

Como tirar Passaporte no Brasil

Saiba como solicitar o passaporte de emergência

Aplicativos para sua viagem

Os melhores aplicativos para ajudar sua viagem

Airbnb: O que é, como funciona e como usar?

Como enviar dinheiro para o exterior com o TransferWise

Nesta página você pode acessar todos os posts de planejamento!

Nossa viagem pela Itália

Já visitamos a Itália três vezes e não vemos a hora de voltar! O país tem tanta coisa para oferecer que temos certeza que voltaremos, para curtir mais gastronomia, mais cultura, mais arte, mais praias…

Sempre tem mais para ser visto nesse país incrível.

A Itália é um país seguro?

De modo geral o país não é perigoso. Como em grande parte da Europa é tranquilo andar sozinho e não tem grande perigo. Mas é sempre importante manter-se atento a suas coisas quando estiver em lugar com grande número de pessoas.

A principal atenção é com os famosos “pick pockets” ou batedores de carteira. Em Roma muito cuidado também com os famosos gladiadores, usando as roupas dos antigos lutadores do Coliseu, muitas vezes se aproximam para uma foto e depois vão lhe pedir 10, 15 euros, e se você não quiser dar pode acabar sendo coagido. Então, antes de tirar foto, pergunte o preço, combinado não sai caro.

Para mulheres que viajam sozinha o país é um pouco machista. Você provavelmente ouvirá cantadas em alguns lugares, mas não precisa ter medo, pois não é perigoso, porém chato e inconveniente.

Veja também:

Felizes na cidade de Pompeia na Itália

O que nós achamos da Itália?

Amamos o país, confesso que eu, Rachel, sou apaixonada por tudo na Itália, língua, gastronomia, cultura, arte, arquitetura, pessoas, e ainda tenho o sonho de morar no país por um tempo.

Para muitos brasileiros a Itália parece muito com o Brasil, ou seria, o Brasil que parece muito a Itália? Na Itália as coisas não são impecáveis como na Alemanha, todo mundo fala alto, você se sente roubado muitas vezes como turista, mas mesmo assim, eu acho que tem um encanto muito especial, e por isso meu amor pelo país só cresce a cada nova visita.

Mais do que tudo, você precisa ir, se deixar render aos encantos, e ficar esperto para não ser passado pra trás.

Siga eles no Instagram: Leo Spencer e Rachel Spencer

Melhores Roteiros

Roteiro - o que fazer em Roma