Loading...
Chile2018-05-08T21:08:24+00:00

Home/Chile

América do Sul – Chile

Do deserto mais árido do mundo até os glaciais mais vastos no sul, passando por uma capital cheia de charme e muita cultura, o Chile é um país repleto de coisas interessantes pra ver.

Por lá é possível encontrar muita natureza e paisagens diferentes do que estamos acostumados no Brasil.  São desertos, florestas, vales, rios cristalinos e geleiras maciças. Cada um com uma beleza ímpar!

O Chile atende todo tipo de turista, desde quem procura programas de aventura e adrenalina até quem quer ir descansar em um cenário de filme ou aproveitar a vida urbana da capital, Santiago.

Amparado pelos Andes na fronteira com a Argentina e pelo Pacífico na costa oeste, o Chile possui, em média, 175km de largura. Por isso, é fácil ir de um lado a outro em uma só viagem, e assim contemplar a neve de um lado e o mar do outro.

Se você ainda não conhece, já comece a arrumar as malas!

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

As belezas naturais de Torres del Paine

Informações úteis

Capital: Santiago
Moeda: Peso Chileno (CH$)
Idioma: Espanhol
População: 18 milhões
Requer Visto: Não 
Requer Vacinas: Não
Eletricidade: 220v
IDH: 0,847 (38º)

Quando ir ao Chile

O Chile é um país de extremos. Você pode ir atrás do clima árido do deserto no norte, que é fantástico o ano inteiro, e apesar do calor durante o dia atinge temperaturas perto de zero durante a noite.

O verão também é a melhor época para visitar a Patagônia, já que no inverno, de junho a setembro, chove muito e inclusive muitos hotéis e passeios estão fechados por causa do tempo. Fora que tem uma grande chance de encontrar estradas fechadas.

Já Santiago é uma cidade para visitar o ano todo. No verão, primavera e outono, os dias são agradáveis e dá para curtir as praias da costa e as vinícolas. Já no inverno, o Valle Nevado, pertinho de Santiago é o lugar perfeito para esquiar.

Alta temporada (novembro a fevereiro):

  • A melhor época para ir à Patagônia é de novembro a fevereiro, pois é verão e os dias são bem longos.
  • As praias lotam entre o fim de dezembro e janeiro pelo mesmo motivo acima, o verão.

Média temporada (de setembro a novembro e de março a maio):

  • Melhor período para visitar Santiago.
  • No outono (abril) ou de setembro a novembro é uma boa época para conhecer o distrito dos lagos.
  • Os festivais de vinho geralmente acontecem em março.

Baixa temporada (junho e agosto):

  • Apesar de ser baixa temporada para visitar o norte e o sul do país, é a melhor época para visitar os resorts de esqui. O Vale Nevado está geralmente lotado, mas é bom sempre checar se o nível de neve foi suficiente para esquiar.

Tsunamis no Chile. Apesar de sabermos sobre eventuais terremotos e tsunamis no Chile, não é algo previsível, não há o que fazer, é ir e torcer para que não aconteça. Nas cidades da costa há placas com as rotas de fugas em caso de tsunamis. Vale ficar atento a essas placas e também aos alarmes que tocam em caso de alertas. O site Earthquaketrack tem atualizações diárias sobre os tremores do país.

Como chegar no Chile

Os voos que saem do Brasil chegam a capital Santiago no Aeroporto Internacional Arturo Merino Benitez. O aeroporto fica a 15km do centro, em torno de 20 minutos de taxi. Companhias áreas costumam oferecer voos diários do Rio de Janeiro e de São Paulo para Santiago.

A cidade de Salvador também oferece voo direto para Santiago, mas dependendo do preço, compensa mais fazer escala em São Paulo ou no Rio de Janeiro.

A última vez que estivemos no país, em outubro de 2017, o Uber não estava disponível no aeroporto, então vale checar no site deles se já está funcionando por lá.

Como estávamos com nossos pais, era a noite e estava chovendo, optamos por usar taxi. Você vai ser abordado por um monte de taxistas na saída do aeroporto, mas, não quisemos arriscar e usamos o taxi oficial, onde você já paga antes até no guichê do aeroporto. Custou 22 dólares (mais ou menos 70 reais na época).

Dependendo para onde você vai dentro do Chile, as distâncias podem ser bem longas. Então se seu destino é o Deserto do Atacama ou na Patagônia Chilena a melhore opção é ir de avião. A Sky Airline é uma companhia área low cost chilena mas vale sempre comparar preço.

Vinha Del Mar, Valparaíso e Vale Nevado

Para lugares mais próximos como Vinã del Mar, Valparaíso e Vale Nevado, é possível alugar um carro em Santiago e aproveitar as boas estradas do país. Agências locais ou internacionais, vendem tours de um dia para Viña del Mar e Valparaíso.

São passeios bate-volta que compensam se você tiver pouco tempo para aproveitar a capital chilena e não quiser dirigir pelo país.

Outra opção é seguir os 110km de ônibus, uma dica é comprar a ida para uma cidade e o retorno de outra. Existem duas principais empresas que fazem esse trajeto: a Turbus (https://www.turbus.cl/) e a Condor (http://www.listosparaviajar.cl). É importante ressaltar que os ônibus de Santiago para Valparaíso e Viña del Mar saem de terminais integrados ao metrô.

Para o Valle Nevado é possível seguir em tour diários contratados em agências de turismo em Santiago ou ainda no Brasil. Localizado a 40km da cidade, a maneira mais comum de realizar esse percurso é em transfer.

Além disso, é possível solicitar o serviço de transfer com a hospedagem reservada no Valle Nevado, caso você se hospede por lá, ou combinar valores com taxistas de Santiago.

E ir até o Chile de carro, moto ou ônibus

Muitos brasileiros têm se aventurado em ir de carro ou de moto do Brasil até o Chile. Uma das opções é sair por Foz do Iguaçu no Paraná, cruzar o norte da Argentina e chegam até o país. Santiago e o Deserto do Atacama estão entre os principais destinos.

Outra alternativa ainda é ir de ônibus, demora quase 50 horas e chega a custar metade do preço da passagem aérea. A dica então é ficar de olho em promoções de passagens, uma vez que o voo leva somente 4 horas (Sp-Santiago). As empresas que fazem esse trajeto são: Crucero del Norte, ChileBus e Pluma

Se por acaso você começar sua viagem pela Bolívia e quiser chegar ao Chile, é possível pegar um trem Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, para Calama, no norte do Chile. Mas, uma vez no Chile o melhor meio de transporte são ônibus e avião.

Trem parece ser uma opção somente na rota do vinho. Há uma opção de trem de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, para Calama, no norte do Chile. Mas, uma vez no Chile, os melhores meios de transporte são ônibus e avião.

As cores do pôr do sol no Deserto do Atacama no norte do Chile

Hospedagem

O turismo no Chile é bem desenvolvido e nos principais destinos turísticos é possível encontrar todos os tipos de hospedagem: de campings a hostels acessíveis, de conhecidos hotéis de rede a luxuosos hotéis boutiques.

Há campings pelo país mas muitos fecham no inverno, então planeja-se e garanta que estarão abertos na época que você visitará o país.

Sugestões de hotéis em Santigo:

O bairro mais recomendado para hospedagem em Santigo é o Bellavista, que além de diversas opções de hotéis é também o bairro mais boêmio da cidade. Para quem procura agito e noites animadas, Bellavista é o destino ideal.

Rado Boutique Hostel – é um hostel temático e bem localizado em Santigo. Além da decoração interessante, o terraço e área em comum do lugar encantam os hóspedes.

Se hospedar no bairro da Providencia é uma boa opção para aqueles que não querem ficar no tumulto, mas desejam estar próximos de zonas comerciais e serviços.

Ibis Providencia – oferece tarifas acessíveis e boa localização, além do padrão Ibis com quartos bem equipados e o tradicional buffet de café da manhã.

Quem deseja desfrutar da parte mais moderna de Santiago, o bairro ideal para hospedagem é El Golf. No bairro estão localizadas avenidas de compras famosas na cidade e shoppings centers.

W Santiago – hotel cinco estrelas que oferece quartos luxuosos e piscina no último andar com bela vista para a cidade. Além do restaurante que serve pratos modernos da cozinha internacional, W Santiago possui um spa, uma sala de vapor e um bar de saguão onde você pode tomar coquetéis.

Sugestões de hotéis dentro do  Parque Nacional Torres del Paine:

Ficar hospedado dentro do Parque é caro. Dentre as opções disponíveis, as tarifas mais baixas são da Hosteria Pehoe e Hotel Lago Grey. Entretanto, as acomodações mais baratas estão localizadas em Puerto Natales, cidade mais próxima do Parque que fica a 100km de distância.

Outra opção é realizar o trekking pelo parque, onde você dormirá em refúgios, cuja hospedagem deve ser fechada com antecedência. O circuito W dura três dias e percorre boa parte das paisagens mais bonita do local.

Hoteria Pehoe – localizada no meio do Lago Pehoe oferece bom custo benefício devido a sua localização privilegiada. Além do visual charmoso, a Hosteria costuma ser ponto de parada para os tours que acontecem dentro do Parque. O restaurante local oferece diversas opções para almoço e jantar, mas os preços costumam ser bastante elevados para as refeições e bebidas.

Hotel Lago Grey – está próximo ao Lago Grey, que é um dos cartões postais do parque. Os quartos possuem aquecedor, TV por satélite, wifi e vista para o jardim, montanhas ou para o lago. O hotel oferece diversas opções de passeios pelo Parque Nacional Torres del Paine que podem ser contratados por um custo extra.

Explora Patagonia – é a opção mais cara de hospedagem dentro do Parque Nacional Torres del Paine, porém, oferece pacotes com tudo incluso, desde transfer a refeições e passeios. No Explora o hóspede pode aproveitar da piscina aquecida, sauna, banheira de hidromassagem e wifi.

Para quem procura hotéis, em Santiago, que tenham uma experiência um pouco mais exclusiva, vale a pena pesquisar pelos hotéis boutiques. São hotéis com no máximo 3 quartos, pouquíssimos funcionários e uma experiência bem mais privada.

Se você está buscando o máximo do luxo, os hotéis Explora, que você encontra tanto no Deserto do Atacama como no Parque Nacional Torres del Paine, vai te atender. Na região das vinícolas também é possível encontrar experiências exclusivas com hotéis que estão localizados dentro de algumas vinícolas.

Sugestões de hotéis em San Pedro de Atacama:

Hotel y Cabañas La Cochera – localizado a 200m da praça principal de San Pedro de Atacama, este hotel oferece quartos e bangalôs decorados com paredes de sapê e telhados de madeira.

Hostal Pueblo de Tierra – boa opção de hospedagem em San Pedro de Atacama com ótimo custo benefício, o Hostal possui piscina ao ar livre e wifi gratuito, além de estacionamento e um terraço e lounge de uso comum.

Explora Atacama – assim como o de Torres del Paine, o Explora Atacama oferece, além de luxo, uma experiência completa de hospedagem. O hotel oferece pacotes com tudo incluso, que abrangem transfer, acomodação, refeições e passeios. Há área de spa, com quatro piscinas, quatro banheiras de hidromassagem e sauna.

Você pode gostar:

O que levar

A sua mala para o Chile vai ser bem diversificada dependendo do destino escolhido e da estação do ano em que você visitará o país. Sua mala fica ainda mais complicada se você incluir múltiplos roteiros dentro do país.

Na primeira vez que visitamos o Chile fomos para o deserto e para a Patagônia, dois extremos e ai não tem jeito, a mala tem que comportar roupas para ambos cenários.

O que levar para Santiago e região?

As roupas que você usará em Santiago são provavelmente as mesmas que você usaria em qualquer cidade do ocidente. Roupas confortáveis durante o dia, uma blusa meia estação para o fim de tarde (principalmente no inverno e meia estações) e roupas quentes para a noite.

Dá para levar roupa de banho se você pretende visitar a região de praias ou mesmo usar a piscina do hotel. A região vinícola possui um clima parecido com o de Santiago, então não requer nenhum cuidado maior.

O que levar para o Deserto do Atacama?

O Deserto do Atacama é um dos lugares mais secos do mundo, possui um clima bem particular e requer uma atenção especial na hora de separar o que levar!

Devido a sua altitude de mais de 2.000 metros do nível do mar, as noites por lá costumam ser frias. No inverno vão de fria para geladas, rs! Porém na contramão, os dias são bem amenos o ano todo, com muito sol e nenhuma nuvem na maioria dos dias.

Ou seja, para o dia, não esqueça o protetor solar, chapéu/boné, roupas leves e calçados confortáveis. Já para a noite, traga uma boa jaqueta para o final de tarde e camadas de roupas para os passeios que saem de madrugada.

Não é incomum encontrar temperaturas abaixo de zero no inverno! Ah, e não esqueça seu biquíni para aproveitar o banho nas termas ou lagoas.

O que levar para a Patagônia?

Se o seu destino é a maravilhosa região da Patagônia Chilena, a regra básica é: roupas quentinhas e jaqueta corta vento a prova d’água. Leve tênis confortáveis e com sola grossa de borracha, para proteger seus pés do frio. Luvas, gorros e acessórios de inverno são necessários o ano todo!

Esse é um destino que exige roupas muito confortáveis, tênis de esporte, meias boas, roupas que respiram bem para as caminhadas. Para as mulheres, lembrem-se que apesar das botas de couro serem muito usadas para o frio do Brasil, muitas não funcionam na neve pois além de não aguentarem o frio escorregam em lugares com gelo e neve.

É melhor levar uma galocha para os dias de chuva do que levar uma bota de couro.

Veja também:

Comidas imperdíveis

#1 Empanadas Chilenas – Na maioria dos países da América do Sul é possível encontrar uma versão de empanadas. E no Chile não é diferente, ela vem assada, e o recheio mais encontrado é o de pino, que é carne moída, as vezes ela vem frita e o recheio pode ser de queijo também.

#2 Lomitos – Os lomitos são sanduíches tradicionalmente feitos em um pão achatado e com pernil. São deliciosos e hoje já existem restaurantes  especializados no prato. Um que provamos e adoramos é o Fuente Mardoqueo.

#3 Centolla Esse é o prato ícone do Chile, é aquele caranguejo gigante, em inglês, king crab. Se você for ao Mercado Central de Santiago encontrará o Donde Augusto, muito famoso mas talvez não o melhor custo benefício. A melhor centolla que comemos foi na vinícola Montes, um prato chamado Chupe de Centolla, maravilhoso. No “El Rey Del Mariscal”, no mercado municipal, restaurante que fica no mezanino do mercado, é um dos melhores lugares para experimentar Centolla em Santiago.

#4 Cordeiro Patagônico – O cordeiro patagônico tem um sabor muito peculiar e rico e se você estiver no Chile, vale experimentar. Ah, e é feito de uma maneira diferente da Argentina, caso você já tenha comido no país vizinho.

#5 Mote com Huesillo – Você vai ver muitas pessoas pelas ruas do Chile com um copo com uma bebida e uma colher comendo o que tem dentro. É uma bebida não alcoólica feita com pêssegos e trigo e um xarope com mel, água e canela. Delicioso!

Torres del Paine é um dos lugares mais bonitos do mundo

Top 10 imperdíveis

  1. Ver o céu mais limpo do mundo em um observatório estrelar em São Pedro do Atacama.
  2. Tomar um excelente vinho nas vinícolas de Santa Cruz (Valle do Colchágua – Rota do Vinho).
  3. Ver o sol nascer nas montanhas do Parque Nacional Torres del Paine.
  4. Tirar uma foto de dentro da Capelas de Mármore na Carreteira Austral.
  5. Visitar os Moais da exótica Ilha de Páscoa.
  6. Experimentar os caranguejos gigantes (centolla).
  7. Visitar a maior piscina do mundo em Algarrobo, 88km de Santiago.
  8. Conhecer Valparaiso e Viña del Mar.
  9. Subir o vulcão Villarica e conhecer a cidade de Pucon.
  10. Esquiar em uma das estações de esqui Valle Nevado, El Colorado, La Parva e Farellones.

Dicas e Curiosidades do Chile

  • Santiago, a capital, abriga 1/3 de toda a população chilena.
  • Os turistas brasileiros devem prestar atenção a certos hábitos que são liberados no Brasil e proibidos no Chile, como, por exemplo, andar sem camisa pelas ruas e parques.
  • Além disso, consumir bebidas alcoólicas em locais públicos, como nas ruas, pode gerar problemas com a polícia chilena.
  • Outra curiosidade é que existe uma lei que obriga todos os moradores a hastear a bandeira chilena nos dias 21 de maio, Glórias Navais, e 18 e 19 de setembro, Festas Pátrias.
  • A 120km de Santiago está localizada a maior piscina do mundo? Ela fica no Resort San Afonso del Mar, tem 1km de extensão e 115m de profundidade. Para enchê-la é necessário mais de 250 milhões de litros d’água. Um sistema de sucção e filtragem capta a água do mar para encher a piscina.
  • No Chile os postos Copec das estradas são grandes, limpos e caros. É possível até tomar banho por 500 pesos.
  • No Chile procure sempre o super mercado Lider, é onde você tem os melhores preços e opções.
  • Nos mercados do Chile você tem sempre na etiqueta o preço do produto por Kilo ou litro, assim fica mais fácil comparar o preços.
  • Punta Arenas no sul do Chile possui uma zona franca e algumas coisas com bons preços.
  • Iquique no extremo norte do Chile também possui uma zona franca e diversos produtos com preços acessíveis.
  • No Chile atentar-se que o pedágio uma vez pago vale a vez no pedágio das saídas laterais, geralmente está escrito no ticket do pedágio (próximas 6 horas pago liberado por 1 vez em plazas laterales de Ruta del Maipo).

Se você gosta de…

Adrenalina: Você pode se aventurar subindo o vulcão Villarica ou nas pistas de esqui no Valle Nevado, a menos de uma hora de Santiago.

Caminhadas: Vá para Torres del Paine. Além do destino número 01 do país para caminhadas, é importante destacar que o Chile possui mais de 4 mil quilômetros de montanhas por sua extensão. Do deserto a Patagônia, há trilhas por toda parte.

Culinária: Apesar de não tão popular entre os brasileiros, a culinária chilena apresenta ingredientes frescos e finos na composição de ótimos pratos. Em Santigo há diversas opções de restaurantes renomados, algumas você encontrará no mercado central.

Cultura: O festival da cultural em Santiago é sensacional! Quando visitamos o país pela primeira vez tivemos sorte de estar lá bem quando estava acontecendo o festival. São diversos eventos culturais pela cidade toda, alguns museus com entradas gratuitas, feiras de artesanato e comida por vários lugares, realmente uma aventura a mais!

Encontro com animais: Àqueles que gostam de apreciar o contato com animais durante viagens devem conhecer a Ilha Magdalena, localizada em Punta Arenas na patagônia chilena; a Reserva Nacional las Vicuñas, localizada próximo a região de Arica; e Chiloé, uma ilha no oceano pacífico que fica na região de Los Lagos.

Paisagens memoráveis:Belos lugares não faltam no Chile, mas não deixe conhecer o Deserto do Atacama, Distrito de Lagos e Tierra del Fuego.

Refúgios remotos: Ao norte você pode explorar o Deserto do Atacama, ao sul a Patagônia e estender viagem para a árida Tierra del Fuego. Se quiser um lugar mais remoto ainda, a Ilha de Páscoa é perfeito.

Vida urbana: Quem gosta de conhecer belas cidades deve visitar as cidades chilenas de Santiago e Valparaíso. Locais repletos de museus, atrações turísticas e serviços.

Vida noturna: O melhor agito noturno no Chile acontece em Santigo no boêmio bairro de Bellavista.

Nossa viagem por lá

Já visitamos o Chile três vezes e acho que isso mostra o quanto gostamos do país! Na verdade sempre falamos para as pessoas que é um lugar tão perto e com tantas belezas que deveria ser o primeiro destino internacional de alguém. Abaixo um pouco do nosso diário de bordo quando passamos por lá em nossa volta ao mundo de carro.

Load More Posts

É um país seguro?

O Chile é o país mais seguro da América Latina, mas nem por isso você não precise ficar atento:

Tenha sempre com você um mapa e o endereço do lugar onde você esteja hospedado.

Se você estiver em um lugar muito remoto, na Patagônia ou no Deserto do Atacama, tenha sempre um kit de primeiros socorros com você e o nome dos remédios na língua local.

Infelizmente, na nossa volta ao mundo por 78 países, foi lá que tivemos o único incidente de segurança.

Na verdade é um golpe, que eles fazem com muitos turistas: eles furam o pneu do carro, principalmente ali na região de Viña de Mar e Valparaíso, e enquanto você está trocando o pneu eles furtam o que tiver no porta-malas. Principalmente porque há alguns outlets por ali e muitas pessoas vão as compras, e nesse momento, o porta malas está cheio de coisas novas, eletrônicos, e por ai vai.

Se quiser ver exatamente o que aconteceu com a gente é só clicar aqui.

Veja também: 

Santiago é uma das cidades mais legais da América do Sul

O que nós achamos do Chile?

O Chile sem sombra de dúvidas é um dos nossos países preferidos na América do Sul e o motivo é simples: o país tem uma das paisagens mais bonitas do continente e Santiago, a capital, é uma cidade super gostosa de visitar!

Somos apaixonados pelo Deserto do Atacama ao norte do país e ficamos encantados com a beleza do Parque Torres del Paine no extremo sul do país. Mesmo já tendo visitado o país três vezes e ficado mais de 50 dias somados por lá, ainda temos muito para ver!

A região dos lagos dizem ser fantástica e somos loucos para conhecer a Ilha de Páscoa.

As estradas são boas, os serviços são decentes, as pessoas simpáticas e é relativamente seguro. Dá para fazer passeio urbano, comer bem e ainda ver visuais surreais e completamente diferentes do que estamos acostumados aqui no Brasil.

Voltaríamos sempre!

Siga eles no Instagram: Leo Spencer e Rachel Spencer

Melhores Roteiros

Contrate um guia

Araya Atacama – Em Outubro de 2017 tivemos o prazer de conhecer as Lagunas Escondidas no Atacama com a Araya. A Roberta é brasileira, casada com um chileno e tem feito um trabalho muito bacana na região. Foi também com eles que nós fomos até a Bolívia e deu tudo certo!

Intercâmbio

Essa parte está em desenvolvimento, mais novidades em breve.

Trabalho x Habilidade

Essa parte está em desenvolvimento, mais novidades em breve.

Localize-se no mapa

Baixe nosso guia

Quer todas essas informações de forma gratuita no seu smartphone, mesmo se não tiver internet durante sua viagem? É só baixar o e-book com todo o conteúdo disponível nesta página.

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Receba nosso conteúdo gratuito
Acreditamos que juntos chegaremos mais longe e é por isso que disponibilizamos e-books, guias e planilhas gratuitas para vocês, seguidores do Viajo logo Existo
Clique aqui para confirmar
*você receberá um e-mail atutomaticamente de confirmação - verifique suas caixas de entrada
close-link
Receba nosso conteúdo gratuito
Acreditamos que juntos chegaremos mais longe e é por isso que disponibilizamos e-books, guias e planilhas gratuitas para vocês, seguidores do Viajo logo Existo
Clique aqui para confirmar
*você receberá um e-mail atutomaticamente de confirmação - verifique suas caixas de entrada
close-link
shares