fbpx
Emirados Árabes2019-11-03T10:12:38-03:00

Emirados Árabes Unidos

Localizado no Golfo Pérsico, os Emirados Árabes Unidos é uma nação da península Arábica e país da federação de sete emirados: Dubai, Abu Dhabi, Ajman, Sharjah, Fujairah, Umm Al-Qaiwain e Ras Al-Khaimah.

O que mais chama a atenção no destino é a mistura entre tradição, cultura, história e modernidade. Você vai se encantar pelo país islâmico e pelos seus muitos arranha-céus, entre eles uma das maiores torres do mundo: Burj Khalifa.

Por lá você vai encontrar muitas atrações, centros de compra cheios de lojas de grife, hotéis, restaurantes, condomínios de luxo e ilhas artificiais espalhadas pelas avenidas.

E os mais interessante, apesar de Dubai e Abu Dhabi serem os emirados mais famosos e mais visitados, os outros emirados também querem atrair os turistas e estão investindo nisso.

Nossos Parceiros

Logo Microsoft - Parceiro
Logo Smiles - Parceiro
Logo Copa Airlines - Parceiro
Logo Software One - Parceiro

Além da parte moderna, você pode curtir a simplicidade da praia

Informações úteis
Capital: Abu Dhabi
Moeda: Dirham
Idioma: Árabe
População: 9,4 milhões (2017)
Requer Visto: Não. É possível ficar no país por até 90 dias sem visto
Requer Vacinas: Não
Eletricidade: 220 V
IDH: 34°

Quando ir aos Emirados Árabes

Por se tratar de uma região desértica, faz calor o ano todo, as vezes um calor insuportável. Apesar do calor nem sempre você encontrará um céu azul, muitas vezes acontecem tempestades de areia e o céu fica coberto por uma névoa de poeira. No verão as temperaturas são elevadas e costumam chegar até a 45°C.

Se possível evite estar na região no auge do Verão, entre Julho e Agosto, e no mês do Ramadan, período sagrado para os muçulmanos, entre os meses de Maio e Junho. Essa época é dedicada a orações, jejum e caridade e por isso as praças de alimentação e restaurantes ficam fechadas durante o dia. As atrações possuem horários alterados e alguns passeios não funcionam nesses meses.

Alta Temporada (Outubro a Março): O Inverno corresponde à alta temporada nos Emirados Árabes porque são os melhores meses para visitar as atrações ao ar livre, passear pelas ruas e conhecer o país. Por ser época de alta temporada, consequentemente os preços acabam ficando mais salgados. Para evitar o calor excessivo compensa pagar um pouco mais caro e aproveitar mais a viagem. Nessa época tudo está funcionando normalmente e todas as atrações ficam abertas.

Média Temporada (Abril – Maio): Entre Abril e Maio é Primavera, mas as temperaturas já começam a subir um pouco, variando entre 26°C e 33°C. Ainda dá para visitar a região se você lida bem com o calor.

Baixa Temporada (Junho a Setembro): Entre Junho e Setembro as temperaturas chegam ao seu auge e os termômetros marcam por volta de 40°C. Durante esses meses o fluxo de turistas é baixo e algumas atrações ficam fechadas, por exemplo, o Miracle Gardens e a Global Village. Nessa época os preços acabam ficando menores e os serviços de hospedagem oferecem maiores descontos.

Melhores Meses:

Nós recomendamos visitar o país entre os meses de Novembro a Abril, época mais fria e com temperaturas mais agradáveis, variando em torno de 24°C durante o dia e 13° durante a noite. É importante ressaltar que entre Dezembro e Janeiro são os meses que chovem por lá, mesmo que chova bem pouco.

Como chegar aos Emirados Árabes?

A melhor forma de chegar aos Emirados Árabes é por via aérea, voando direto de São Paulo ou do Rio de Janeiro. O custo pode ser alto, mas acaba compensando por ser voo direto. Além dessas opções existe a possibilidade de chegar em Abu Dhabi com conexões da Europa ou pelos Estados Unidos.

Voos: A companhia aérea Emirates, de Dubai, oferece voos diretos com duração de 14h30 e é a única que possui opção direta para Dubai. Com outras companhias é necessária ao menos uma conexão. A Turkish Airlines faz conexão em Istambul, a KLM conexão em Amsterdam e a Air France conexão em Paris. A Ethiopia Airlines também oferece boas opções para este trajeto.

Transporte no País

Aluguel de carro: Alugar carro em Dubai funciona super bem e nós geralmente alugamos no Skyscanner, que compara o preço de várias empresas. Só vale mencionar alguns detalhes: a primeira é que Dubai está sempre em reforma então o Google Maps muitas vezes se perde, então, sempre colocamos um tempinho a mais do que o GPS para chegar a algum lugar. Segunda coisa, sempre ficar com o tanque cheio, da última vez em Abu Dhabi estávamos na reserva e o posto mais próximo ficava a mais de 10km. E por último, se atentar ao terminal que você chegará e em qual pegará o carro. Antigamente existia um shuttle entre os terminais mas parou de funcionar (info de 2019) e gastamos mais com o taxi entre um terminal e outro do que com o aluguel do carro! Lição aprendida! Todos os terminais tem aluguel de carro, mas alugamos no mais barato e não era no terminal que chegaríamos.

Uber: Uma opção eficiente e com trajetos mais rápidos é o Uber, que funciona nos Emirados Árabes como em todo o mundo. É necessário possuir o aplicativo no celular e acesso à internet (gratuito no aeroporto). A desvantagem são os preços, em alguns casos não são muito acessíveis. Em Dubai o Uber (as vezes) possui um preço mais alto comparado ao táxi. E por lá os táxis com teto cor de rosa são dirigidos por mulheres e feito só para mulheres.

Trem: Em Dubai o tram (um trem elétrico, tipo bondinho moderno) possui uma linha que percorre 10,6 km da região litorânea e oferece 11 estações entre Dubai Marina e Jumeirah.

Metrô: Em Dubai existe uma grande disponibilidade de estações de metrô. O serviço foi desenvolvido com muita tecnologia, com trens que circulam sem operadores e são controlados por um sistema. Existem duas linhas que apesar de não cobrir toda a cidade acaba auxiliando bastante os moradores e turistas. As linhas disponíveis são a vermelha e a verde, com 47 estações e 75 km de linha ao todo. Todas as estações são acessíveis e possuem elevador, escada rolante e ar condicionado.

Ônibus: A rede de ônibus que circula por lá é formada por 119 linhas, incluindo uma linha noturna. Os ônibus são novos e todos os pontos são fechados e climatizados com ar condicionado para que se possa aguentar o calor acima de 40° no Verão. É importante ressaltar que não é permitido pagar em dinheiro, apenas com o cartão.

City Pass para o Transporte: Em Dubai os sistemas de metrô, trem, trolley e ônibus são integrados e podem ser pagos com o mesmo cartão. O cartão NOL (Nol Card) é recarregável e te permite utilizar todos os transportes públicos da cidade. O valor varia em função da distância percorrida e da modalidade de cartão que você for adquirir. Existem quatro tipos que permitem usar os transportes: vermelho – você pode recarregar no máximo 10 trajetos, prateado – o preço é de 25 AED e inclui 19 AED de saldo, o dourado – permite usar os vagões Gold Class (vip) e o azul – que compensa mais para quem é morador.

Navio/Barco/Cruzeiro: Você pode andar de Water Bus (ônibus aquático) em Dubai e percorrer a Dubai Creek. Nesse transporte os assentos são amplos e confortáveis, com grandes janelas e telas para apreciar a vista. Esse meio é útil para percorrer grandes distâncias.

Além do Water Bus, Dubai também oferece o Water Taxi, o táxi aquático. Suas tarifas são um pouco mais elevadas e possui poucas paradas. Funcionam das 10h às 22h e possui capacidade para até 11 pessoas.

Acessibilidade: Os Emirados Árabes é um país acessível e tecnológico. A maioria dos locais possuem elevadores, rampas e escadas rolantes.

Dubai Marina visto da Palm Island, as ilhas artificiais de Dubai

Hospedagem nos Emirados Árabes

Escolher onde se hospedar nos Emirados Árabes não é uma tarefa fácil. A quantidade de opções é imensa. Você encontrará hotéis de todos os tipos, inclusive os mais luxuosos do mundo. Gastar pouco com hospedagem por lá não é uma tarefa fácil, ou melhor, quase impossível.

Algo que deve ser levado em consideração é a localização, para que você não acabe gastando mais com transporte, em vez de só pagar um pouquinho a mais no hotel e ficar bem localizado. Um rede acessível é a rede Ibis, e apesar de ter mais de um, o Hotel ibis Al Barsha fica perto da Marina Dubai e do JBR, onde você tem acesso a vários restaurantes e serviços.

Mas se você prefere um pouco mais de conforto, uma boa opção é o Sofitel, que conta com um hotel no JBR e outro localizado na ilha artificial Palm Jumeirah, o Sofitel Dubai Palm Apartments e é um resort inspirado no estilo polinésio.

Outras opções para quem quer ter a experiência de luxo, tão associada a Dubai, você pode escolher entre o Hotel Armani, que fica dentro do Burj Khalifa, ou o clássico Burj Arab, que tem o formato de uma vela de barco.

Veja abaixo as opções de hotéis em Dubai, por exemplo.

Booking.com

Airbnb e Couchsurfing:

Para quem é fã da economia colaborativa, o Airbnb e o Couchsurfing são ótimas ferramentas. O Airbnb é uma plataforma em que você pode alugar tanto um apartamento ou casa, ou somente um quarto na casa de alguém. Tudo é feito pelo site e de forma bem segura.

Já o Couchsurfing é ainda mais ousado e alguém literalmente te oferece o sofá da casa para você dormir. O sistema oferece hospedagem na casa de moradores na cidade em que deseja.

Nas duas plataformas você precisa se cadastrar e fazer tudo pelo site. Em ambas plataformas é possível conversar com o proprietário e verificar sua reputação. O Airbnb é um serviço pago, quase um serviço de aluguel. Já no Couchsurfing, os anfitriões oferecem um espaço em suas casas sem receber nada em troca e você tem a chance de viver como um local do lugar que está visitando.

Segue um desconto para quem ainda não é cadastrado no Airbnb, só clicar AQUI.

O que levar

Quando o destino escolhido possui uma forte tradição e religião predominante é importante ficar atento ao que levar na mala e quais roupas usar. Por ser um país islâmico sabemos que a realidade do homem e da mulher é bem diferente, então, mulheres precisam ficar mais atentas na hora de se vestir.

Por mais moderna que Dubai seja ainda é uma cidade onde a cultura e a religião se envolvem e se misturam então é essencial respeitar isso para que as pessoas de lá não se sintam ofendidas. É importante ter respeito ao local, a população e a cultura que vamos conhecer.

Em Sharjah homens e mulheres devem evitar (muito) roupas que expõe joelhos, costas e barriga.

O país é muito quente, então leve sempre na bolsa durante os passeios água e protetor solar.

O que levar no Verão: Homens podem usar bermuda, camiseta, calça jeans e tênis à vontade, só fique atento a tatuagens, que devem estar cobertas na hora de entrar nas mesquitas.

Para as malas femininas nós recomendamos que adicionem lenços, sapatilhas confortáveis, rasteirinhas, vestidos longos, saias midis e blusas de manga. Evite (não use) decotes, lembre-se do respeito. Como as temperaturas são muito altas invista sempre em roupas com tecido bem leve. E por mais que seja quase impossível precisar, por causa das temperaturas, esteja sempre com um casaquinho leve para caso em alguns passeios precise cobrir os ombros.

Em relação às praias não se esqueça dos biquínis e sungas. Óculos de sol e bonés/chapéus também são bons aliados.

O que levar no Inverno: No Inverno as temperaturas variam entre 13°C e 24°C. São médias tranquilas e não precisa se preocupar com casacos muito pesados. Calças jeans, tênis, sapatos, jaquetas e blusas compridas dão conta do recado.

Veja também:

Comidas imperdíveis

A culinária dos Emirados Árabes é um reflexo da tradição comercial dos EAU, temperada com especiarias e ingredientes da Ásia e do Oriente Médio. Entre os pratos típicos se destacam as receitas na grelha, diversos peixes e carnes.

Canela, açafrão, cúrcuma, nozes, lima e frutas frescas aumentam o sabor dos pratos típicos dos Emirados. Não esqueça de provar as tâmaras, deliciosas.

Machboos: Prato servido à base de arroz, temperado com especiarias como cardamomo, cravo, canela, limão seco, passas e lentilhas amarelas. Algumas receitas levam carne, outras frango ou peixe.

Fareeth: Feito por camadas de pão fino, como os pães sírios. Recheado com uma mistura de carne, legumes, condimentados, virando um ensopado.

Ligamat: O doce mais comum dos Emirados. Composto por uma bolinha de massa frita, banhada em ghee, servida com xarope de tâmara.

Tabbouleh: Prato frio feito de salsinha, tomate, alface, azeite e ervas aromáticas.

Balaleet: Macarrão adocicado com passas, ovos e especiarias, servida com uma omelete de ovo sobreposta. Às vezes é servido com cebolas salteadas ou batatas.

Tomar um café com ouro no Emirates Palace é uma das experiências que as pessoas buscam nos Emirados Árabes

Dicas e Curiosidades dos Emirados Árabes

  • Dubai possui a construção mais alta do mundo: o prédio Burj Khalifa.
  • É comum ver um homem acompanhado de duas ou mais esposas.
  • Em quase todos os lugares possuem salas de oração, inclusive em shoppings, aeroportos e rodoviárias.
  • Os metrôs não possuem maquinista.
  • O país possui a sexta maior reserva de petróleo do mundo.
  • Em Dubai as mulheres fazem anúncios, em jornais, para encontrarem um noivo.
  • Beijar em público é ilegal.
  • Em Dubai os pobres e desempregados podem pegar comida de graça.
  • Abu Dhabi é o único lugar que possui uma filial do famoso Museu do Louvre.
  • Por lá sexta-feira e sábado são final de semana e domingo é dia útil.

Top 10 imperdíveis

  1. Ver Dubai do alto do Burj Khalifa
  2. Visitar a Sheikh Zayed Grand Mosque de Abu Dhabi
  3. Assistir ao espetáculo das Fontes de Dubai e emendar o passeio no Dubai Mall
  4. Fazer o safári pelo deserto, se puder dormir lá, vale a pena
  5. Passear pelo mercado de ouro e pelo mercado de especiarias em Deira
  6. Cruzar o Creek nas tradicionais abras
  7. Ir ao novo museu do Louvre em Abu Dhabi
  8. Passar um dia em Abu Dhabi Beach
  9. Se divertir no parque da Ferrari em Abu Dhabi
  10. Caminhar pela Marina Dubai ou JBR

Se você gosta de…

Adrenalina: Conheça o parque temático Ferrari World. Um parque de diversões construído ao lado do circuito de Fórmula 1 de Abu Dhabi. Com atrações que inclui a montanha russa mais rápida do mundo chegando a atingir a velocidade de 240 km/h.

Caminhadas: Caminhe pela Marina, em Dubai. Um bairro rico residencial que abriga o The Beach at JBR, um complexo de lazer com refeições ao ar livres e espaços de areia para relaxar.

Culinária: Almoce ou jante no Times of Arabian, o restaurante que é um verdadeiro templo árabe com decoração vermelha e dourada, grandes assentos e luz baixa. Você achará a experiência deliciosa.

Cultura: Para conhecer um pouco a história de Dubai, visite o Dubai Museum. O museu mostra a vida antes dos anos 50. Como eles viviam e como era o dia-a-dia dos moradores na época. São inúmeras galerias de mesquitas, souks, bazares, fazendas e outros pontos da vida cotidiana.

Paisagens Memoráveis: Visite o maior jardim de flores do mundo, no meio do deserto, o Dubai Miracle Garden. Lá você encontrará 72 mil metros quadrados e mais ou menos 150 milhões de flores que formam arcos, mosaicos, túneis e cascatas. As esculturas são verdadeiras obras de arte. Mas lembre-se que esse passeio não funciona no verão.

Refúgios Remotos: Para fugir um pouco dos passeios tradicionais, visite o Al Ain Oasis. O oásis histórico que é Patrimônio Mundial da Unesco se estende por 3 mil acres e oferece uma visão única dos habitantes da região. Por lá você encontrará até 100 variedades diferentes de vegetação.

Vida Urbana: Vá ao Dubai Mall, o maior centro comercial do mundo. Para quem gosta de fazer compras se encantará pelo maior shopping do mundo e possui lojas para todos os gostos e bolsos.

Vida Noturna: Divirta-se no Cavalli Club, uma das melhores boates de Dubai. Lá conta presença de artistas famosos mundialmente e DJs renomados. As baladas de Dubai são bem luxuosas, então invista no look.

Planejamento de viagem

Abaixo listamos uma série de posts que vão te AJUDAR a chegar ainda mais longe! São diversas dicas para que sua viagem ocorra de mais tranquila possível, como dicas de finanças, de saúde, de segurança, aplicativos imprescindíveis, e por aí vai. Se achar que faltou alguma coisa, só nos avisar.

Finanças na Estrada

5 dicas importantes na hora de trocar dinheiro em sua viagem

Como ganhar milhas reservando hotéis

10 dicas para planejar as finanças de uma volta ao mundo

Saúde na Estrada

Qual plano de saúde usar para sua viagem?

Vacinas e cuidados extras na estrada

Como usar o cartão de crédito para fazer seu seguro de viagem

Cuidados com a Malária em sua viagem

Documentos Importantes

10 documentos que você não pode esquecer em sua viagem

Como tirar Passaporte no Brasil

Saiba como solicitar o passaporte de emergência

Aplicativos para sua viagem

Os melhores aplicativos para ajudar sua viagem

Airbnb: O que é, como funciona e como usar?

Como enviar dinheiro para o exterior com o TransferWise

Nesta página você pode acessar todos os posts de planejamento!

Nossa viagem pelos Emirados Árabes

Já fomos algumas vezes para o país desde 2015, em uma dessas vezes passamos quase um mês em Dubai na casa de amigos brasileiros. Já fizemos tour com guias, já alugamos carro, já fomos em lugares caros e em lugares super baratos. Já dormimos por conta própria no deserto a acordamos com camelos do lado das nossas barracas e já pegamos praia olhando para os imensos prédios de Dubai.

Os Emirados Árabes é seguro?

O país é seguro e o índice de violência por lá é de quase 0%. Pelo segundo ano consecutivo os Emirados Árabes obteve a primeira colocação no site colaborativo Numbeo. Abu Dhabi foi considerada, também pelo segundo ano consecutivo, a cidade mais segura do mundo.

Caso seja sua primeira vez no destino é importante seguir algumas dicas, principalmente se você for mulher e estiver viajando sozinha: evite andar sozinha à noite, evite roupas decotadas e justas ao corpo por ser um país muito religioso e que leva muito a sério as vestimentas. Essas dicas são para evitar constragimentos, ou qualquer situação que possa te deixar desconfortável, porque mesmo assim, a chance de você ser roubada, é praticamente nula.

Lembre-se sempre de respeitar às leis e tradições locais para garantir que sua viagem seja a mais agradável possível.

Veja também:

A Chel a caracter nos Emirados Árabes

O que nós achamos dos Emirados Árabes?

Já estivemos sete vezes nos Emirados Árabes (entre 2015 e Out19) e tivemos o prazer de já ter visitado os sete emirados que existem no país. Claro que passamos mais tempo em Dubai, que é onde mora a família de brasileiros que sempre nos recebe, mas já fomos algumas vezes para Abu Dhabi curtir as atrações da região.

Como um todo gostamos da região, claro que tem a questão de ser muito quente, e sim, é quente mesmo no verão, impossível de viver fora do ar condicionado. E tem também a questão da cidade não ter muita alma, por ser nova, e muito moderna (muita gente reclama disso). E sim, comparado com cidades milenares isso faz sentido, mas o importante é você visitar Dubai e região sabendo o que terá pela frente.

O que mais nos impressiona é como a cidade muda, como ela cresce rápido, sempre atenta ao que há de mais moderno no mundo, os bons restaurantes, hotéis, esculturas malucas e obras faraônicas. Sempre que voltamos o país está diferente, sempre mudando, crescendo, se adaptando.

Os Emirados Árabes é um país interessante para ver o que há de mais moderno no mundo.

Siga eles no Instagram: Leo Spencer e Rachel Spencer

Melhores Roteiros

Roteiro de Dubai