Home – Norte da Europa – Escócia

Adoramos tudo que fizemos em três dias pela Escócia!

Nossa chegada a Edimburgo foi quase sem expectativas, tínhamos visto um pouco da Inglaterra e agora chegamos ao nosso último país na região, a Escócia. \

Pegamos um voo de Dublin para Edimburgo que custou 12 libras, achamos essa bagatela no skyscanner e nem pensamos duas vezes.

Do aeroporto pegamos um ônibus que vai direto para o centro (assim como em Dublin chama Airlink) e seguimos para o encontro com a Maria, nossa anfitriã na cidade. Conforme nos aproximávamos do centro nos encantamos com a cidade que parece ter parado no tempo.

Deixamos nossas malas com a Maria no trabalho e seguimos andando e tentamos ver um pouco mais dessa charmosa cidade. No caminho encontramos uma barraca de crepe de um brasileiro e comemos o melhor crepe da viagem! Falamos um pouco de português enquanto beliscávamos alguns pães de queijo e ouvimos a história do Fernando e como ele e a família vieram parar aqui.

Estávamos ansiosos para ver os incríveis cenários da Escócia.

Edimburgo é a nossa cidade preferida no Reino Unido

Fomos até o Castelo de Edimburgo e até a Catedral que são paradas obrigatórias. Reparem na estátua do David Hume e do Adam Smith, eu que estudei economia li muito sobre esses eles. Fazia tempo que eu já não os acessa na minha memória, rsrs. Essa parte da cidade é conhecida por ser a cidade velha.

No dia seguinte, como o dia estava lindo, passamos novamente pelo castelo. No caminho cruzamos a Grassmarket Square, que é bem bonitinha e fomos até a George St, que é a rua principal do outro lado. Nós adoramos o clima da cidade e chegamos a conclusão que foi a cidade, que achamos mais bonita em toda a região. Acabamos o passeio no Calton Hill, de onde é possível ter uma bela vista da cidade.

Daqui vamos para o interior da Escócia, a parte das Highlands.

Edimburgo é sem dúvida uma das cidades mais lindas da Europa.

Lugar mágico: as Highlands da Escócia 

Nosso único impasse é que teríamos que alugar um carro e pagar algum lugar para ficar. Contudo, julgamos que essa era uma oportunidade única e que daríamos um jeito de gastar dentro do nosso orçamento de 100 dólares e ainda aproveitar a região.

Por meio do site do Skyscanner alugamos um carro baratinho, deu menos de 20 libras por dia com gps. Pegamos o ônibus para o aeroporto e retiramos o carro, como o dia já estava acabando nosso plano era seguir em direção as Highlands e dormir em algum hotel de estrada.

Geralmente é mais em conta, o plano deu certo e na manhã seguinte continuamos a dirigir os 250km sentido Inverness, uma cidade no norte do país.

O mais impressionante é que somente alguns quilômetros ao norte a paisagem já mudou completamente. A neve toma conta de tudo agora, as montanhas estão cobertas por ela. Até na beira da estrada dá para ver que nevou recentemente.

Como esperado as estradas estão em ótimo estado e sem gelo ou neve.

Dirigindo pelas Highlands da Escócia.

Sem destino nas Highlands da Escócia

Dirigir pelas Highlands foi algo meio subjetivo, não tínhamos um roteiro exato de onde ir ou como ir. A Chel havia anotado alguns lugares bacanas para se visitar como o Lago Ness, o castelo de Eilean Donna, Isles of Skye. A região é grande e pra mim, o melhor mesmo foi as paisagens entre esses pontos. A cada nova estrada um visual diferente. As vezes com um rio ao lado, as vezes com florestas em meio a neve, um castelo, tudo muito bonito.

Uma outra coisa bacana é que não havia muita gente, talvez por ser uma sexta-feira, tudo estava mais tranquilo. E deu para parar o carro varias vezes na estrada, curtir o visual, tudo sem pressa, sem pressão de gente em volta te acelerando. No final do dia, próximo a Eilean Donan achamos um hotelzinho. Simples mas honesto por 50 libras e passamos a noite por lá. O preço um pouco acima da nossa média de estadia, mas dentro dos nossos limites.

Na manhã seguinte fomos visitar o tal do Eilean Donan, que no dia anterior não havíamos encontrado. Chegamos cedo com o dia ainda abrindo e gostamos do que vimos, um castelo com um lago ao redor, super bonito. Seguimos um pouco mais sentido Isles of Skye, porem como tínhamos que entregar o carro as 16hrs no aeroporto resolvemos voltar. Seriam ainda 300km de volta e não gostamos de ter que fazer as coisas correndo.

Portanto pé na estrada sentido Edimburgo, onde terminamos nossa passagem pela Escócia. De lá então seguir para Londres de onde terminaríamos nossa passagem pela Europa.

O dia que visitamos o Castelo de Eilean Donan.

De Edimburgo para Liverpool na Inglaterra

No momento em que chegamos no aeroporto de Edimburgo para entregar o carro ainda não sabíamos o que fazer saindo dali. Chegamos a discutir sentados no banco do aeroporto sobre as possibilidades: pegar um trem direto para Londres, muito caro então descartado, voar para Londres, não encontramos nada acessível, voar para a Islândia, afinal já estávamos por aqui mesmo, mas também não achamos voo barato.

Bom, resolvemos seguir para o centro da cidade, pegar um hostel e decidir no dia seguinte.

Tínhamos a indicação do hostel Kickass e lá fomos nós. Até agora não tínhamos ficado nenhuma vez em quarto compartilhado então foi uma experiência diferente. No nosso quarto tinha um brasileiro que estava de mudança para Edimburgo e um americano que estava começando uma viagem de dois anos, foi interessante essa interação. Saímos para jantar e atrás de comida brasileira passamos em uma churrascaria, na barraca de crepe do Fernando (melhor crepe que já comemos) e finalmente chegamos no Barraco do Brasil e lá jantamos.

Eu estava morrendo de vontade de comer moqueca e estava uma delícia, o Leo foi de PF. Conversando com os garçons que são todos italianos descobrimos que o dono também é, nasceu no Brasil mas foi ainda muito pequeno para a Itália. Mesmo assim estava fazendo comida brasileira muito boa.

No dia seguinte pegamos um trem para Liverpool. Era meio caminho de Londres e de lá decidiríamos o que fazer. Apesar de já estar escuro, quando chegamos ainda era 6hrs da tarde e resolvemos passear, acabamos caindo no bairro chinês. Passeamos por ali, jantamos e seguimos de volta para o hotel. Na segunda-feira o tempo não ajudou mas mesmo assim seguimos a pé passeando pelo centro.

Apesar de Liverpool ser famosa pelos Beatles a cidade e toda sua parte portuária é considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco pelo importante papel no desenvolvimento do Império Britânico. Há também vários museus para se visitar por aqui.

De volta a Inglaterra, visitamos a cidade de Liverpool.

Inspire-se com nossos livros

Livro Viajo logo Existo Um ano na Estrada

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Estrada (1)

R$ 65,00

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente (2)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na África

Livro Viajo logo Existo na África Selvagem (3)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na Ásia e Oceania

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Ásia e Oceania (4)

R$ 80,00

Nossos Parceiros

Logo Microsoft - Parceiro
Logo Smiles - Parceiro
The North Face logo - Parceiro
Logo Copa Airlines - Parceiro
Logo Software One - Parceiro

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Veja nossos guias de viagem