Home – Europa – Espanha 

A linda Sevilla e os preparativos para o Marrocos

Voltaríamos a Espanha e agora era hora de planejar nossa visita a linda Sevilla e os preparativos para o Marrocos.

O tempo que ficamos em Portugal foi prolongado por diversos eventos e acabamos ficando 29 dias por lá. Agora, depois de aproveitarmos bastante a região, era hora de partir. Nosso destino era a cidade de Sevilla e lá fomos nós.

Depois de dirigirmos quase o dia todo seguimos para o único camping que o App ACSI que usamos encontrou. Por ser fora da cidade até ficamos com medo de ser meio mico o lugar, mas chegando lá era tudo razoável e apesar do frio, seguimos para a barraca.

Nosso plano era aproveitar essa região da Espanha antes de seguir para o Marrocos. Sabíamos que além de Sevilla, queríamos visitar Málaga, Córdoba e Granada.

Todas elas com boas recomendações mas não sabíamos se visitaríamos antes ou depois da nossa rápida visita a África.

A caminho de Punta Arenas, no meio do nada – Chile.

A linda cidade de Sevilla

Como sempre dividimos por aqui nem sempre sai como o esperado. Na manhã seguinte a chuva nos acompanhou sem parar, atrapalhando nossa visita a cidade.

Seguimos para o centro da cidade de Sevilla que nos surpreendeu, mesmo debaixo de chuva. Toda essa parte sul é bem conhecida pela influência árabe deixada enquanto dominavam a península Ibérica.

A comida também é fantástica, vimos os restaurantes cheios de pessoas comendo as famosas tapas e tomando vinho, um clima bem agradável…

Passeamos pela Plaza España que é linda, se fiquei encantada com chuva, imagina se tivesse um tempo bom, rsrs. De lá seguimos para o centro, onde está a incrível catedral que também impressiona.

Há também o Palácio Alcazar que infelizmente não entramos mas que pelo que ouvimos também parece ser bem interessante. Pelo que lemos o dia a dia na cidade é bem legal então daria para tranquilamente ficar mais uns dois dias, de preferência com o sol de companhia.

A caminho de Punta Arenas, no meio do nada – Chile.

A caminho de Punta Arenas, no meio do nada – Chile.

Preparativos para o Marrocos

Com a chuva nos acompanhando resolvemos dirigir sentido sul, a caminho de Tarifa, precisávamos nos organizar para ir para o Marrocos e com o tempo ruim era o melhor que podíamos fazer.

Chegamos em Tarifa com frio na barriga, afinal depois de quase 5 meses pela Europa e 5 meses no Estados Unidos, iríamos voltar para um país em desenvolvimento.

No fundo já estávamos acostumados a poder dirigir a qualquer hora do dia e da noite sem nos preocupar muito. E poder chegar em qualquer lugar e saber que teríamos onde dormir e que o GPS, na maioria dos casos, não se perderia.

Tarifa é uma dos principais pontos de partida para o Marrocos. Da cidade que saem balsas diárias carregando pessoas, automóveis e mercadorias do velho continente.

Chegamos a noite na cidade e seguindo nosso GPS achamos um bom camping nas redondezas da cidade. Pagamos 14 euros, o que é um bom preço para a Europa, mesmo sendo baixa temporada. Falando com as pessoas do camping já tiramos algumas duvidas sobre o trajeto.

Checamos preço, horário, duração da balsa e conversamos com algumas pessoas que já tinham visitado o país, pegamos algumas dicas, essas coisas que sempre ajudam…

Alguns momentos do caminho até o Parque Nacional Torres del Paine, Chile.

Preparativos finais para a visita ao Marrocos

A balsa que leva algo como uma hora custa 280 euros ida e volta, sendo a volta livre, ou seja, você tem 1 ano para voltar apresentando o ticket você não paga nada. Fica mais barato do que comprar separado os trechos e foi o que fizemos.

Optamos por ficar duas noite no camping antes de seguir, demos uma bela geral no carro e aproveitamos para acelerar alguns trabalhos que estavam pendentes no Viajo logo Existo.

Demos um pulo até o centro da cidade para tentar achar um guia de campings do Marrocos, o que não deu muito certo! A noite, com o restaurante do camping fechado, fomos a pé até uma pizzaria onde comemos muito bem no meio do nada.

Eles serviam um merengue com doce de leite divino! Era um lugar que nunca iríamos parar ou ver, e acabamos tendo uma bela refeição por um preço pra lá de justo! O mais engraçado é que fomos jantar de pijama já que nossa expectativa era comer no próprio camping.

Hora de partir para o desconhecido

Fomos até Algeciras, a cidade onde também saem barcos para o Marrocos e é um pouco maior em busca de alguns guias e mapas, não encontramos nada e acabamos voltando para casa de mãos vazias.

Tentamos buscar pelo menos um camping e um hotel em cada cidade e saber direitinho as distâncias. Ouvimos muitas histórias de corrupção de policiais e de roubo e a ideia era nos organizar o máximo para não nos colocarmos em nenhuma situação desconfortável.

Na manhã seguinte era hora de seguir para o desconhecido novamente, cruzar o Estreito de Gibraltar e chegar ao Marrocos! Mas isso é assunto para o próximo post…

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber os guias de viagens feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades e muito mais...
Quero receber dicas...
                                                                                                                      *não leva nem um minuto...
close-link