Home – América Central – Panamá

América Central, aqui vamos nós: Panamá

América Central, aqui vamos nós! Primeira parada: cidade do Panamá, com nosso Coyote já no container e curtir muito Cartagena!

Os nossos amigos Miguel e Nadia estavam no mesmo voo e precisaríamos deles para abrirmos o container todos juntos. Pegamos o avião das sete da manhã e foi foi tudo tranquilo. Do aeroporto na cidade do Panamá já seguimos para a cidade de Colón, que fica a uma hora da capital.

Lá fica o porto onde os carros chegariam. Pagamos oitenta dólares no táxi e fomos todos juntos.

Lá começou o processo para liberar os carros, inclusive fizemos um post só sobre o processo de desembaraço. Mas algo que vale comentar é o quanto essa cidade é assustadora! Não conseguimos liberar o carro no mesmo dia que chegamos, pois disseram que o container ainda não tinha sido baixado, então teríamos que dormir na cidade. Fomos andando em busca de hotéis pela região pois estávamos todos com malas pequenas.

Enquanto andávamos víamos uma cidade suja, esquisita, mas até aí nada demais.

O bairro antigo da Cidade do Panamá é um dos lugares mais turísticos do país.

Retirando o carro do porto no Panamá

A noite tivemos fome e o hotel não nos ajudou em nada. Outro detalhe, com certeza o Panamá ganhou como o lugar com as pessoas mais rudes que encontramos! A atendente do hotel (que era razoável) nem tentou nos ajudar. Pedimos para ligar para uma pizzaria ou Mcdonalds, qualquer coisa e ela só disse que estava tudo fechado e que era perigoso sairmos.

Bom, os meninos arriscaram e pediram um táxi, foram até o Mcdonalds e o motorista só contou histórias de assalto, gangues e que não deveríamos sair à noite de jeito nenhum. Os meninos voltaram sã e salvos, mas achamos tudo muito bizarro. Depois de tantas ressalvas até pegamos um táxi na manhã seguinte para ir para o porto e fazer o mesmo caminho que tínhamos feito a pé.

E aí veio a maior pérola, o taxista novamente começou a contar sobre o perigo e nos disse: não confie nem nos taxistas, pois multas vezes eles que te assaltam! Sério, parecia um filme de terror!!

Deu trabalho, mas liberamos os carros do porto

A única coisa legal dessa cidade foi que deu tempo de conhecermos um casal gente finíssima, a Ariana, que é brasileira e seu marido o Tristan. Eles moram em uma fazenda perto de Colón e tinham nos convidado para visitá-los, acabaram passando pelo hotel para nos conhecer pessoalmente e batemos um papo!

Pena que não conseguimos passar uns dias com eles, já que nossos amigos do Brasil nos confirmaram a data de chegada na Costa Rica e teríamos que correr para conhecer o país! Mas fica a recordação.

No dia seguinte passamos o dia no porto e conseguimos sair de lá as 18h, acho que só nos liberaram porque queriam ir embora e falamos que não íamos sair de lá sem os carros!

Momento de ansiedade, será que o carro estará intacto?

Alivio, a hora que vimos o carro inteiro no Panamá

Seguindo para a cidade do Panamá

nosso primeiro dia na cidade foi com chuva, ficamos esperando ela passar para aproveitamos o final de tarde no bairro de Casco Viejo, que me encantou! Com construção colonial essa foi a cidade construída depois do ataque do pirata Henry Morgan em 1671 que destruiu a parte conhecida com Panama Viejo. Esse bairro só passou a ser valorizado depois de se tornar patrimônio da humanidade pela Unesco em 1997.

Ali fica o palácio do governo, é possível encontrar hotéis, restaurantes e muita calma!

Você consegue andar algumas quadras sem encontrar nenhum turista. Boa parte das construções foram restauradas e inclusive são apartamentos.

Eu amei o lugar!

O bairro velho da Cidade do Panamá e os traços da colonização espanhola.

Curtindo o centro da cidade ao cair da noite.

O famoso skyline da Cidade do Panamá, famoso por suas lojas, restaurantes e hotéis.

Dormimos mas um dia na cidade e antes de partirmos fomos as compras. Ainda tínhamos algumas coisas que tínhamos perdido do roubo e que não tínhamos encontrado ainda.

Além de encontrar tudo que precisávamos o preço foi muito atrativo, inclusive com coisas mais baratas que nos EUA, que sempre é nossa base de comparação! Para achar loja da Canon, nós simplesmente procuramos a loja oficial da Canon no google e depois jogamos no GPS, funcionou perfeitamente!

Ufa, ainda bem, agora tínhamos de volta todo o nosso material de fotografia e era só aproveitar a América Central!!

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber os guias de viagens feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades e muito mais...
Quero receber dicas...
                                                                                                                      *não leva nem um minuto...
close-link