Loading...

Ficamos em uma ilha quase deserta nas Maldivas

Hoje é um dia que vai ser lembrado por muito tempo em nossas vidas. O que deveria ser somente uma “simples” troca de hotel aqui na Maldivas, virou uma maratona quase sem fim! Só para vocês terem noção, o lugar era tão longe que o horário mudou uma hora! 

Saímos do Centara a tarde em uma lancha de alta velocidade. Meia hora depois estávamos em Male, capital do país e onde está o aeroporto. Lá fizemos check in e nos colocaram em um ônibus. ⠀ 

Nossa meta era pegar um hidro avião, sabe aquele que nos vemos em filmes, que ele decola e pousa da água? Pois bem, vai aqui, vai ali, e chegamos a um deck de madeira gigante por onde caminharíamos até o nosso avião. Ao todo éramos 12 passageiros. ⠀ 

O dia que repensamos o que é uma praia bonita

Todos sentados, cintos afivelados e lá vamos nós

Todos sentados, cintos afivelados e o capitão acelera nosso barco, ops, avião até que ele sai da água altitude. Detalhe hoje as rajadas de vento estavam fortíssimas e a visibilidade meio limitada. Ótimo dia para voar de barco, rs!⠀ 

Meia hora depois pousamos, mas calma, para nós era só uma escala. Ficou SÓ eu e a Chel no avião. Levantamos voo e cinco minutos depois ele pousou novamente, mas dessa vez não tinha nada, não tinha hotel, não tinha aeroporto. ⠀ 

NADA MESMO! Só um deck de madeira de 25 metros quadrado. Eu já fui logo falando p/ o comandante: “e agora, o que fazemos? nadamos?” – claro que já tinha um barco a caminho. Sim, agora estávamos novamente em um barco.⠀ 

Depois de uma lancha, um ônibus, dois voos, mais uma lancha, nós chegamos! Chegamos a tempo de ver o sol descer no horizonte e pintar tudo com essa cor linda! 

A vista do avião, antes de pousarmos no mar

Depois dessas fotos, onde você diria que é o Paraíso?

É tanta beleza que ficamos extasiados e até repetitivos. Não cansamos de falar: “nossa, que lindo!” o tempo todo! 

Tudo parece que se passou em apenas uma hora, mas estamos aqui há 3 dias e passamos em dois hotéis completamente diferentes. O primeiro foi um resort, grande, mega estrutura, muitas pessoas, mas um bangalô na água sensacional… 

Agora o segundo, um hotel pequeno, disseram que é o menor das Maldivas, poucos quartos e uma ilha que você cruza em apenas 4 minutos a pé. A água de um azul surreal… 

Como vamos viver depois disso? Me falem? 

O silêncio da ausência de carros, os pés descalços o tempo todo, os pássaros cantando, o mar ali na sua frente… que privilegio! 

Hoje depois do jantar, enquanto caminhávamos os 2min até o nosso quarto estava uma lua gigante, amarela, linda, iluminando todo o mar… Sentamos na praia e ficamos ali, só olhando e refletindo sobre a mágica de acontecimentos que nos trouxe até aqui! 

Mais uma vez temos de agradecer a Smiles por nos proporcionar essa experiência INESQUECÍVEL. Obrigada! Mais uma para conta do #rumoaos100paises! 

Eu, chel, amo ver o Leo maluco para fotografar algo… Ele já fotografou muitos lugares no mundo, tem lugares que o deixam mais empolgado, tem lugares que nem tanto… Aqui ele está a milhão! E eu não paro de babar nas fotos! 

Que tal acordar com essa vista todos os dias?

A primeira vez que a Chel fez Stand-up, nada mal, né?

Nosso quarto escondido no meio da ilha.

Nossa viagem nas Maldivas

Cinco dias nas Ilhas Maldivas, dois hotéis, barco, hidroavião, milhares de fotos, um frasco de protetor 30 e todo mundo tem falado somente de dois assuntos: que aqui é o paraíso e sobre os hotéis que ficamos! 

Bom, como vocês tem acompanhado nas últimas semanas, essa viagem para as Maldivas foi um presente (valeu Smiles, seremos gratos para sempre haha) e, portanto, não pagamos nada. 

Diante disso fomos dar uma pesquisa no site deles, dar uma olhada nos hotéis, descobrir porque eles nos “mandaram” para cá, rsrs… 

Vamos lá: O primeiro hotel que ficamos, chama-se Centara Ras Fushi e fica apenas 25 minutos de barco do aeroporto de Male, onde seu voo vai chegar. 

Foi nele que ficamos naquele incrível water villa (ou bangalôs). Era só abrir a varanda e se jogar na água! Ele é um hotel grande, tem spa, 4 restaurantes, piscina, 150 quartos e consequentemente, mais pessoas. 

Já o segundo hotel, aquele que foi uma aventura para chegar se chama Drift Thelu Veliga Retreat. Como vocês já devem imaginar, pelo trabalho para chegar, ele é bem mais isolado do que o primeiro hotel. 

Se o primeiro hotel levávamos 15min para percorrer a ilha, o segundo bastava 5 minutos. São pouquíssimos quartos, e você quase não vê ninguém, a não ser no restaurante. Nós adoramos essa tranquilidade, ouvir o barulho do mar, silêncio… 

Nosso quarto aqui é na areia, não nos bangalôs, você anda 4 metros e já está com os pés nessa água azul turquesa. 

No final, o legal deles terem escolhido dois hotéis é que tivemos duas experiências completamente diferentes. Foi fantástico… o difícil vai ser viver daqui para frente, hahaha. 

Para quem quiser dar uma olhada, os dois hotéis estão na plataforma de reserva de hotéis da Smiles. Vimos agora, o The Drift, para a semana que vem, três diárias ficam por R$ 7.600 reais e você ainda ganha 168 mil milhas (com antecedência dá uma ida e volta para Londres).  

Maldivas não é um destino barato, mas nunca ouvimos ninguém que tenha se arrependido.

Dá para ficar melhor do que isso? Maldivas

Hora de dar tchau para as Maldivas

E assim, sorrindo e bronzeados, nós deixamos esse pedaço de paraíso para trás. A viagem de volta ao mundo precisa continuar, e agora chegou a hora de voarmos para o Bahrain.⠀ 

Se você não sabia que isso era um país, você está perdoado. Se você também não sabe onde fica e nem o que tem para fazer por lá, ai eu tenho uma boa ideia: visite o Viajo logo Existo nos próximos dias para descobrir, rs!⠀ 

Na verdade você irá descobrir junto conosco. É sério, muitas vezes não conseguimos tempo (sei que muitas pessoas vão pensar: eles só viajam, como não tem tempo? mas isso eu falo em um outro momento) – enfim, não tivemos muito tempo para ver o que fazer no Bahrain, nem ler muita coisa.⠀ 

Ele é um país minúsculo, colado no Catar, Emirados Árabes e Arabia Saldita – é mais um daqueles países que se enriqueceram com o descobrimento do petróleo nos anos 60 e se modernizaram nos últimos anos.⠀ 

Ele será o pais número 89 em nossa meta de atingir os 100 países ainda esse ano! Como ele é muito pequeno, vamos ficar somente o final de semana por lá e então voar para o Libano. Outro destino que não vimos nada ainda… rs!

As Maldivas marcam um importante, feliz e bonito momento do Viajo logo Existo. Foi ótimo para recarregar as energias, por a leitura dos livros em dia e nos preparar para 2018, que tem tudo para ser um ano especial no Viajo logo Existo! 

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Receba nosso conteúdo gratuito
Acreditamos que juntos chegaremos mais longe e é por isso que disponibilizamos e-books, guias e planilhas gratuitas para vocês, seguidores do Viajo logo Existo
Clique aqui para confirmar
*você receberá um e-mail atutomaticamente de confirmação - verifique suas caixas de entrada
close-link
2018-05-31T19:24:31-03:00
Você deve amar viajar tanto quanto nós!
Somente entre com seu e-mail abaixo, baixe nossos e-books e prometemos enviar as melhores dicas de viagem!
Sim, eu quero receber novidades
Não, obrigado!
close-link
Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber o guia de viagem feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades...
Quero receber dicas...
A página de e-books abrirá automaticamente
close-link
Receba nosso conteúdo gratuito
Acreditamos que juntos chegaremos mais longe e é por isso que disponibilizamos e-books, guias e planilhas gratuitas para vocês, seguidores do Viajo logo Existo
Clique aqui para confirmar
*você receberá um e-mail atutomaticamente de confirmação - verifique suas caixas de entrada
close-link
 APROVEITE! ✈️ Baixe agora nossos guias de dicas de viagens gratuitamente! 
Baixar E-books
shares