Apaixonados pela beleza e tranquilidade de Biarritz na França

Biarritz populava meu sonho desde a minha adolescência, lembro das inúmeras vezes que assisti “Endless Summer 2” do Bruce Brown e toda uma parte do filme de surf se passava nessa pequena, nostálgica e simpática cidade francesa.

Com a etapa do circuito mundial de surf acontecendo em Hossegor, que fica algo como 30 minutos ao norte, não poderíamos perder a oportunidade de fazer uma visita!

A caminho de Punta Arenas, no meio do nada – Chile.

Um pouco de inspiração em nossas vidas!

Tínhamos um motivo especial para estar na cidade naquele dia, no museu do mar, estaria rolando o lançamento do filme “Beyond Sight” que conta a historia do surfista brasileiro Derek Rabelo, que é deficiente visual e mesmo com todas as barreiras da falta de visão, conseguiu transcender seus limites e chegar a surfar a famosa onda havaiana de Pipeline.

Nossas irmãs, que esses dias todos estavam com a gente, adoraram o filme, e mesmo sem entender muito bem o inglês, se emocionaram com a sua historia!

Chegamos na cidade no final de tarde, fomos direto para a baia principal, paramos o carro e saímos para andar e tentar ver um pouco de Biarritz. Nossa primeira impressão foi a quantidade de pessoas de idade pela cidade, um problema que afeta o continente todo, vimos poucos jovens, a maioria deles surfando.

De frente para a praia existe um prédio antigo, que hoje é o cassino da cidade e a diversão da terceira idade! Adentramos o centro da cidade, pequeno com algumas lojas, destaque para uma de chocolate e trufas, lindas e caras, ficamos só olhando mesmo.

Achamos alguns restaurantes, lojas, nada que nos interessasse mesmo. O negocio foi ficar sentado ao redor da praia, apreciando aquele belo dia e especulando o quão bonito seria o pôr do sol.

A caminho de Punta Arenas, no meio do nada – Chile.

A caminho de Punta Arenas, no meio do nada – Chile.

A caminho de Punta Arenas, no meio do nada – Chile.

Filme, pôr do sol e surf em Biarritz

Antes do final do dia, seguimos para o lançamento do filme, alguns quilômetros mais ao sul. No caminho descobrimos mais umas 200 pessoas surfando, mesmo sem as ondas estarem muito boa.

Assistimos o filme, tivemos o privilegio de conversar bastante com o Derek, e também conhecer o Bruno Lemos, fotografo de longa data do mundo do surf, residente do Hawaii e mais que isso tudo, um cara bem gente fina, que nos recebeu muito bem!

Ficamos poucas horas em Biarritz, mas deu para sentir a boa vibração do lugar, tudo passa devagar naquele lugar, calmo, sem pressa, da forma que apreciamos.

A caminho de Punta Arenas, no meio do nada – Chile.

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber os guias de viagens feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades e muito mais...
Quero receber dicas...
                                                                                                                      *não leva nem um minuto...
close-link