Loading...

Home – Europa – Alemanha

Trier, visitando a cidade mais antiga da Alemanha

Mesmo com pequenas mudanças de percurso, com a ajuda de amigos do Viajo logo Existo colocamos a cidade de Trier no mapa e definitivamente, valeu a pena!

Nosso primeiro plano em Munique era ficar dois dias. Um dia para conhecer o centro e outro para ir ao campo de concentração de Dachau e o Castelo de Neuschwanstein (aquele que inspirou o castelo da Cinderela). De lá queríamos ir para o Vale do Mosel, porém não encontramos uma solução barata.

Nosso destino no Vale do Mosel era Trier, a oeste da Alemanha e já fora da Bavaria. Não conseguimos encontrar carona para lá e o trem custava 120 euros cada um! Então nosso plano foi abrir mão de um dos passeios em Munique (o do castelo), fomos somente ao campo de concentração, por já termos comprado o Bayern Ticket.

Esse é um ticket de transporte que te permite viajar em todos os meios dentro da Bavaria.

Aproveitamos, e de Dachau fomos para Nuremberg, que é ainda na Bavaria e tínhamos os queridos Flavia e Felipe, que tinham nos recebidos apenas alguns dias atrás.

O lindo visual de Trier visto de um mirante da cidade.

Nem sempre chegamos da forma mais fácil…

De lá, ai sim, seria possível uma carona para seguirmos viagem. Apesar de já termos agendado a carona, no horário combinado a menina deu pra trás. Fomos ver os preços do trem nas máquinas e os preços ainda eram bem caros, 160 euros para os dois irem para trier.

O Leo já tinha aceitado voltarmos de novo para a casa da Flavia, mas eu insisti e fui até o pessoal da informação. Pedi pelo ticket mais barato e ele nos deu uma opção de 52 euros os dois! Levaria quase sete horas, tinha quatro trocas de trem mas, era mais barato até que a carona! Como temos tempo, fomos nessa opção!

A parte final do trem tem um visual incrível à beira do rio Reno, com vilas medievais, muitas vinícolas, barcos pelos rios com turistas curtindo a região, castelos… Tudo muito bonito!

Nós dois posando em algum parque pela cidade de Trier.

Chegando em Trier

Chegamos a Trier e mais um amigo do Viajo logo Existo nos aguardava! O Ale é de São Paulo mas tem cidadania alemã e já mora no país faz três anos. A namorada Nidia é alemã e já fala português, e com essa boa mistura fizemos um churrasco típico local!!

No dia seguinte, o Ale gentilmente nos emprestou seu carro enquanto estava no trabalho e aproveitamos para conhecer as cidades do Vale de Mosel, que são realmente um charme! Fora as cidades, tem muitos campings. Brinquei com o Leo que se já estivéssemos com o Coyote (nosso carro) ficaríamos uma semana acampados aqui, aproveitando, fazendo piqueniques regados a muito vinho!!

A região é conhecida pelas vinícolas e é possível encontrar boas opções de vinho branco feito com a uva Riesling a preços bem atrativos!

Trier é famosa por ainda ter ruínas da época do império romano.

O centrinho da cidade tem a arquitetura clássica alemã.

Um pouco mais da cidade de Trier na Alemanha.

Trier, a cidade mais antiga da Alemanha

Ainda aproveitamos para no final do dia passear por Trier, que é conhecida como a cidade mais antiga da Alemanha. Ela tem construção da época do império romano, como Porta Nigra, que era um portão da cidade e que foi construído em 180 D.C. e é patrimônio da humanidade pela Unesco.

Também visitamos as ruínas chamadas Kaisertherme,  que na verdade são uma termas, também do tempo do Império Romano. São de 1.600 anos atrás e que tinham um sistema de aquecimento para a água.

A cidade também tem duas Igrejas: a Catedral de Trier e a Igreja de Nossa Senhora que ficam juntas e são fantásticas!

As ruínas dos banhos termais da época do império romano.

Para quem já ouviu falar de Karl Marx, também é a cidade de origem do escritor. Como estudante de Economia da Puc- SP tive três semestres sobre o famoso livro O Capital, então passamos para conhecer a casa dele, que hoje abriga um museu, mas já estava fechado.

Para terminar o dia fizemos mais um churrasco, dessa vez acompanhando a abertura da copa na tv e jogo do Brasil! Foi engraçado que chegamos em casa e a Nidia já tinha pendurado bandeiras do Brasil e estava vestindo a camisa verde e amarela!!

No dia seguinte, aproveitamos para dirigir até Zell e aproveitarmos um pouco mais do Vale do Mosel. Se tiver oportunidade de conhecer a região, vale a pena! Nós mesmos pretendemos voltar com mais tempo!!

No final do dia o Ale nos levou até nosso próximo destino, Luxemburgo. Foi a primeira vez que alguém nos deu carona até outro país! Rsrs. Passamos para ver o castelo de Vianden, já no novo país, e de lá seguimos para a casa da Mari e do Luciano, nossos anfitriões nesse pequeno ducado!

Trier é tão perto de Luxemburgo que pegamos uma carona para o país. 

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Receba nosso conteúdo gratuito
Acreditamos que juntos chegaremos mais longe e é por isso que disponibilizamos e-books, guias e planilhas gratuitas para vocês, seguidores do Viajo logo Existo
Clique aqui para confirmar
*você receberá um e-mail atutomaticamente de confirmação - verifique suas caixas de entrada
close-link
2018-03-27T10:36:05-03:00
Você deve amar viajar tanto quanto nós!
Somente entre com seu e-mail abaixo, baixe nossos e-books e prometemos enviar as melhores dicas de viagem!
Sim, eu quero receber novidades
Não, obrigado!
close-link
Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber o guia de viagem feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades...
Quero receber dicas...
A página de e-books abrirá automaticamente
close-link
Receba nosso conteúdo gratuito
Acreditamos que juntos chegaremos mais longe e é por isso que disponibilizamos e-books, guias e planilhas gratuitas para vocês, seguidores do Viajo logo Existo
Clique aqui para confirmar
*você receberá um e-mail atutomaticamente de confirmação - verifique suas caixas de entrada
close-link
 APROVEITE! ✈️ Baixe agora nossos guias de dicas de viagens gratuitamente! 
Baixar E-books
shares