Home – América do Norte – Estados Unidos

Viagem do Grand Canyon até Austin no Texas

Agora começaríamos uma nova parte da nossa viagem pelos Estados Unidos. Nossa viagem do Grand Canyon até Austin no Texas seria cheia de surpresas e amigos.

Nossos planos tem mudado nos últimos dias, um pouco por causa do frio e um pouco pelas dicas que recebemos dos amigos que encontramos pela estrada e muitas delas recebidas pelo facebook. Acabamos dando uma bela volta para sair do Yosemite já que as estradas estavam fechadas devido ao inverno e a neve. Tínhamos a pretensão de ir para o Zion Park e visitar o patrimônio da humanidade Mesa Verde no Colorado!

Para fazer isso ficamos dois dias em Las Vegas novamente para nos planejar. Aproveitamos para trocar o óleo do carro e estudar os percursos e como estaria o clima! Dessa vez ficamos somente no camping e do camping para o Starbucks para trabalhar! Para trocar o óleo encontramos um lugar que faz a troca por 15 dólares em 20 minutos e se você olhar o óleo.

Encontramos o óleo no Walmart e o filtro na O’Reilly Parts. Serviço todo feito, na hora de pagarmos mais uma gentileza recebida dos americanos, a gerente não nos deixou pagar! Ficou feliz de ter um carro do Brasil e mais ainda por ser um carro que ela nunca tinha visto!

Depois de olhar a previsão que só mostrava temperaturas negativas no Zion Park e ainda teríamos que desviar o caminho pelo menos uns 2.000 quilômetros, resolvemos não ir e seguir sentido sul. Estávamos tentando acampar o máximo que desse e as noites não estavam sendo muito fáceis.

As belezas do Grand Canyon.

De volta ao Grand Canyon

Queríamos voltar ao Grand Canyon e dessa vez visitamos o South Rim ou Grand Canyon Village.

Para chegar lá dormimos em uma pequena cidade na rota 66 onde passamos a pior noite da viagem! Mesmo com saco de dormir, todas as nossas roupas, cochilávamos até o frio nos acordar novamente!

Teve um momento que o Leo me perguntou: “Chel, está sentindo o carro tremer? Será um terremoto?” mas não, era somente eu tentando me esquentar enquanto pressionava as mãos sobre as pernas que doíam de frio… Em algum momento o Leo disse: “Já são 5:30, o sol já vai aparecer e nos aquecer, aguente mais um pouquinho.” Foi a pior noite da viagem.

Fomos ao centro de informações em Williams e lá pegamos uma revista de cupons de hotéis. Optamos por ficar em hotel para não passar mais frio!

No dia seguinte seguimos para o Grand Canyon e que nos esperava dessa vez era outro cenário! Muito mais comercial com restaurantes, lojas, centro de visitantes e até hotéis dentro do parque!

Também com muitos caminhos, trilhas e muitas opções para aproveitar o visual como quisesse! Tanto que passamos o dia por lá sem parar de fotografar! Adoramos o lugar, as cores, as texturas, a grandeza de tudo!

Em um dos miradouros teve a apresentação de um guarda florestal, explicando um pouco do cenário: o Grand Canyon é o maior cânion do mundo com mais de 400km de extensão! As crianças ouviam fascinadas as explicações!

Aproveitamos o espetáculo do pôr-do-sol e ainda resolvemos tentar fotografar algumas estrelas!

No mirante chamado Watch Tower esperamos escurecer e vimos todos irem embora, turistas e funcionários. As oito horas da noite saímos do carro! O frio estava judiando mas fizemos a foto que queríamos! Realmente um espetáculo completo da natureza!

A caminho de Punta Arenas, no meio do nada – Chile.

A caminho de Punta Arenas, no meio do nada – Chile.

Brasileiros pelo Texas

O Texas foi um dos poucos lugares que ouvimos dos próprios texanos para não visitarmos! Quando ouvíamos: “não precisa passar pelo Texas, lá não tem nada para ver!” até achávamos estranho, afinal, sempre tem algo para ser visto!

Como iríamos cruzar o país passaríamos pelo Texas de qualquer maneira! E tínhamos o convite para ficar com o Gustavo, caso passássemos em Dallas.

Aproveitamos o convite para conhecer um pouco da região! Do Grand Canyon até Dallas, foram 6 dias e mais de 2.000km. Foi praticamente uma semana dirigindo todos os dias! Passamos em Albuquerque, uma cidade famosa por um dos maiores festivais de balão do mundo! Pena que o festival só acontece em Outubro.

Chegamos a casa do Gustavo e da Karina e colocamos o papo em dia, ele também é fã de uma viagem e já tinha feito um trajeto de 10 dias pela rota 66 de moto! (route66california.blogspot.com)

Ficamos três dias com eles e tivemos a sorte de participar de um churrasco de aniversário de uma amiga brasileira regado a churrasco com feijoada. Tivemos o prazer de conhecer mais de 20 brasileiros, todo mundo falando português, inglês, espanhol. Fora ouvir a história de cada um, como foram parar ali, o que cada um gostava e desgostava de viver nos EUA.

No fim do dia aproveitamos para entrevistar o Gustavo e foi muito bacana ouvir um pouco da história dele e da Karina. Fica aqui nosso agradecimento por nos receberem!!

Antes de partimos fomos conhecer o centro de Dallas e ver o lugar onde o presidente John F. Kennedy foi assassinado. Tivemos a companhia do casal Alexandre e Betty, que moram no EUA há 25 anos e em Dallas há 7 anos. Eles nos mostraram um pouco da cidade pelos seus olhos.

Nossos eternos amigos de Austin em um churrasco.

A querida Chris, que nos ajudou no Chile, agora no Texas.

Curtindo Austin em família

Nossa passagem pelo Texas foi curta mas intensa, depois de Dallas seguimos para Austin, onde a Paty nos receberia!

Acho que a Paty foi a primeira pessoa a oficialmente nos convidar para ficar em sua casa, lá por agosto de 2013, quando saiu uma matéria sobre a viagem no globo.com, desde lá mantínhamos contato pelo facebook e chegando mais perto esquentamos a visita!

Saímos de Dallas e fomos direto para Austin, chegando a sua casa foi uma surpresa muito legal! Ela alegremente nos recebeu e nos contou como tinha sido a história de entrar em contato com a gente e o mais divertido, que o marido e a filha não acreditaram que apareceríamos e chegaram a chama-la de boba por acreditar! Ela nos contou que esperou até o último segundo para contar para a família que chegaríamos, pois sabia que eles não acreditariam!

Paty veio com o marido Roberto e a filha, Mari, para os EUA há 7 anos, na época a Mari tinha apenas 15 anos mas hoje já se acham completamente adaptados e se sentem em casa por aqui!

Com sotaque arretado do Recife eles nos trataram com muito carinho, a Paty foi praticamente uma mãe! Fazendo comida toda hora, dando até bronca para ficarmos a vontade! O Roberto outra figura, compartilhando suas histórias e a vida aqui e como era no Brasil!

Tivemos o prazer de ir jantar um dia na casa da Paula e do Rich, grandes amigos dos nossos anfitriões, ela brasileira e ele americano. Ele apaixonado pela nossa cultura fala português super bem e ainda fez um churrasco bem brasileiro para nos receber em plena segunda-feira a noite!

O belo e imponente capitolio de Austin no Texas.

Reencontro em Austin no Texas

Aproveitamos para também conhecer um pouco da cidade, Austin é a capital do Texas e tem um centro bem bacana para passear. Fora isso tem alguns parques e bem pertinho do centro é possível ver pessoas fazendo stand up paddle ou kayak em um dia quente!

Outra amiga também nos trazia a Austin, a Chris, uma americana que conhecemos em Valparaíso no Chile.

Ela estava trabalhando no hostel que ficamos por lá para aprender espanhol. Foi lá que furtaram todo nosso equipamento de fotografia, bem no começo da viagem! Nosso plano era ficar somente um noite no hostel que ela trabalhava, que inclusive foi muito legal. Apesar de termos nos despedido pela manhã pois deveríamos seguir para Santiago, depois do furto acabamos voltando para lá pedindo um abrigo e um “ombro amigo”.

Ela nos acolheu e nos ajudou pedindo um desconto para o dono do hostel, foi escanear o boletim de ocorrência que precisávamos mandar para a seguradora e ainda nos trouxe uma pizza para jantarmos! Desde então mantíamos contato e estávamos ansiosos em reencontra-la, afinal ela fez parte do Viajo logo Existo e talvez do momento mais crítico da viagem até agora!

E assim foi, marcamos de jantar com ela e foi muito legal! Demos muitas risadas, atualizamos a conversa e ainda aproveitamos para entrevista-la! É até estranho mas tanto eu como o Leo sentíamos como se estivéssemos reencontrando uma super amiga dos velhos tempos!!

Reencontramos mais uma vez a Paula e o Rich que vieram conhecer o nosso carro, o Coyote, trouxeram os dois filhos pequenos, aproveitamos para abrir a barraca e foi uma bagunça só!!

Deixamos a família Diniz levando arroz, feijão, com carne seca que a Paty mesma faz, goiabada e muito amor e carinho! Mais pessoas para a história do Viajo logo Existo!!

Inspire-se com nossos livros

Livro Viajo logo Existo Um ano na Estrada

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Estrada (1)

R$ 65,00

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente (2)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na África

Livro Viajo logo Existo na África Selvagem (3)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na Ásia e Oceania

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Ásia e Oceania (4)

R$ 80,00

Nossos Parceiros

Logo Microsoft - Parceiro
Logo Smiles - Parceiro
The North Face logo - Parceiro
Logo Copa Airlines - Parceiro
Logo Software One - Parceiro

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Veja nossos guias de viagem