Home – América do Norte – Estados Unidos

A beleza e charme do Big Sur, Carmel e Santa Cruz

Precisávamos seguir viagem e teríamos pela frente a beleza e o charme do Big Sur, Carmel e Santa Cruz. Cada uma com uma atmosfera única.

Nossa expectativa para visitar a beleza e o charme do Big Sur, Carmel e Santa Cruz era grande! Sempre ouvimos sobre as belezas do lugar e inclusive já estivemos aqui em uma viagem em 2011.

Na época descobrimos sobre um fenômeno chamado June Gloom. Onde o tempo fica nublado boa parte do dia entre o fim da primavera e o início do verão. Então a primeira dica é, não vá para Califórnia nessa época!

A previsão, mesmo sendo março, também era de tempo fechado para os próximos dias. Mas já estávamos na casa do Nate há cinco dias e tínhamos que partir!

Uma foto marcante, o inicio de uma longa e linda viagem pelo Big Sur.

Tomada de decisão

Estamos sempre tomando decisão, se todo lugar que você pegar chuva resolver esperar o tempo melhorar, isso pode custar muitos dias no fim da viagem. Como queremos terminar a viagem em 3,5 anos as vezes precisamos aceitar o tempo ruim e seguir em frente.

Saímos cedo de Ojai, que fica um pouco antes de Santa Barbara e fomos aproveitando a costa e a paisagem, fomos até Pismo Beach onde achamos um camping bem bonitinho e resolvemos passar a noite por lá!

Além de ser na praia ainda tinha um pequeno bosque com as borboletas monarcas. Já tínhamos escutado uma reserva no México onde é possível encontra-las, mas não conseguimos ir.

Quando chegamos ao camping um senhor que gostou do carro veio falar conosco e nos falou para darmos uma volta pelas arvores pois elas estavam bem ali, pertinho! Deu para ver milhares delas voando, elas são laranjas com listras pretas e um pontinhos brancos! Fizemos uma fogueira e aproveitamos a noite tocando violão…

Cena comum do Big Sur na Califórnia.

A beleza e o charme do Big Sur, Carmel e Santa Cruz

No outro dia como prevíamos acordamos com o tempo fechado, mas conforme subíamos a Highway 1 o tempo foi abrindo!

Paramos para ver elefantes marinhos na praia e pertinho há também o Hearst Castle. Esse castelo era de um milionário americano, mas, já visitamos em 2011, então desta vez passamos reto.

Paramos em Pfeiffer State Park, que tem uma trilha curtinha e um visual incrível e lá pela primeira vez sentimos a sensação: agora sim vimos o Big Sur!

Ainda não sabíamos onde dormir pois os três principais campings que tínhamos o nome, cruzamos ainda no começo do dia!

Seguimos rumo ao norte, fizemos uma parada no Nepenthe, um restaurante que já tinha visto em uma lista da National Geographic como um dos dez restaurantes com visual mais bonito do mundo! Ótima escolha para tomar um dos vinhos da famosa Napa Valley e comer alguma coisa, como estávamos dirigindo tomamos um chá e aproveitamos o visual!!

Para o final de tarde já tínhamos ganhado um pouco mais de distância e aproveitamos o pôr-do-sol em Carmel. Essa cidade também é um charme e se você tiver tempo vale ficar alguns dias por aqui!

Nosso plano era dormir lá, mas depois de achar um camping por 63 dólares e outro fechado resolvemos dirigir mais um pouco para uma cidade menos turística. Apesar da nossa regra de “não dirigir a noite” as vezes abrimos algumas exceções e fazer isso na Califórnia não pareceu arriscado.

Encontramos um camping em Salinas e lá passamos a noite. No dia seguinte ainda descobri que a pequena cidade do lado, chamada Castroville é conhecida como a capital mundial da alcachofra, passamos por lá para comprar algumas e seguimos viagem!

Santa Cruz e o surf

Nosso próximo destino era Santa Cruz. Apesar de não ser a primeira cidade que vem a mente quando falamos de Califórnia, nós já tínhamos visitado a região e sempre foi um lugar que consideramos voltar. Não que ela tenha muitas coisas para fazer ou ver, mas gostamos do clima, dos visuais, do mar.

Paramos o carro em um dos diversos estacionamentos que existem em frente a praia, sobre os barrancos e optamos por seguir a pé pela costa recortada… Não estávamos com muita pressa e passamos a manhã toda fotografando as boas ondas que estavam rolando na praia de Steamer Lane, um lindo visual.

Esticamos até o excêntrico centro da cidade para comer alguma coisa, encontramos um restaurante grego, nada demais porém uma boa opção para comer algo barato e diferente… Passeamos por algumas lojas de surf e resolvemos voltar para a praia para ver o pôr-do-sol.

Ficamos por lá até o sol se por completamente no horizonte enchendo o céu de vermelho, laranja e amarelo.

A luz de final de tarde em Santa Cruz na Califórnia.

Santa Cruz, Califórnia.

Hora de dizer adeus para a costa da Califórnia

Muitas fotos depois decidimos que era hora de seguir em frente. A partir de agora seguiríamos para dentro dos Estados Unidos deixando a costa da Califórnia pra trás.

Tínhamos o convite de um amigo da Chel, que mora em Palo Alto, 30 milhas de Santa Cruz. Tivemos uma noite incrível na casa do Filipe e da Mirian, foram muitas ideias, discussões, ótima comida e quando vimos já era 4:30 da manhã, tamanha foi a animação e o bate papo.

No dia seguinte era hora de seguir para o Parque Nacional Yosemite.

Felizes e com um pouco de frio na Califórnia.

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber os guias de viagens feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades e muito mais...
Quero receber dicas...
                                                                                                                      *não leva nem um minuto...
close-link