Apaixonados por Istambul na Turquia

Hora de chegar ao nosso destino mais a leste da Europa, e já no começo da Ásia. O que não sabíamos era o que nos esperava, e que acabaríamos apaixonados por Istambul na Turquia.

Alguns lugares na nossa rota tem um gostinho especial pela sua localização e pelo que significa, a Turquia seria nosso ponto mais a leste na Europa e também significa que tínhamos cruzado todo o Leste Europeu e os Balcãs com sucesso.

Acordamos cedo na pequena Plovdiv, ainda na Bulgária e seguimos sentido sul. Sempre que temos de fazer fronteira e dirigir muito nos programamos para sair cedo, ter comida no carro, e estar descansados pois sabemos que esses dias são cansativos.

Chegamos perto da hora do almoço na fronteira e foi no mínimo engraçada a cara dos agentes fronteiriços. Eles já tinham visto a placa e já estavam discutindo antes de chegar nossa vez na fila. Nos trataram super bem, confirmaram se éramos mesmo do Brasil, falaram que era a primeira vez que faziam a entrada de um carro do Brasil e nos mandaram para a aduana.

Lá deram uma olhada no carro e nos deram um adesivo que apresentamos no próximo guichê, dirigindo mesmo e já seguimos viagem.

A caminho de Punta Arenas, no meio do nada – Chile.

Impressionados antes mesmo de chegar a Istambul na Turquia

Perto da fronteira tínhamos como destino a pequena Edirne, onde queríamos visitar a primeira mesquita em território turco.

Paramos bem pertinho e fizemos um passeio por ali, um lugar simplesmente lindo e muito calmo, com pessoas orando, um lindo jardim e uma fantástica arquitetura. A mesquita de Selimiye é patrimônio da humanidade e valeu a pena ter parado por aqui para visita-la.

De lá seguimos viagem, tínhamos a indicação de dois campings perto de Istambul e chegamos lá quase no final da tarde. Para nossa surpresa os dois não existiam mais e nos deram a coordenada de um camping a 70 km ao norte, o que ficaria inviável.

Tínhamos um camping no aplicativo ACSI e apesar de ser do lado do Mar Negro estava a apenas 30 km de Istambul e resolvemos arriscar. Só não sabíamos que o trânsito na cidade era caótico e acabamos demorando uma hora e meia para cobrir essa distância.

Para completar o camping era muito muito ruim, talvez o pior da viagem inteira….Pagamos 17 euros, cansados, com fome, e eu, Rachel, ainda estava naqueles dias…

Alguns momentos do caminho até o Parque Nacional Torres del Paine, Chile.

Melhor nos hospedarmos no centro de Istambul

No dia seguinte seguimos para a cidade e no trânsito encontramos uma Defender, com um casal de alemães, os abordamos e os seguimos até um camping dentro de Istambul. Chegando lá era apenas um estacionamento, queríamos aproveitar bem a cidade e com o calor que estava, ficar sem banho estava fora de cogitação.

Deixamos o carro por ali e fomos atrás de um hotel. No primeiro que encontramos o gerente foi super legal, e nos conseguiu um quarto por 50 euros e ainda lugar para parar o carro bem em frente ao hotel e assim, não precisarmos dirigir. O melhor de tudo, quase em frente a mesquita azul.

Aproveitamos para levar uma parte das roupas pois já estávamos ficando sem. Tomamos um banho decente e agora sim, estávamos prontos para ir conhecer as principais atrações da cidade! Foi uma maratona para chegar aqui, mas agora é só aproveitar!!

Alguns momentos do caminho até o Parque Nacional Torres del Paine, Chile.

Istambul na Turquia é um museu a céu aberto

Istambul é um caos e ao mesmo tempo um encanto de cidade. O transito é caótico, o calor insuportável, um cheiro típico da mistura de todas as comidas que estão sendo vendidas na rua. Ao mesmo tempo é possível ver as mais diversas culturas passeando ali na maior harmonia e paz. Desde mulheres de burca, de véu, mulheres de mini shorts ou vestidos, e a mistura das religiões presente na construções.

A cidade que já teve o nome de Constantinopla já foi capital do Império Romano e a Hagia Sofia está lá para nos mostrar um pouco da história. Foi capital do Império Otomano e para mostrar como o novo governo e a nova religião eram importantes a Mesquita Azul está bem em frente.

As duas construções completamente imponentes e cada uma com a sua história.

Hagia Sofia e Blue Mosque

A Hagia Sofia foi convertida em Mesquita na ocupação otomana e quando a Turquia virou uma república foi convertida em Museu. Hoje é possível ver símbolos e representações cristãs e muçulmanas na mesma construção.

Já a mesquita azul foi construída pelo sudão Ahmet e ainda é um lugar de oração apesar dos muitos turistas que enchem o lugar. Para nós que já tínhamos visitado a mesquita Selimiye em Edirne acabamos achando muito lotado. Ficamos com sensação que não dá para apreciar muito da sua beleza com tanto barulho, câmeras fotográficas e tanta gente.

Mas, faz parte, se não tiver tempo de ir conhecer alguma outra mesquita em Istambul, vá nessa pelo menos para entender um pouquinho da arquitetura e da religião muçulmana. Estávamos dentro da Hagia Sofia quando ouvimos um dos chamados para a oração que acontece cinco vezes ao dia. Se você ficar em um hotel nessa região vai se acostumar.

Nós acostumamos e até gostávamos de ouvir, era um bom momento para refletir a vida!

A caminho de Punta Arenas, no meio do nada – Chile.

A caminho de Punta Arenas, no meio do nada – Chile.

A caminho de Punta Arenas, no meio do nada – Chile.

Todas as atrações de Istambul pertinho

Muita coisa em Istambul fica perto dessas duas principais atrações. Tentamos ir na Cisterna, mas fecha as cinco da tarde, e tivemos que deixar para o dia seguinte. Aproveitamos para ir até o Grand Bazar, um dos lugares famosos pelos vendedores de ouro, cerâmicas, doces turcos, tecidos e também algumas coisas falsificadas.

É simplesmente impressionante tudo que se vê por lá. Desde o número de pessoas, o número de lojas, as negociações, os vendedores de chá, tudo tem uma certa magia misturada ao caos.

Algo que nos agradou muito na cidade foi passear com calma, parar para um chá, comer um docinho, tudo relativamente barato. Na volta do Grand Bazar fomos parados por um lojista de tapetes. Ele nos convidou para um chá, nos mostrou fotos de sua visita ao Brasil, reclamou que os brasileiros são devagar para fazer negócio, mas que amou o país. Depois de bater papo na loja e tomar um chá seguimos para casa.

Conforme o sol se põe tudo vai se transformando… e conforme a noite chega, Istambul na Turquia, ganha uma nova vida.

Ao final do dia estávamos mortos e sem forças, mas felizes de estar aqui. Bora descansar que amanhã tem mais…

Estávamos contando os minutos para ver os belos cenários holandeses.

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber os guias de viagens feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades e muito mais...
Quero receber dicas...
                                                                                                                      *não leva nem um minuto...
close-link