Home – Europa – Portugal – Post.

Descobrindo Lisboa com nossas irmãs

Depois de uma rápida passada pelo Porto era hora de descobrirmos Lisboa com nossas irmãs, e aproveitar os últimos dias com elas.

Nossa passagem pelo Porto foi rápida mas já sabemos que voltaremos para a região norte, que abriga também outras charmosas cidades. Dormimos em um camping próximo de Nazaré e de lá seguimos para a capital Lisboa.

Aproveitamos que ficaríamos pelo menos três dias na cidade, novamente encontramos um camping com bungalow e assim conseguimos tirar tudo do carro e começar a organizar a vida.

Nossas irmãs como boas turistas estavam aproveitando as férias para fazer algumas comprinhas e deixando o carro completamente abarrotado.

No fim o que mais queríamos era aproveitar Lisboa com nossas irmãs até o último segundo.

O camping Lisboa tem uma ótima localização com shopping perto, ônibus para o centro e aqui tudo é relativamente perto. Por mais que as pessoas digam que é longe, principalmente para quem vem de São Paulo.

A praça do comércio é destino obrigatório dos turistas em Lisboa.

Descobrindo Lisboa com nossas irmãs

É engraçado que em poucas horas na cidade, já encontramos muitas coisas parecidas com o Brasil. Paramos em um shopping perto do camping para comer e estava lotado. Ali sentimos que poderíamos tranquilamente estar em uma cidade brasileira.

Seguimos para a Praça do Comércio, um dos principais pontos turísticos da cidade e a dali começamos nosso passeio centro adentro.

Os turistas se misturam com os locais e ouvir português por todos os lados depois de 18 meses fora do Brasil é um tanto quanto estranho. Muitas pessoas nos disseram que não era muito fácil entender o português de Portugal mas para nós estava sendo tranquilo.

Saindo da Praça do Comércio já vimos o charmoso bonde cruzando o centro, e aproveitamos para um passeio gratuito no Mude, Museu de Arte e Design.

Continuamos caminhando, por todas as ruas, nos perdendo e nos achando, até chegarmos ao Bairro Alto e o miradouro São Pedro de Alcântara. Vimos o castelo de longe e colocamos ele na lista de lugares para visitarmos.

Nós dois no Castelo São Jorge em Lisboa.

Dia longo em Lisboa

Outra herança que temos no Brasil são as padarias e eu estava realmente feliz de poder parar, tomar um café com leite, comer um croquete e continuar passeando…

No fim do dia, com nosso estacionamento expirando, pegamos o carro e seguimos em direção ao Monastério dos Jerônimos. Este lugar que estava em destaque na lista de pontos turísticos. Paramos o carro e vimos aquela imensa construção, com uma luz amarela, um ambiente quase nostálgico, nenhum turista, realmente lindo. Demos uma pequena volta por ali e resolvemos voltar para o Bairro Alto para jantar.

Para nosso azar era sexta-feira e simplesmente impossível parar nosso carro. Depois de uns 40 minutos atrás de uma vaga, acabamos desistindo e voltamos para o bairro de Belém atrás da nostalgia do Monastério.

Sentamos em uma charmosa hamburgueria chamada Donato e acabamos jantando por ali.

Nosso primeiro dia em Lisboa foi agradável e depois de vermos tantas cidade europeias ainda conseguimos nos surpreender.

Vista de Lisboa com a ponte para a margem sul.

Pelas ruas do centro da cidade.

O majestoso Mosteiro dos Jerónimos em Lisboa.

Lisboa é realmente um encanto de cidade

Apesar de já termos visto parte do centro, acabamos voltando para a Praça do Comércio no nosso segundo dia. Dessa vez deixamos o carro no camping e seguimos de ônibus. Nosso carro deu alguns sinais que não estava bem, e achamos melhor não arriscar.

Paramos para comer em um restaurante bem simples, parecido com os nossos botecos, que inclusive deve ser reflexo dos mesmos. Comemos várias delicias, e eu estou amando simplesmente entrar em qualquer lugar e ter tanta coisa boa e que já é conhecido.

Depois seguimos andando, no caminho ainda passamos por um museu onde estava rolando a semana de moda de Lisboa. Estava um burburinho só, super agitado, pessoas super estilosas, fotógrafos, revistas e tudo do meio da moda.

Nosso destino era o Castelo São Jorge, ainda paramos para um sorvete, e apesar do bondinho ir até lá, resolvemos ir caminhando e aproveitando o dia.

Ainda passamos pela Sé que é a Catedral da cidade. Quando chegamos ao Castelo São Jorge o tempo já tinha fechado, mas mesmo assim resolvemos entrar. Apesar do nome ser Castelo é uma fortaleza e apesar de uma vista legal de Lisboa não tem muito mais para ver.

Uma das fontes por Lisboa.

Muitas idas ao shopping com nossas irmãs

Debaixo de chuva resolvemos ir para o shopping para as meninas poderem comprar os presentinhos que faltavam. Acabamos jantando por lá e chegamos em casa perto da meia-noite.

As meninas ainda tiveram pique para tentar ir para a balada, perguntamos para algumas pessoas e indicaram para elas a Lux. Apesar de termos visto o valor de 12 euros para entrar, chegando lá queriam cobrar 250 euros para cada uma entrar…

Elas ainda foram para outro lugar com outras pessoas que conheceram lá mas infelizmente não acertaram, faz parte!

No domingo como era nosso último dia com elas, resolvemos não fazer muitas coisas, como o carro de molho no camping andamos até o shopping que estava perto para almoçar, passamos na Decathlon, na Ikea e novamente fomos para o shopping.

Nosso plano era ir jantar no Cais de Sodré mas a chuva não deu tréguas e resolvemos comprar as coisas para fazer um delicioso jantar.

Voltamos para o camping e ajudamos as meninas a arrumarem as malas. Elas vieram com uma mala cada e voltaram com duas malas cada uma. Fizemos um delicioso fondue e aproveitamos para ficar tocando violão até tarde… postergamos ao máximo dormir, afinal queríamos aproveitar cada segundo com elas, em poucas horas já seria hora de dizer adeus.

A bandeira de Portugal do alto do Castelo São Jorge.

Hora da despedida

Depois de quase 20 dias com nossas irmãs e muita diversão, não foi fácil termos de nos despedir… mas sabemos que a viagem tem que continuar e a presença delas foi ótima para matarmos um pouco da saudade da família.

Já estávamos há três dias em Lisboa era hora de voltamos a rotina da viagem. Nossa primeira coisa a fazer já que era segunda-feira era cuidar do carro, que tinha apresentado alguns sinais de que não estava bem.

Seguimos atrás de uma loja de autopeças, compramos tudo o que precisávamos, a Landecar, e lá nos indicaram o Fernando da Seguraudio.

Aproveitamos a chuva para passar o dia no mecânico. Chegamos lá as 5pm e ele gentilmente falou que trocaria as peças da embreagem mas que poderia levar umas três horas.

Como de costume já perguntamos se tinha internet e enquanto o Léo fica com os mecânicos para aprender mais sobre o carro eu aproveito para trabalhar.

Perto das sete já estávamos com fome e o pessoal da oficina nos indicou o supermercado Pingo Doce ali perto. Apesar de estarmos em uma área só de oficinas meio fora da cidade, nos disseram que era seguro caminhar ali a noite. O mercado tem um restaurante e uma parte de café bem honesta. Aproveitamos para jantar por apenas 8 euros os dois e voltamos para a oficina.

Acabamos saindo da oficina as 10pm. Nosso primeiro plano era seguir para Peniche, onde uma nova competição de surf da elite mundial estava para começar.

Mas por ser tarde da noite resolvemos voltar para o camping Lisboa e descansar.  Dessa vez, sem bangalôs, voltamos para nossa barraca! Já estávamos até com saudades de dormir nela, e apesar de estar um pouco úmida devido a forte chuva dos últimos dias, resolvemos dormir assim mesmo…

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber os guias de viagens feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades e muito mais...
Quero receber dicas...
                                                                                                                      *não leva nem um minuto...
close-link