Chile - Guia de dicas

Como foi nosso roubo no Chile

Não tivemos uma boa experiência quanto a segurança no Chile já que fomos roubados por lá no início da nossa volta ao mundo de carro, em 2013.

Já conhecíamos Viña del Mar e Valparaíso de uma viagem em 2011. A primeira experiência foi ótima, adoramos as cidades. A segunda visita, na nossa volta ao mundo de carro em 2013, não foi tão boa assim já que percebemos a fragilidade da segurança no Chile ao sermos roubados.

Antes que você siga em frente, nós também escrevemos um artigo sobre os Golpes mais comuns que acontecem na estrada, talvez ele possa te ajudar também.

A cidade de Valparaiso no Chile, onde tudo aconteceu!

A nossa experiência ao sermos roubados no Chile

Era dia 04 de julho. Comemoração de dois meses desde o início da viagem. Paramos para fotografar alguns surfistas na água na praia de Bahamas e na hora de ir embora, eis a surpresa: pneu furado. Enquanto o Leo manobrava, eu que estava do lado de fora, vi o pneu do meu lado rapidamente ir para o chão! Gritei para o Leo. Lá fomos nós trocar o primeiro pneu da viagem.

Enquanto o Leo se sujava todo, eu aproveitei para tirar foto e filmar um pouco. Seguimos viagem para um restaurante no caminho. Queríamos fazer uma matéria e quando chegamos lá, depois de uns vinte minutos, nos demos conta e percebemos: cadê a mala de fotografia do Leo?

Reviramos o carro e nada. Nessa hora já sabíamos que tínhamos sido roubados. Caímos em um golpe, onde as pessoas furam seu pneu para desviar a atenção e te roubar.

Leo trocando o primeiro pneu furado da viagem.

Como resolvemos a situação

Quando fomos roubados no Chile, precisamos ir a duas delegacias. Na primeira fomos mal atendidos, não nos deram muita atenção. A nossa sensação nessa primeira delegacia foi de total descaso. O cara ainda nos disse que precisaríamos de quatro dias para ter um documento oficial para enviar para o seguro no Brasil.

Recebemos a dica de um senhor, que encontramos enquanto comíamos uma empanada, para procurar a segunda delegacia e falar com o Coronel lá. Diferente da primeira, que estava vazia, essa estava lotada e nem sabíamos se seria possível, afinal o mesmo homem que nos disse para ir também nos disse que era muito difícil falar com o superior.

Paramos uma senhorita que passava uniformizada por ali e pedimos pelo Oficial Superior. Logo o Coronel apareceu e ouviu toda a história gentilmente, fez uma ligação e disse que era só nós passarmos na delegacia que fomos primeiro para buscar a documentação necessária.

Foi uma confusão conseguirmos os documentos para apresentar ao seguro. E ainda bem que tínhamos seguro, se não teríamos perdido todo o equipamento fotográfico.

O pneu furado propositalmente!

Era só isso que queríamos, mas…

Um dia antes do roubo, chegando no hostel

Sobre a segurança no Chile

Por mais seguro que seja um país, é sempre bom ficar atento. Roubos e furtos acontecem em todos os lugares, com todas as pessoas. De modo geral, o Chile é um país seguro. A taxa de criminalidade lá é mais baixa que a do Brasil. Só que isso não impede que você possa dar de cara com alguns marginais, até porque turista é sempre mais visado, principalmente mulheres e idosos.

Abaixo sugerimos algumas recomendações que você deve seguir para ter mais segurança no Chile ou em qualquer outro país.

O centro da cidade de Santiago no Chile.

Recomendações sobre a segurança no Chile

Cuidado com dinheiro e documentos

Principalmente nos grandes centros, estações e mercados. Além disso, nunca saia de uma casa de câmbio contando dinheiro na rua, ou enfie o maço de notas na carteira. Procure sempre dividir seu dinheiro por vários lugares e compartimentos.

Cuidado com cartões de crédito

No exterior é bem comum não pedir documento de identidade na hora de passar o cartão de crédito. E muitas vezes basta só assinar a via do consumidor, mesmo que o cartão seja de senha, ela as vezes não é necessária. Por isso, após pagar algo com seu cartão de crédito, confira, quando o devolverem, se o cartão que estão lhe entregando é de fato o seu.

Táxi clandestinos

Desconfie de pessoas que o abordem para propor um táxi clandestino num aeroporto ou estação.

Aluguel de carro

Se alugar carro, coloque a bagagem no porta-malas e não a deixe visível. À noite, não deixe o veículo estacionado na rua com coisas de valor. Lembre-se também de sempre trancar o carro.

Pertences no hotel

Não deixe suas coisas de valor as vistas no hotel quando você sair. A atitude mais sensata é guardar os documentos, joias e dinheiro no cofre do quarto, ou dentro da mala num bolso bem escondido. Se for roubado no hotel, fale com a gerência e vá ao consulado, principalmente, se levarem seus documentos.

Inspire-se com nossos livros

Livro Viajo logo Existo Um ano na Estrada

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Estrada (1)

R$ 65,00

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente (2)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na África

Livro Viajo logo Existo na África Selvagem (3)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na Ásia e Oceania

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Ásia e Oceania (4)

R$ 80,00

Nossos Parceiros

Logo Microsoft - Parceiro
Logo Smiles - Parceiro
The North Face logo - Parceiro
Logo Copa Airlines - Parceiro
Logo Software One - Parceiro

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Veja nossos guias de viagem