O que fizemos em cinco dias pelo Líbano

Nós estamos a duas horas no Líbano e já fizemos uns quatro amigos, hahah – Vocês estavam certos, que povo amigável! 

Na verdade, sempre que temos que voar como hoje, o dia acaba não rendendo muito do ponto de vista turístico e ainda ficamos meio cansados. Saímos do Bahrain na hora do almoço. Burocracias de aeroporto, uma hora de voo até Dubai, conexão relâmpago, 4:30 de voo até Beirute no Líbano, onde estamos agora. 

Como não conseguimos ninguém para nos receber aqui em Beirute (o que é estranho, considerando que a comunidade brasileira é grande no país comparado com Omã, por exemplo), reservamos um hotel ontem a noite e chegamos meio perdido na cidade. 

O primeiro desafio foi achar uma conexão de internet para pedir um Uber. Estranhamente a internet do aeroporto só funciona dentro da área de passageiros, não funciona no saguão de embarque. Tentamos comprar um cartão de telefone, mas por 58 dólares um cartão com 500mb, achamos um pouco caro, rs! 

As belezas do Líbano.

Em 20 minutos já aprendemos tanto

Nesse meio tempo não faltaram pessoas tentando nos ajudar. Desde conselhos como “não compre aqui, na cidade é mais barato”, ou pessoas que tentaram colocar suas senhas ou dividir sua internet. Infelizmente a boa vontade não gerou resultado. 

Tudo isso porque não queríamos negociar com os taxistas. Sabíamos que a corrida no Uber era 12 dólares, todo mundo havia falado que de taxi não sairia menos de 25 dólares ou mais. Não é nem pelo dinheiro em si, mas sim por uma questão moral de não pagar o dobro por algo que, não generalizando, muitas vezes oferece um serviço pior. 

Enfim, o pessoal do aluguel de carros conseguiu um motorista por 20 dólares e acabamos aceitando. Agora pensa em um cara gente fina! Nós quase demos 10 dólares a mais para ele ficar rodando e não acabar nossa conversa com ele. 

Em 20 minutos de conversa já aprendemos um monte de coisa sobre o país e mais do que isso, já temos certeza que a turma aqui é chegada em uma boa conversa! Isso foi confirmado pelo recepcionista do hotel, ahahaha… 

Apaixonados pelo Líbano.

Festa na embaixada brasileira no Líbano

Quando vimos estávamos em uma festa surpresa para um adolescente na casa de um diplomata brasileiro em Beirute no Líbano – muitas coisas aconteceram em apenas 24 horas por aqui! 

Diferente do que esperávamos ontem a noite, acordamos cedo hoje. Talvez ainda confusos pelas duas horas de fuso horário. Sem pressa caminhamos pela orla discutindo onde tínhamos vindo parar. Originalmente estaríamos em Israel essa semana e acabamos no Líbano, vai entender… 

Tomamos café em uma padaria e pedimos um Uber até o centro de Beirute. O transito estilo São Paulo em dia de chuva nos permitiu saber que o motorista já esteve no Brasil, que tinha parentes por ai e que arriscava um português. Curiosidades a parte são essas conversas onde conseguimos aprender um pouco sobre o país. 

O centro de Beirute é uma surpresa maravilhosa. Bem que falaram que aqui era considerada a Paris do Oriente Médio. Adoramos a mistura de mesquitas e igrejas por todos os lados. Caminhamos até a marina da cidade e voltamos pela Hamra, uma rua bem movimentada. Hoje caminhamos alguns km tranquilamente… 

As 19hrs a Bella veio nos buscar. Brasileira casada com libanês, eles nos levaram para jantar mais tarde. Mas antes fomos parar em uma festa surpresa na casa de um diplomata: Brasileiros, libaneses, franceses e eu e a Chel lá. Peguei na mão da Chel e falei, “amor, olha que maluquice isso em nossas vidas”. Teve coxinha, pão de queijo, sushi e hot dog, a comida tbm era misturada, rs! 

Era surreal pensar que 24 horas atrás estávamos no aeroporto meio perdidos, rs! Saímos para jantar e a conversa rendeu. Entre risadas e uma boa comida aprendemos em duas horas o que nunca aprendemos sobre o Oriente Médio. Novamente nos pegamos em um belo restaurante, no meio de Beirute no Líbano contando historias e aprendendo muitas coisas. 

Missão cumprida. É para isso que viajamos! 

Conhecendo os lugares imperdíveis no Líbano.

O Líbano é uma surpresa maravilhosa.

Nossos dias de turista no Líbano.

Sempre falar a verdade para vocês

De verdade, lembra o que combinamos um tempo atrás, de sempre falarmos a verdade, hoje eu (Leo) não tirei uma fotografia com minha maquina. Por que? Sei lá, não deu vontade… Todo mundo tem dias e dias, certo?⠀ 

Lembram a história de ontem? Festinha surpresa de criança, jantar com casal local, etc – chegamos tarde e cansados, ainda editei fotos, arrumei umas coisas até as duas da manhã e desmaiamos. ⠀ 

Ontem nosso jantar foi tão legal, que a Bela, que é casada com um libanês, nos convidou para almoçar e passar a tarde com ela. ⠀ 

O almoço foi assim, vamos dizer, delicioso! Nós ADORAMOS comida libanesa, kibe cru, Falafel, Fatuchi, Kafta e muito mais… E foi tão bom que estou ATÉ publicando uma foto de comida, algo que não devemos fazer desde a Italia, lá em 2014, rs!  

Aproveitamos de um jeito diferente

A verdade é que eu não fotografei nada hoje porque o dia estava meio nublado, escuro, não estava muito convidativo. Fomos em alguns museus, um deles o Museu Nacional de Beirute, e que coisa linda! Pequeno, ou melhor, na medida certa, com belas peças de milhares de anos atrás. Ficamos impressionados!⠀ 

Agora a noite saímos a pé para tomar um café, andamos pela Hamra, uma rua movimentada, cheio de restaurantes, café, gente fumando narguilé, uma loucura interessante. Tomamos nosso café e ficamos ali olhando as pessoas, refletindo sobre as nossas vidas. ⠀ 

As mudanças de planos, as surpresas, a gente no Líbano sem ter planejado, as pessoas que conhecemos pelo caminho… Tudo parece se encaixar perfeitamente em nossa busca por aprender mais e por fim, nos conhecermos melhores.⠀ 

Amanha vamos alugar um carro e dirigir pelo Líbano atrás de belas cidades, fiquem de olho! 

Os belos templos libaneses.

As belas estradas do Líbano

Agora a noite saímos a pé para tomar um café, andamos pela Hamra, uma rua movimentada, cheio de restaurantes, café, gente fumando narguilé, uma loucura interessante. Tomamos nosso café e ficamos ali olhando as pessoas, refletindo sobre as nossas vidas. ⠀ 

As mudanças de planos, as surpresas, a gente no Líbano sem ter planejado, as pessoas que conhecemos pelo caminho… Tudo parece se encaixar perfeitamente em nossa busca por aprender mais e por fim, nos conhecermos melhores.⠀ 

Agora já estamos no hotel, fazendo o que? Trabalhando no site novo do Viajo logo Existo – é coisa que não acaba mais! Mas está cada vez mais perto do final. Está chegando o dia que você não fará mais uma viagem sem antes olhar nosso site… Um guia de viagem exclusivo e gratuito de cada país que já visitamos (90 até agora): quando ir, o que comer, onde ir, top 10 lugares, segurança, intercambio, nossos posts, mapas… AGUARDEM!⠀ 

Amanha vamos alugar um carro e dirigir pelo Líbano atrás de belas cidades, fiquem de olho! 

Muita neve no Líbano

Sem querer, hoje voltamos para a neve! Alias, muita neve aqui no Líbano. Apesar de algumas coisas terem dado certas, nosso planejamento hoje não foi muito bom…⠀ 

Acordamos cedo hoje em Byblos com a intenção de visitar TRÊS patrimônios da humanidade de Unesco aqui no Líbano e finalizar em Beirute. Ao todo seriam umas oito horas de estrada e uns 500km de estrada.⠀ 

Paramos em uma padaria “Wooden bakery” (tem varias por aqui), pegamos varias para comer e seguimos viagem. Nosso primeiro destino era a região do vale dos Cedros de Deus. Uma região maravilhosa nos pés das montanhas, onde ainda existem uma parte da floresta de cedros que datam de milhares de anos atrás. ⠀ 

Bom, esse deveria ser o primeiro dos três destinos de hoje, o próximo seria a ruína de Balbeck, mas descobrimos que o caminho que havíamos pensado estava fechado devido a neve na pista. ⠀ 

Aceitando a derrota tentamos acelerar para Beirute para ainda tentar visitar Balbeck por outro caminho, mas chegamos já no fim da tarde e não quisemos pegar estrada tão tarde. ⠀ 

Como vamos embora segunda cedo para a Jordania nos sobrou a opção de dormir cedo e tentar acordar bem cedo amanha, domingo e cair na estrada. ⠀ 

Não passou pela nossa cabeça que poderia ter tanta neve na região mais alta. Enfim, faz parte, erramos e pagamos o preço do erro, rs! Pelo menos achamos o primeiro local lindo, totalmente diferente do que tínhamos visto por aqui!⠀ 

Quem disse que o Líbano não tem neve?

O dia que as coisas deram errado

Ontem foi um dia que as coisas deram relativamente errado e te falo o porque relativamente: queríamos ter visitado algumas cidades aqui no Líbano e por causa da neve, as estradas estavam fechadas… 

Porém temos um trabalho que amamos, então, sem opção do que fazer, falamos, vamos para casa trabalhar? 

Hoje fizemos o que estava planejado para ontem. Visitar a incrível cidade de Baalbek, uma das ruínas romanas mais bem preservadas do mundo, milenar e absurdamente impressionante! 

Olha, fazia tempo que não víamos algo tão magnífico e belo! Se você amou ver a acrópole em Atenas, ia ficar de queixo caído com isso aqui… O que mais borbulha na minha cabeça é: imagina se isso não tivesse sido destruído e estivesse inteiro para apreciarmos sua beleza… 

Visitamos outro patrimônio da Unesco, a citadel de Aanjar, essa uma cidade muçulmana, também de mais de 1000 anos. 

Ao mesmo tempo que vimos essas construções milenares, lemos sobre sua história, e vimos as pedras lá, quebradas, mas ao mesmo tempo intactas, nos questionamos sobre nossa passagem por esse mundo… 

Estávamos a 5 km da Síria, ouvimos que podíamos ir até lá, veríamos uma Damasco em alerta, mas, a vida tem que continuar… quanto mais viajamos mais difícil é entender as guerras. Parece simplesmente o interesse de poucos sendo protegido em detrimento da vida de muitos. 

Queríamos visitar mais dois lugares ao sul, Tyre, outro patrimônio, e Canaan, onde Jesus fez seu primeiro milagre, mas, teríamos de dirigir a noite e nos disseram que não é uma boa ideia. 

Mais uma vez, voltamos para casa para trabalhar, igualmente felizes se tivéssemos ido nesses lugares. 

Para fechar com chave de ouro, fomos dar um beijo de parabéns na Bella, uma brasileira que se disponibilizou em nos mostrar a cidade! Conhecemos seus amigos e sua família, metade brasileiros metade libaneses, e mais uma vez, tivemos uma aula sobre esse país! 

Obrigada Líbano! Esperamos que muitos brasileiros possam ter o prazer de vir te conhecer! 

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber os guias de viagens feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades e muito mais...
Quero receber dicas...
                                                                                                                      *não leva nem um minuto...
close-link