Pelas montanhas do Cazaquistão na Ásia Central

Nossa viagem pela Ásia Central continua, e depois de viajarmos pela rota da seda com temperaturas acima dos 40 graus, era hora de um descanso nas montanhas do Cazaquistão, nosso terceiro país nesta overland trip.

Para quem acompanhou todos os posts aqui no site, viu que começamos nossa overland trip a bordo de um caminhão da Oasis Overland no Turcomenistão, um dos países mais fechados do mundo, cruzamos as lindas cidades da rota da seda no Uzbequistão e agora, seguiremos para o Cazaquistão.

Mais uma vez estávamos diante da fronteira de mais um país e tudo correu bem. Fizemos alguns sanduíches e com paciência esperamos o único funcionário trabalhando carimbar nossos passaportes. Sempre leva um tempinho a mais para o caminhão passar pela fronteira, e para isso, sempre alguém tinha algum jogo de cartas para passarmos o tempo, dessa vez, banco imobiliário.

O belo cenário nas montanhas do Cazaquistão

Acampando sob as estrelas no Cazaquistão

Quando se está fazendo uma viagem como esta, sempre existe um plano, e também sempre existe um plano B. Partimos da fronteira e depois de uma hora de estrada, simplesmente nos deparamos com a estrada fechada, com uma duna de areia e inviável de atravessar.

Nosso motorista deu meia volta e dirigimos sentido ao Uzbequistão de volta, até acharmos um lugar apropriado para passarmos a noite. Não demorou muito e estávamos montando acampamento em um lindo cenário, apesar de ser a fazenda de alguém.

Pela primeira vez desde o início da viagem, acampamos com temperaturas bem mais amenas, sob céu tão estrelado que víamos a via láctea. Acampamos felizes naquele lindo cenário e nos sentindo particularmente conectados com a natureza.

Isolados no meio do nada

Rumo as montanhas do Cazaquistão

O destino do nosso caminhão era o parque Aksu-Zhabagly Nature Reserve, a reserva mais antiga da Ásia Central. Teríamos dois dias para explorar as montanhas do parque, antes de seguirmos viagem. Ao chegamos lá nos deparamos com um lindo cenário. Montamos nossas barracas diante daquele belo cenário de montanhas, e depois de tantos dias sofrendo com o calor, parecia que não existia nenhum lugar melhor para estarmos.

Aproveitamos para caminhar e descansar diante da imensidão da natureza. Eu e o Leo particularmente estávamos um tanto abalados pois em meio a limitação de internet, recebemos a notícia que nosso sobrinho de três anos estava no hospital com pneumonia. Ficamos super abalados e apesar do lugar incrível não relaxarmos.

Mais uma vez o céu foi o destaque, com uma noite linda e fria. Apesar do grupo ter dormido bem, eu passei frio, mesmo com meia, pijama quente e saco de dormir para 15 graus… faz parte.

O dia seguinte estava reservado para fazer uma trilha ou um passeio a cavalo pelas montanhas. Todo o grupo topou fazer e saímos do camping as 11 da manhã. Depois de uma hora eu e o Leo nos perguntamos, mas o que estamos fazendo aqui? Eu tinha dormido mal, estávamos preocupados com o nosso sobrinho, e nem um pouco afim de estar fazendo aquele treking.

Voltamos os dois, sozinhos, para o camping, e curtimos aquele momento. Percebemos que fazia tempo que não ficávamos só nós. Afinal, já estávamos na terceira semana de viagem com o grupo e foi bom ter um momento só nosso em meio as montanhas do Cazaquistão.

Nossa última noite

Acampamos próximo da fronteira com o Quirguistão, em um lugar bem isolado perto das montanhas. Tudo indicava que a chuva chegaria a qualquer momento e diante disso nós montamos rapidamente nossas barracas. Para nossa sorte a chuva nunca chegou e conseguimos montar toda a estrutura para fazer o jantar. No final do dia a luz ainda ficou linda e conseguimos curtir aquele belo visual em algum lugar das montanhas do Cazaquistão. Na semana que vem nós voltamos para o país, para Amalty.

Lindo lugar para dormir

Grupo reunido para o jantar

Será que vai chover?

Vimos só um pedacinho do Cazaquistão

O Cazaquistão é o nono maior país do mundo em extensão territorial e sabemos que vimos só um pedacinho dele. Existem muitos parques incríveis para visitar e também algumas cidades interessantes.

Como esse é o roteiro da nossa oveland trip, depois de acabar a viagem, voltaremos ao país para conhecer Almaty. A cidade já foi a capital do país, e apesar de ter perdido o posto para Nur-Sultan, a capital desde 1997, ainda é um dos destaques do país.

Mais um belo pôr do sol nas montanhas do Cazaquistão

Quer fazer Overland também?

Essa viagem pela Ásia Central de caminhão foi feita em parceria com a Oasis Overland, uma das principais empresas de Overland no mundo. Eles possuem roteiros no mundo todo. Se você gosta de explorar o mundo, fazer amigos e ainda viver experiências diferentes, essa é uma boa escolha.

Para quem quer saber mais informações é só acessar o site da Oasis por aqui ou deixar sua dúvida abaixo!

Boas viagens…

Artigos relacionados

Artigos relacionados

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber os guias de viagens feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades e muito mais...
Quero receber dicas...
                                                                                                                      *não leva nem um minuto...
close-link