Os encantos da Sicília no sul da Itália

Você não dever ser o primeiro a ouvir falar dos encantos da Sicília, e também não será o último, essa ilha localizada no sul da Itália impressiona todos com sua história, natureza e bela gastronomia.

Nossa visita a Sicília foi meio que decidida de última hora e considerando o destino, achamos que foi uma boa decisão. Estávamos em Portugal e precisávamos chegar em Dubai para pegar uma conexão para o Turcomenistão, simples assim. Descobrimos que a FlyDubai, uma das poucas empresas que operam o voo para o Turcomenistão, também voava da Sicília para Dubai.

Resumindo, por conta disso fomos parar na Sicília, mais especificamente na cidade de Catania. Essa seria a cidade onde chegaríamos e também a cidade de onde partiríamos. Por conta dos amigos que estavam conosco em Lisboa, e da data que eles foram embora, tínhamos somente cinco dias nessa famosa ilha italiana. Sabíamos que era pouco tempo, mas era o que tínhamos e fomos com tudo.

A linda visão da ilha no alto da cidade de Taormina

No pé do vulcão Etna

Nossa primeira dúvida sobre a visita a Sicília era o que iríamos fazer, por conta dos poucos dias, nós teríamos de escolher, não daria para ver tudo. A primeira coisa que optamos por fazer foi alugar um pequeno apartamento no pé do monte Etna. Também alugamos um carro, que nos daria flexibilidade de estar meio fora da parte turística, e ir e vir como quiséssemos.

Achamos um apartamento localizado em San Venerina, um vilarejo pequeno e provincial, mas que tinha uma ótima pizza que custava três euros, e ficava próximo ao Monte Etna, considerado o maior vulcão da Europa. Não sei te dizer bem o porquê, mas mais do que as cidades e atrações da cidade, a ideia de ver o vulcão nos fascinava.

Bom, chegamos no final de tarde, dirigimos até o apartamento, comemos a tal da pizza e capotamos. Acordamos na manhã seguinte sem pressa (algo bem comum nas nossas viagens) e só no final de tarde dirigimos montanha acima. De verdade, o visual é mais bonito no caminho do que lá de cima. Devido a formação vulcânica, existe lindos recortes, muito verde, um ar limpo, adoramos o caminho.

Sem pressa, sem ninguém, sem pressão.

As vezes o caminho é melhor do que o destino final

Encantados com a Sicília

Bom, quem nos conhece sabe que gostamos de mesclar o turismo mais básico com algumas vontades bem particulares. Com esses anos todos de viagem é impressionante o número de lugares que visitamos e não fomos no que era “o mais famoso”, e faz parte, convivemos bem com isso. Seguimos em frente sempre sabendo que um dia podemos voltar.

Mas o lado turístico é um dos encantos da Sicília e temos de concordar com isso. Porém resolvemos fazer um roteiro meio maluco, e não só explorar a Sicília como também pegar uma balsa e cruzar de volta para a Itália continental e ir até a praia de Tropea, mas isso eu conto mais para baixo.

A primeira cidade que visitamos na Sicília foi Taormina, essa talvez uma das mais famosas na ilha toda. Habitada desde 750 antes de Cristo, essa pequena cidade de 10mil habitantes se tornou o destino preferido de milhares de turistas todos os anos. Localizada nas montanhas de frente para a praia, suas pequenas ruelas com lojas e restaurantes dão um charme ímpar ao local.

Claro que não podemos deixar de notar que o charme fica meio comprometido com milhares de pessoas visitando o lugar ao mesmo tempo, mas isso parece ser um problema de muitos lugares da Europa. Não podemos esquecer que fomos lá em Julho, e isso explica muita gente por lá, principalmente no final de tarde, depois que a turma já curtiu a praia. Ah, vale a pena fazer reserva nos restaurantes, para não correr o risco de ficar sem lugar.

Fomos no final de tarde visitar as ruínas do Teatro Antico di Taormina, e para nós esse foi um dos pontos positivos da visita. Simplesmente ficamos sentados no teatro observando a ilha ao fundo, refletindo sobre tudo que já aconteceu ali nos últimos dois mil anos. Muito bonito… voltamos tarde da noite para o nosso apartamento, que ficava a meia hora da cidade.

Já percebemos que a bagunça da ilha que mostra os verdadeiros encantos da Sicília!

Muita gente nas ruas de Taormina

Por que não ir mais longe?

Com o passar dos anos todos e de tudo que temos feito, eu suspeito que nossa vontade de viajar é potencializada pela ideia de ir em lugares pouco conhecidos. Aquele famosa história, “ah, nem tão longe, acho que dá para ir lá e voltar” é comum em nossas viagens. E claro que isso aconteceu até mesmo nos poucos cinco dias que tínhamos na Sicilia.

Quando fizemos o planejamento da viagem, lendo alguns sites, olhando o google maps, nós descobrimos um linda praia chamada Tropea, mas que ficava localizada na parte continental da Itália. Fizemos uma rápida pesquisa e descobrimos que o serviço de balsa que liga Sicília e Regio Calabria opera basicamente o dia todo. Dirigiríamos em uma manhã, curtiríamos a tarde e a noite em Tropea e na manhã seguinte voltaríamos pela costa explorando a região.

E foi o que fizemos. Tropea é um lindo vilarejo na costa da Calabria. É famosa pelas suas praias de águas claras e principalmente pelo seu formato. Na beira da praia existem falésias super altas e inclinadas, e o vilarejo se desenvolveu no topo delas, logo o local oferece uma vista linda da praia e arredores. Outra curiosidade também é o santuário de Maria, no alto de uma formação rochosa que separa as duas praias de Tropea. É possível subir as escadarias e ter uma vista panorâmica da região.

Uma coisa que aprendemos nessa região da Itália, é como os lugares se transformam com o cair da noite. Fomos a tarde em Tropea e quase nos arrependemos de termos ido até lá, vazia e sem vida. Porém a noite, tudo ganhou cor, vida, luzes e pessoas e sem dúvida foi a decisão certa ter voltado. Todo mundo fica na praia durante o dia, come qualquer coisa, e no final do dia sai para jantar e passear na cidade.

Foi em Tropea que tomamos o melhor sorvete de pistache de nossas vidas, e acreditem, já provamos em mais de 20 lugares diferentes 🙂

Vista de Tropea do alto do santuário

Testando os sorvetes de pistache da Itália

Praia cheia é comum no verão italiano

O caminho de volta e seguindo em frente

Saímos de Tropea pela manhã e viemos dirigindo pela costa. Na verdade não tínhamos nenhuma cidade específica, mas fomos no mapa (no caso Google Maps) vendo como se manter perto da costa e parando para fotografar, um dos destaques foi Capo Vaticano. Achamos alguns visuais bem bonitos, tomamos mais sorvete de pistache (esse era ruim, muito doce) e antes do final de tarde já tínhamos feito todo o percurso de volta até Catania, já na Sicília.

Quer saber o que achamos da Sicília e região? Se fomos pegos pelos encantos da Sicília? Pode apostar que sim, e não sabemos ainda quando, mas temos a certeza que um dia iremos voltar. Principalmente porque ficaram muitas coisas legais para fazer. Digo até mais, acho que com mais tempo é possível viver melhor a experiência de vida da Sicília, que é bem particular.  A vida ali parece correr mais devagar…

No topo disso tudo ainda ficaram dezenas de lugares legais para visitar e muitas experiências interessantes para viver. O lado bom é que a Sicília é pertinho e tem muitos voos que nos levam até lá…

Agora precisamos seguir em frente, rumo ao Turcomenistão.

Abs, bjs, e até mais

leo e chel

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber os guias de viagens feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades e muito mais...
Quero receber dicas...
                                                                                                                      *não leva nem um minuto...
close-link