Goteira na barraca do nosso carro na Costa Rica

Após deixarmos meus amigos no aeroporto de San José, tivemos a brilhante ideia de dirigir até a Praia Jaco. Uma hora de carro da capital, queríamos ver como estavam as ondas por lá na manhã seguinte…

Chegamos na praia no começo da noite e nos surpreendemos com o desenvolvimento da cidade. Várias lojinhas, hospedagens, e com sorte achamos um camping. O que foi ótimo para baratear nossos custos no país, aliás o mais caro na viagem até agora. O que não esperávamos é que, naquela noite pegaríamos a chuva mais forte de toda viagem, até então.

Não durou mais que três horas, mas foi intensa e nossa barraca não aguentou. Quando percebemos meu travesseiro estava todo molhado e tinha água em todo o colchão. Pensamos sobre fechar tudo e ir para um hotel, mas além da chuva que estava fortíssima eu estava morto! Havia acordado às 5 da manhã e dirigido o dia todo, mesmo molhado eu estava conseguindo dormir. Coloquei uma toalha no colchão e apaguei! A Chel me surpreendeu em ter encarado isso tudo com muito bom humor e parceria.

Sem dúvidas foi a pior noite dentro da barraca e talvez uma das piores da viagem, mas faz parte.

Acordamos as 6 da manhã e saímos o mais rápido possível do camping.

Goteira na barraca na Costa Rica

Acordamos às 6 da manhã com tudo úmido dentro da barraca, fechamos ela e voltamos para São Jose onde iríamos encontrar um casal de brasileiros. Eles vivem na cidade há quase um ano e já tínhamos ficado uma noite na casa deles antes de ir para Playa Negra. Eles foram muito bacanas com a gente e nos sentimos “confortáveis” para bater na porta deles sem nem ao menos avisar, e eu precisava de um banho urgente!

A Tati, nossa anfitriã, estava em casa terminando sua aula de espanhol e nos recebeu super bem. Fui direto para o banho, estava imundo! Depois tiramos tudo do carro para poder secar, esticamos colchão, edredom, tudo pelo jardim. Depois de colocar o assunto em dia saímos para almoçar em um restaurante barato e gostoso que ela sempre vai.

Depois passamos à tarde em um café e lá ficamos até o anoitecer, de onde seguimos para sua casa para encontrar o Felipe, seu marido. Saímos para jantar, um dia diferente da nossa atual rotina, nada de lugares novos, fotos, histórias, somente bate papo.

Quem tem amigos, tem tudo! San Jose, capital da Costa Rica.

Nossa anfitriã nos levando para conhecer San Jose.

Algumas iguarias da Costa Rica. Era uma delicia!

Um dia com amigos na Costa Rica

Na manhã seguinte, a Chel sugeriu conhecermos a Britt Café. Deveria ser uma fazenda de café e mostrar toda a linha produção, porém mesmo não sendo isso tudo é um passeio bacana. Você conhece um pouco mais do processo de seleção dos grãos, da moagem, do preparo e no fim ainda tem um teatro – diga-se de passagem – muito bem contracenado explicando a história do café na Costa Rica.

Leva menos de duas horas a explicação e eles ficam a menos de meia hora do centro de San José. Passamos o resto do dia na casa deles batendo papo, à noite fomos jantar no Outback, estávamos morrendo de vontade de comer aquela cebola frita, mas por ironia do destino, ela estava em falta. O Fe e a Tati convidaram um amigo do trabalho, o Julio, ele é da Nicarágua e nos deus várias dicas sobre o que fazer por lá.

Foi um jantar super alto astral, demos boas risadas e ouvimos boas histórias!

Aprendendo um pouco sobre a industria do café na Costa Rica

Já era hora de ir embora e seguir viagem para o vulcão Poás

Na manhã seguinte nos despedimos de nossos amigos e, agradecemos por toda a hospitalidade e boas risadas. Fomos direto para o vulcão Poás, localizado a uma hora de San José, é um passeio muito interessante. Tudo muito bem organizado e sinalizado, você caminha 15/20 minutos do estacionamento até um mirador na cratera do vulcão, dali você pode facilmente avistar a fumaça repleta de enxofre saindo dele.

Muito interessante! Ali também parte outra trilha de 30 minutos até a cratera de um segundo vulcão, mas esse já está completamente extinto. Agora é uma lagoa de água doce das chuvas dos últimos milhares de anos, linda vista nos dois! Um passeio que vale a pena você fazer se estiver na Costa Rica.

Era chegada a hora de partir. Agora sim, de volta a nossa rotina, somente nós dois e o carro. Foram ao todo quase 15 dias sempre acompanhados de amigos, e foi  até estranho voltar ao nosso dia-a-dia. Estrada, buscar campings, etc…

Mas estamos felizes da viagem estar só começando!

Felizes de visitar mais um belo lugar em nossas vidas!

Cratera do vulcão Poas na Costa Rica

É comum a cratera se tornar um grande lago de água doce por conta das chuvas!

Foram dias muito legais na região de San Jose, capital da Costa Rica. Mas era chegada a hora de seguirmos em frente. Essas decisões nunca eram fáceis, por que quando gostávamos de um lugar, era só ficar mais dias.

Porem, se fosse assim nossa viagem nunca acabaria, rs!

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber os guias de viagens feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades e muito mais...
Quero receber dicas...
                                                                                                                      *não leva nem um minuto...
close-link