Home – Ásia – China

Os belos campos de arroz em Guilin

Depois de uma parada forçada em Fuzhou, chegamos a Guilin. Veríamos os belos campos de arroz em Guilin.

Apesar de Guilin ser uma cidade que atrai turistas que querem conhecer uma China mais rural, ficamos meio chocados de saber que a cidade recebe 20 milhões de turistas por ano.

Tudo bem que quando se fala em pessoas na China, sempre se fala em milhões, mas, por ser uma cidade rural, achei que ia ser algo… rural.

De qualquer forma estávamos bem animados de começar a conhecer a China. Começando pelos campos de arroz, um alimento que faz parte dessa cultura.

Ao vivo os campos de arroz são ainda mais bonitos

Guilin não parece nada rural…

Como estávamos ainda no processo de entender como é ser turista pela China, optamos por pedir para o hostel mandar um motorista para nos buscar. Achamos que foi uma boa decisão.

Chegando no hostel, que inclusive era bem bonitinho, perguntamos para a pessoa da recepção se podíamos sair para comer algo, se teria algum restaurante aberto e se era seguro. A resposta para as duas perguntas foi: Claro!

Quando saímos do hostel não precisamos nem andar 100 metros para nos depararmos com um calçadão lotado de gente, lojas, restaurantes, barraquinhas de rua… Nos perguntamos se era realmente um dia da semana e 11 horas da noite.

Completamente chocados, até desistimos de comer, seguimos andando com a multidão, observando as pessoas, vendo o que as lojas estavam vendendo, famílias inteiras brincando e se divertindo naquele lugar.

Que belo começo!

E Guilin também foi uma grata surpresa

Campos de arroz de Longsheng

Acordamos cedo hoje, felizes de estarmos na China, um lugar que nem imaginávamos conhecer nessa viagem.

O motorista e o guia da The China Guide estavam no hostel no horário combinado. São duas horas de carro até os campos de arroz e se você é daqueles que fica enjoado e tonto facilmente, tome um dramin, pois são muitas curvas.

Chegando lá você ainda faz uma caminhada morro acima de 45 minutos. Porém o visual do topo é recompensador!

Os campos de arroz estão por todos os lados, em um verde infinito. As curvas, os tons de verde, encontrar alguém trabalhando lá no meio, é bem incrível o cenário.

Mesmo com o tempo meio nublado, conseguimos render fotos bem legais dos campos de arroz de Longsheng, em Guilin na China. Essa nebulosidade ressalta as cores e o verde dos campos ficaram bem bonitos!

Nosso guia ainda parou para almoçarmos em um pequeno restaurante no meio das montanhas. Comemos super bem. Arroz feito no bambu, carne em pedacinhos e muitos legumes.

Enquanto descíamos a montanha passamos pelas construções de madeira e nos sentimos no filme do Kung Fu Panda. Mas já tem muita coisa sendo construída de tijolo, que acaba fazendo o lugar perder um pouco o charme de vilarejo. Faz parte. Vimos muitos turistas chineses na caminhada mas poucos turistas ocidentais.

As formas dos terraços de arroz são incríveis

Para quem quiser evitar a caminhada há um transporte alternativo

Essa região é famosa pelos noodles feitos de arroz

Yangshuo ficou de fora

Nosso primeiro plano incluía visitar Yangshuo. Mas olha o que aconteceu, tínhamos separado um dia e uma noite para ir lá, vimos tudo, o pessoal da The China Guide tinha reservado tudo para nós já, só que na véspera de voar para a China, a Xiamen Airlines simplesmente cancelou nosso voo e remarcou para o dia seguinte, 24hrs após a data e horário original.

Tentamos ao máximo mudar dois vôos seguintes para esticar um dia a mais por aqui!

Faz parte, nem sempre sai do jeito que queremos….

Para os amantes de Yangshuo aqui perto de Guilin, não conseguimos visita-la! E parece que é um dos lugares mais legais da China toda…

Como já havíamos reservado vôos e hotéis nos dias seguintes, acabamos tendo que cancelar nossa ida a Yangshuo porque não era possível alterar as datas dos próximos destinos!

É uma mega sacanagem! Você paga certinho, confirma seu voo, se planeja e o cara com 24hrs de antecedência muda todo seu roteiro. E olha que nós temos flexibilidade, imagina alguém vindo do Brasil com férias contadas, pagando milhares de dólares.

A Chel diante dos terraços de arroz

Controle o que você pode controlar.

A Xiamen Airlines que cancelou nosso voo ainda prestou um péssimo serviço, dando poucas informações e oferecendo um hotel péssimo na cidade que tivemos que ficar as 24hrs.

Bom, como sempre dizemos aqui: controle o que se pode controlar. Fizemos o que podíamos, mas não deu certo. Agora é seguir para Chengdu, nosso próximo destino aqui na China!

Inspire-se com nossos livros

Livro Viajo logo Existo Um ano na Estrada

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Estrada (1)

R$ 65,00

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente (2)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na África

Livro Viajo logo Existo na África Selvagem (3)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na Ásia e Oceania

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Ásia e Oceania (4)

R$ 80,00

Nossos Parceiros

Logo Microsoft - Parceiro
Logo Smiles - Parceiro
The North Face logo - Parceiro

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Veja nossos guias de viagem