Últimos dias pelo norte do Chile

Depois de 33 dias no Chile é hora de aproveitar os últimos dias pelo norte do país e seguir viagem para o Peru.

Depois de cinco dias incríveis no Deserto do Atacama era hora de seguir viagem, cruzamos novamente o deserto rumo a cidade de Iquique, famosa por ter uma zona franca grande e bons preços. Nossa esperança era conseguir recomprar parte do equipamento fotográfico que foi roubado em Viña del Mar na cidade.

Encontramos um camping fora da cidade porém muito bem estruturado, limpo e amplo. Além do camping o lugar possui algumas cabanas, piscina, internet e o mais importante ótimas duchas!

A tal da Zona franca de Iquique

No dia seguinte fomos conhecer a cidade e ficamos encantados, foi a cidade mais bonita que vimos no Chile! Cidade praiana, mas muito bem cuidada, com calçadão, pessoas se exercitando, parquinho para crianças na praia e para os adultos uma outra diversão: é possível pular de paraglide da montanhas que cercam a cidade.

Bom, fomos as compras na Zona Franca mas não tivemos tanta sorte, primeiro porque não há muitas opções de lentes profissionais e as que buscávamos nenhuma loja trabalhava, para as lentes que eles trabalhavam perguntamos os preços e eram todas mais caras que em Santiago.

Resolvemos curtir a praia e nos organizar para seguir viagem. Rumo ao norte ainda tínhamos uma parada em Arica antes de entrar em território Peruano, apesar do ótimo tempo em Iquique quando chegamos a nossa última cidade ainda em território chileno o tempo estava completamente fechado e apesar de termos o endereço de dez campings, todos estavam fechados!

Conseguimos que um gentil senhor nos recebesse contanto que fossemos embora na manhã seguinte e não havia duchas também, por sorte já tínhamos tomado banho pela manhã só comemos e capotamos. E assim o fizemos, acordamos cedo, fomos ver o surf, mas como o mar não estava bom e o tempo pior ainda, resolvemos seguir viagem.

Iquique nos pareceu bem organizado e bem fácil de dirigir

Ficamos impressionados com a organização da orla marítima.

Hora de ir para a fronteira do Chile com o Peru

A fronteira para entrar no Peru é a menos de vinte minutos do centro da cidade de Arica e mesmo sendo começo de tarde dado a proximidade resolvemos tentar, chegaríamos a Tacna antes do anoitecer.

Os primeiros tramites foram ok mas na hora de passar pela aduana, o sistema caiu e tivemos de aguardar três horas. Como o sistema não voltou e já estava ficando tarde eles entraram na contingência e fizeram a documentação toda manual.

Finalmente entramos no Peru! Nosso quarto país no Viajo Logo Existo!!!

Essa é a nossa última imagem do Chile, até a próxima!

Curiosidades:

  • O único documento adicional que pediram na fronteira chama relação de passageiros e existe uma lanchonete ali mesmo que vende. Custa 1 dólar.
  • Não nos pediram o SOAT, seguro obrigatório contra terceiros, fizemos em Arequipa somente.
  • Em Arica não deixe de visitar o mercado central, nós não fomos, mas ouvimos falar muito bem dele depois.
  • o ZoFri (Zona Franca) tem bastante eletrônico e algumas coisas com preço relativamente bom, se o Uruguai fica longe da onde você mora, Iquique pode ser uma opção.

Inspire-se com nossos livros

Livro Viajo logo Existo Um ano na Estrada

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Estrada (1)

R$ 65,00

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente (2)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na África

Livro Viajo logo Existo na África Selvagem (3)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na Ásia e Oceania

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Ásia e Oceania (4)

R$ 80,00

Nossos Parceiros

Logo Microsoft - Parceiro
Logo Smiles - Parceiro
The North Face logo - Parceiro
Logo Copa Airlines - Parceiro
Logo Software One - Parceiro

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Veja nossos guias de viagem