O mais incrível de Bostwana é o rio Chobe

Nossa viagem começou e terminou em Kasane! Foram alguns dias nessa pequena cidade mas não temos dúvida que o mais incrível de Bostwana é o rio Chobe.

Deixamos a Namíbia para trás e entramos em nosso país de número 53, Botswana.

Como já tínhamos ouvido falar, esse é um dos países mais organizados e menos corruptos da região toda. Dez minutos na fronteira e tudo certo, era hora de seguir em frente.

Nosso destino era a cidade de Kasane, onde seria nossa base para visitar a região norte do Parque Nacional Chobe, um dos lugares mais selvagens dessa região da África.

Da fronteira até a cidade são 50km em estrada de asfalto, no caminho já cruzamos um animal que nunca tínhamos visto. Não temos ideia do nome dele em português mas em inglês chama Sable.

Encontro com a natureza selvagem

Hora de organizar a viagem por Botswana

Nosso plano era chegar em Kasane e ai começar a planejar o que faríamos pelo país. Sempre dividimos por aqui que se gastamos muito tempo planejando o próximo país, acabamos não aproveitando o lugar onde estamos.

A primeira coisa era encontrar um camping, que achamos facilmente e nos acomodar.

A segunda era visitar o centro de informações e conseguir o máximo e informações com eles. Fomos até lá, recolhemos todos os mapas e guias disponíveis e esperamos nossa vez para sermos atendidos.

Já tínhamos um plano na cabeça e o dividimos com a pessoa que estava ali. Ai vem o balde de água fria. Ela nos disse que o plano era ótimo, quer veríamos muitas coisas incríveis. O único problema é que para acampar nesses lugares que queríamos ir era necessário fazer reserva com seis meses de antecedência!

Gente, seis meses! Nunca tínhamos ouvido isso!

Falamos para ela que não tínhamos como voltar dali seis meses, que estávamos de carro e rumaríamos ao norte sem planos de voltar. A opção que ela nos deu foi: vocês podem tentar. Podem ir até a entrada dos parques e perguntar se tem espaço para acampar, se não tiver, terão que voltar para a cidade anterior.

Ok, se não tem solução, solucionado está.

Fazendo um tour nas margens do Rio Chobe

Hora de visitar o Parque Nacional Chobe

Acordamos cedo no outro dia e fomos para dentro do Parque Nacional Chobe, para nos ambientar com Botswana. Na portaria a pessoa já conferiu se tínhamos um carro 4×4, nos informou os horários, os cuidados que deveríamos ter e lá fomos nos.

Logo de cara cruzamos esse enorme hipopótamo procurando uma grama para matar sua fome. Também foi a primeira vez que vimos crocodilos fora da água, se esquentando no sol.

Como a última gota de chuva caiu no mês de Fevereiro, muitas lagoas já secaram e os elefantes são obrigados a virem até a margem do rio Chobe para matar sua sede diariamente. São muitos elefantes!

Apesar dos cuidados que deveríamos ter, acabamos entrando em um lugar errado e atolamos o carro. Foi um sofrimento sem igual tira-lo dali já que a regra é clara, você não pode sair do carro.

Mas, não tínhamos o que fazer, era sair do carro e tentar tira-lo dali, ou, passar a noite com os animais. Depois de algumas horas naquela situação, beirando a exaustão, com fome, sede, um calor insuportável e ainda por cima morrendo de medo, conseguimos sair dali. Ainda teríamos de dirigir mais uma hora até a saída do parque… faz parte. Torcer para não atolar de novo.

Quando já estávamos voltando para a cidade de Kasane, por fora do parque, no asfalto, falei para o Leo: cuidado que tem um animal na pista. Chegando mais perto vimos duas leoas lindas, deitadas no meio do asfalto…. Nem acreditamos na cena!

Transito diferente em Botswana

Uma leoa descansa tranquilamente

Lição aprendida!

Bom, com o susto que passamos no Parque Nacional Chobe, no nosso primeiro dia por lá, vimos que Botswana não era brincadeira. Nossa preocupação não seria polícia corrupta, violência, nada disso. A maior preocupação seria quebrar ou ficar atolado em algum lugar remoto, sem internet e sem telefone.

Começamos a ler tudo que encontrávamos na internet sobre dirigir em Botswana, a medida ideal para deixar os pneus, o horário que a areia esta mais ou menos fofa, etc, etc… No fim, não estávamos bem seguros, mas, só poderíamos aproveitar o melhor do país, se viajássemos por ele.

Conseguimos ir até Nata, Kubu Island, Maun, o Parque Moremi, o Khwai e o Savuti e sobrevivemos.

Neste último, que parecia ser o trajeto mais casca grossa, antes de sairmos do camping vimos algumas Land Rovers ajeitando suas coisas. Nos aproximamos e perguntamos para era o destino deles. E a resposta foi Kasane. Perguntamos se poderíamos ir juntos e seguimos em 4 carros. Ufa!

Fazendo um tour pelo Rio Chobe

De volta ao Parque Nacional Chobe em Kasane

De volta a Kasane, nosso primeiro, e último destino, estávamos bem felizes de termos sobrevivido. Ah, também estávamos bem felizes por tudo que vimos e vivenciamos.

Estávamos honestamente exaustos, apesar de todos os campings terem banho, era sempre aquela pressão para fazer tudo antes de escurecer, fazer o jantar, comer correndo e subir para a barraca antes dos animais aparecerem sorrateiramente.

Dos amigos que conhecemos pelos parques, ouvimos sobre um outro camping em Kasane. Diferente do que tínhamos ficado na primeira vez. Resolvemos arriscar e esse camping era muito mais legal. Ficava dentro de um hotel de luxo, com uma boa infraestrutura e você podia usar as instalações do hotel, restaurantes e inclusive contratar os passeios.

E foi o que fizemos. Nos instalamos por ali e aproveitamos para fazer um pouco de safári com um motorista em vez de fazer o self drive, que é o que estávamos fazendo desde que chegamos a África.

E dito e feito, indo com o guia vimos leões, não nos preocupávamos em ficar atolados, muito mais fácil. Outra coisa muito legal do Rio Chobe é fazer o passeio de barco e ver os elefantes nadando da margem do rio até uma pequena ilha… uma cena surreal..

Botswana tem algo mágico, quase inexplicável… e por mais que os europeus já tenham descoberto este lugar e estejam em peso por lá, ainda é um lugar que muita gente nem ouviu falar!

Final de tarde em Chobe

Uma placa não muito comum de se ver

Inspire-se com nossos livros

Livro Viajo logo Existo Um ano na Estrada

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Estrada (1)

R$ 65,00

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente

Livro Viajo logo Existo no Velho Continente (2)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na África

Livro Viajo logo Existo na África Selvagem (3)

R$ 80,00

Livro Viajo logo Existo Um ano na Ásia e Oceania

Livro Viajo logo Existo Um Ano na Ásia e Oceania (4)

R$ 80,00

Nossos Parceiros

Logo Microsoft - Parceiro
Logo Smiles - Parceiro
The North Face logo - Parceiro
Logo Copa Airlines - Parceiro
Logo Software One - Parceiro

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Veja nossos guias de viagem