Adoramos nossa visita a Yerevan na Armenia

Quando o sol aparece, não importa a temperatura em Yerevan, tudo fica mais feliz! Pelo menos é assim que nos sentimos! 

Acordamos tarde hoje e quase perdemos o café da manhã. Acho que foi ansiedade de ontem, do presente das Maldivas, mal conseguimos dormir direito, rs! Yerevan, capital da Armenia é uma cidade tranquila. Se você nos falasse que estamos em alguma cidade da Espanha, nos acreditaríamos!  

O que mais nos impressiona é que muitas pessoas devem imaginar a Armenia como um lugar velho, caindo aos pedaços, perigoso. #soquenao! 

No fundo, poder estar aqui e mostrar a realidade desses destinos é muito legal para nós! Receber dezenas de mensagens dizendo que nós estamos mostrando lugares que algumas pessoas nunca haviam escutado, traz uma alegria diferente para nós! Hoje o dia rendeu belas fotos! Espero que gostem e se encantem com mais um destino, ainda, pouco conhecido por muitas pessoas! 

Chel, na placa da cidade.

Chel, na placa da cidade.

Chel, na placa da cidade.

Uma pequena reflexão

Hoje, baseado em anos de publicações diárias nas redes sociais, nós sabemos que esse post não irá atrair muito a atenção das pessoas. Longe de estar querendo dizer o que é certo ou errado, mas é só uma constatação. Como parte da nossa viagem pelo mundo, tem dias que estamos em praias lindas de água azul turquesa(que gera muitos likes no Facebook) e tem dias que estamos em museus ou envolvidos em questões sociais (que gera muito menos likes).⠀⠀ 

Bom ou ruim? Isso não importa. O importante para nós é que a gente continue aprendendo. Algo que o nosso modelo de vida nos permite fazer em uma escala diária desde Maio de 2013.

Nós envolvidos em questões sociais.

Entendo a história da Armenia

Hoje nós fomos entender um pouco sobre um genocídio que não é muito conhecido onde vivemos. Mesmo tendo descendentes de Armênios no Brasil. Ao todo, mais de 1.5 milhão de armênios foram mortos por volta de 1915. Apesar de não reconhecer oficialmente, a Turquia, é considerada responsável por esse genocídio.⠀⠀ 

Independente de quem fez ou não, o mais triste para nós e ver esse tipo de intolerância. Como alguém pode matar outra pessoa só por que ela é diferente de você? Só por que ela não tem a mesma crença que você? Ai algumas pessoas podem falar: mas isso foi a 100 anos atrás, hoje é diferente! Será?⠀

No museu, aprendendo

Tentando entender a história da Armenia

Respeito na história da Armenia

O que mudou atualmente?

Em 1994 enquanto assistíamos o Brasil se preparar para a Copa do mundo, 800mil Tutsi eram mortos em menos de 90 dias em Ruanda. Os muçulmanos da Bosnia, na mesma época, estavam cercados e sendo exterminados. A lista é grande e continua crescendo… A grande pergunta é: o que mudou atualmente? ⠀⠀ 

De verdade não sabemos exatamente… Em um mundo que deveríamos nos unir, percebo que estamos cada vez mais distantes. Temos mais ódio, menos paciência, mais polarização. Não aceitamos quem é diferente de nós. ⠀⠀ 

Algo também fica muito claro: essas atrocidades, muitas vezes, estão mais ligadas aos interesses políticos e econômicos, do que a vontade da população em si. Por fim, que tentemos cultivar mais o amor e menos o ódio. Simples assim!⠀ 

Se você leu até o fim, deixe seu comentário, marque #litudinho e marque alguém para passarmos adiante essa reflexão. Para nós isso é algo importante e gostaríamos de ouvir a opinião de vocês, do que já viram pelo mundo e do que acham sobre isso… 

Estávamos contando os minutos para ver os belos cenários holandeses.

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber os guias de viagens feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades e muito mais...
Quero receber dicas...
                                                                                                                      *não leva nem um minuto...
close-link