Loading...
Peru 2018-06-30T07:52:19+00:00

Peru

Cores, energia e sorrisos são o que define o Peru que luta para manter viva a cultura de mais de 5 mil anos. A resistência de seu povo encontra-se em cada pequeno detalhe pelo país do artesanato colorido, a música típica com sua dança exótica, sua culinária e perseverança. As paisagens que parecem ter saído de um quadro pintado por um renomado artista dão a cartada final para tornar o país um dos melhores para se visitar.

A cultura dos Incas que por lá chegaram e deixaram marcado sua histórica com construções de tirar o fôlego em Machu Picchu, a cordilheira dos Andes em contraponto com o lago Titicaca, a floresta amazônica e a capital Lima. Peru é receptivo para os viagens apaixonados por natureza, por grandes metrópoles, por praias, por história e arte.

Os 2.430 de Machu Picchu são o que atraem o turista para o país, mas não é o único ponto que o faz se apaixonar pelo lugar. A receptividade, a cultura forte e energia vibrante deixa no turista um gostinho de quero mais a cada lugar visitado.

As florestas, o mar e o império inca tornam-se um combo que juntos faz com que nos apaixonamos por sua cultura. Ficou curioso sobre esse rico país? Vamos explorá-lo mais um pouco!

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

O Peru é muito mais do que Lima e Cusco. Fomos até o Parque Huaraz que é belíssimo.

Informações úteis

Capital: Lima
Moeda: Novo sol
Idioma: Espanhol, aimará e quíchua
População: 32,1 milhões
Requer Visto: Não 
Requer Vacinas: Não
Eletricidade: 220v
IDH: 0,74 (87º)

Quando ir ao Peru

Você é do tipo planejador? Gosta de saber a melhor época do ano para visitar determinado país? Se a resposta for sim para as duas perguntas, então deve se perguntar: Quando ir para o Peru?

O clima não é fator decisivo em grande parte do país, mas se pretende visitar Macchu Picchu ficar de olho nas condições climáticas é imprescindível.

Alta temporada (de maio a setembro): A melhor época para viajar sempre são os meses que chove pouco para poder curtir e se aventurar sem grandes preocupações com o tempo. No Peru essa época acontece entre maio e setembro, os meses de junho e julho, que coincidentemente são os meses de férias no Brasil, são os melhores para conhecer o país.  A temperatura média fica em torno dos 20ºC, durante à noite cai pela metade. O clima seco e a falta de chuva tornam as paisagens deslumbrantes e sem risco de tempestades fazem com que o inverno a melhor época para ir ao Peru.

Média temporada (de setembro a novembro): Em Setembro, Outubro e Novembro os dias são mais longos e as chuvas não são frequentes. É ótimo para viajar por conta do clima agradável. A época de férias escolares em grande parte da América Latina acabou, por conta disso, os valores de hotéis e passeios estão mais baratos.

Baixa temporada (de novembro a março): O verão no Peru ocorre entre os meses de novembro e março, apesar do calor, costuma ter muita chuva e ser muito úmido. O tempo nublado impossibilita ver grande pede de Machu Picchu. Pode alagar algumas cidades como Valle Sagrado e  Cusco. O verão não é o mais indicado para visitar o país, mas caso só possa ir nessa época do ano tem que ter um pouco de paciência e ficar sempre de olho no clima na hora de agendar seus passeios.

Melhores meses: Os melhores meses para conhecer o império Inca e a bela Lima são meses de inverno. Por conta da pouca chuva na região.  Escolhe um mês entre maio a setembro e se prepare para explicar cada pequeno pedaço do incrível Peru. Maio e setembro são considerados baixas temporadas os preços são melhores, as cidades estão menos lotadas, as agências de viagem tem menos concorrência então acabam baixando o preço de alguns passeios é uma ótima época para visitar o país e ainda economizar durante a viagem.

Como chegar ao Peru

Para entrar no país nós da América Latina não precisamos de visto e existem diversas formas para chegar ao Peru do transporte Terrestre como ônibus e carros, aos aéreos.

Algumas rotas por terra são possíveis: saindo do Acre pôde-se pegar um ônibus direto a Cusco, ou de Porto Alegre e Foz do Iguaçu basta ir a cidade que faz fronteira com o Brasil, Pedro Juan Caballero e pegar alguns dos ônibus disponíveis.  As viagens são longas e as estradas perigosas, mas são um opção para quem prefere o meio terrestre.

As opções de voo

Para quem é da região sudoeste como São Paulo e Rio de Janeiro existem alguns voos diretos para Lima.  As Taca, LAN, TAM fazem esse trecho de viagem. Algumas empresas fazem os vôos internos para  Arequipa, Puno, Lima e Cusco é uma opção que apesar de mais cara é boa para quem vai ficar pouco tempo no país. As empresas mais conhecidas são latam, avianca, star peru e peruvian.

Transporte no país 

Uber: O uber no Peru funciona da mesma forma que no Brasil, e assim como em grande parte do mundo é uma opção melhor e mais barata que Táxi. O aplicativo é uma boa forma para quem quer se locomover pela cidade de forma confortável e rápida.

Trem: O trem não é a forma mais utilizada de transporte entre os locais. A privatização das linhas férreas fizeram com que o preço das passagens aumentassem e muitos optassem por outro meio de transporte.

As linhas mais utilizadas são as para chegar até águas calientes para ir até Machu Picchu. O trem acaba sendo mais utilizada no país por turistas que encontram facilidade para se locomover entre os pontos turísticos.

Car Pooling: No Peru temos os calleteros, espécie de táxis coletivos só funcionam com até cinco passageiros.  O Carpooling mais utilizados na Europa também funcionam no país, mas de forma menos conhecida.  Os aplicativos funcionam como forma de carona compartilhada entre desconhecidos e tem ganhado os corações dos viajantes que gostam de economizar.

Metro: O metrô funciona melhor na capital Lima, o sistema de transporte urbano percorre grande parte da cidade desde o sul aos bairros mais periféricos e ao centro histórico. Não é muito utilizado pelos viajantes por não chegar aos pontos turísticos Os distritos que tem metrô são: Villa El Salvador, Villa Maria del Triunfo, San Juan de Miraflores, Santiago de Surco Surquillo, San Borja, San Luis, La Victoria e Fencing Lima.

Ônibus: O Ônibus é uma das melhores opções para se locomover, porém o lado negativo são que os comboios muitas vezes são velhos e estão em estados precários. Assim como em grandes metrópoles nos horários de pico eles ficam lotados. Os valores são baixos e isso é um grande atrativo para o turista, porém os deslocamentos de um ponto ao outro da cidade são muito demorados.

City pass para o transporte: Conhecidos como boleto turístico no peru vende-se em cusco. Funcionam da mesma forma que os citypass em grandes cidades. Os valores dependem de cada agência e ele te dá acesso a cerca de 16 atrações em Cusco.

Navio/barco/cruzeiro: Uma opção de passeio de barco no Peru é descer e subir o Rio Amazonas. De barcos pequenos, lanchas até alguns tipos de navios os passeios te levam entre as cidades e você pode conhecer a flora do país.

Acessibilidade: Alguns pontos turísticos como Machu Picchu oferecem opções para pessoas com deficiências para locomoção. Os meios de transporte não são totalmente adaptados, mas a locomoção é fácil de se fazer. Nas estações de metrô e até nos ônibus existem sempre funcionários dispostos a ajudar.

Estávamos contando os minutos para ver os belos cenários holandeses.

Hospedagem no Peru

O Peru é um destino que cada vez mais atrai brasileiros, e tem hospedagens para todos os tipos e bolsos, e acredite, dá para gastar muito pouco com hospedagem se você estiver disposto a encarar lugares muito, muito simples.

Economia colaborativa

Airbnb também funciona mas vale ficar atento para não cair em furada. O Couchsurfing é a ferramenta certa para quem não quer gastar nada com hospedagem e ainda fazer amigos. Você literamente pede para dormir no sofá de alguém que tenha um lugar disponível. Assim como outras ferramentas de economia colaborativa vale sempre ficar atento as avaliações de outros viajantes sobre o lugar que você escolheu.

Dica econômica em Trujillo

Residencial Munay Wasi: O Residencial Munay Wasi é uma pousada aconchegante com clima familiar. Em uma grande casa conta com quartos privados e compartilhados. O espaço conta com cozinha,  sala comum com televisão e um pátio interno que pode ser utilizado pelos hóspedes.

Dica econômica em Cusco

Antis Hostel Cusco: O Antis Hostel fica localizado no centro  de Cusco perto de alguns dos principais pontos turísticos: o Museu Inca e a Praça Principal de Cusco. O lugar oferece quartos compartilhados e privados. Além de Wi-Fi gratuito em toda a propriedade.

Dica econômica em Lima

Hitchhikers Lima Hostel: Nós ficamos neste hostel quando passamos pelo país em 2013. A grande vantagem é a localização, fica em Miraflores e fazíamos muita coisa a pé.

Bom custo benefício em Lima

Habitat Hotel: O Habitat Hotel localizado no centro de Lima, a apenas  14 km do aeroporto Jorge Chavez. Oferece suítes modernas e bem equipadas com camas queen-size, ar condicionado e TV a cabo. Além de Wi-Fi e estacionamento gratuitos.O hotel disponibiliza buffet de café-da-manhã americano com grande variedade de alimentos.

Experiência de luxo diferenciada

Tambo del Inka, a Luxury Collection Resort & Spa: O resort Tambo del Inka é o único hotel em Urubamba uma ótima localização no Vale Sagrado dos Incas. O luxuoso hotel conta com estação própria de trem para Machu Picchu.

Os quartos têm varanda privativas com vista espetaculares, alguns contam com piscina e spa. O restaurante do hotel serve pratos deliciosos e culinária americana e típica do país. O hóspede também pode usufruir da academia e aproveitar uma relaxante  massagem natural. O hotel tem uma agência própria na qual você pode fechar passeios exclusivos.

Amazon Planet: O Resort Amazon Planet é rodeado pela natureza, as acomodações são chalés particulares, os quartos têm banheiro privativo e terraço.

Para comodidade do hóspede o lugar oferece translado gratuito para o aeroporto, todas as refeições, bilhetes gratuitos para o parque e visitas guiadas. Ainda se preferir são oferecidos atividades como canoagem, pesca e passeios de barco.

A propriedade faz o translado do Aeroporto Internacional Padre Aldamiz e conduz o hóspede de barco pelo rio Madre de Dios até os chalés.

Você pode gostar:

O que levar para o Peru

Para poder se locomover de um lado ao outro o viajante deve-se atentar ao peso da mala. Para isso decidir de forma criteriosa o que levar é imprescindível, alguns itens que são de extrema importância e  indispensáveis não importa o ano.

O que levar no verão: Para o verão tenha sempre na sua mala, de acordo com o tempo que for ficar,  meias, roupas íntimas, pijama, itens básicos de higiene e remédios. Para o verão roupas leves como shorts e vestidos para mulheres, bermudas para os homens. Importante lembrar que machu picchu e Rainbow Mountain são em pontos altos e por conta disso os lugares são frios então leve agasalhos quentes, roupas de segunda pele, luvas e cachecóis. Para os pés bota de escalada e tênis.

O que levar no inverno: O inverno do Peru pode chegar a temperaturas extremas se manter aquecido e confortável é importante.  Algumas pessoas indispensáveis nessa época do ano são calças, casacos, moletons, luvas e botas para caminhada.  Cachecol, lenços, coletes e roupas de segunda pele térmicas são importantes pois te mantém aquecido, são confortáveis e não sujam tão fácil.  Uma dica é levar legging que são peças confortáveis, ocupam pouco espaço na mala e podem ser usadas embaixo de outras peças.

Veja também:

Comidas imperdíveis

A gastronomia peruana é um atrativo a parte para os turistas que visitam o país. Pratos com muito verde, peixes, frutos do mar e tempero carregado formam alguns dos pratos típicos mais famosos.

Cada prato reflete uma parte da tradição e cultura do país, muitas das refeições servidas tem algum ingrediente com rica história por trás. Nós somos apaixonados pela comida peruana e aqui são só alguns dos famosos pratos do país.

#1 Ceviche – O Ceviche é um prato conhecido no Brasil e em boa parte do mundo e é tipico do peru. Os ingredientes são pescados em limão peruano, cebola, sal, alho e pimenta.

#2 Pollo con papas – O pollo é um prato formado por coxas de frango desossadas, batatas,pimenta verde,cebola vermelha, pó de adobo Goya e um pouquinho de vinho branco.

#3 Arroz chaufa – O Arroz chaufa é uma espécie de arroz frito misturado com comida chinesa e alguns ingredientes peruanos.

#4 Lomo salteado – Uma mistura de comida peruana e chinesa é um prato típico do Peru que você encontra em diversos restaurantes.

#5 Tacu tacu – O nosso feijão com arroz diário em  versão peru. O prato é formado por uma massa com grãos e é frita como um omelete.

É um país tão perto do Brasil mas com uma cultura distinta e muito rica

Top 10 imperdíveis

  1. Ir de trem para Machu Picchu
  2. Fazer o passeio de buggy em Huacachina
  3. Conhecer Ollantaytambo a última cidade inca
  4. Ver os enormes desenhos Linhas de Nazca no deserto que só podem ser vistos do alto
  5. Visitar as Ilhas Ballestas
  6. Beber Pisco sour a bebida nacional do Peru.
  7. Participar da festa tradicional virgen del carmen
  8. Conhecer as comunidades nativas da Amazônia
  9. Fazer a caminhada Inca
  10. Se aventurar fazendo Andinismo na cordillera Blanca

Dicas e Curiosidades do Peru

  • No Peru é onde está a maior comunidade chinesa na América Latina.
  • Há mais de 3 mil tipos de batatas no Peru.
  • Há um lugar próximo a Puno chamado La Rinconada apelidada de Terra de Ninguém.
  • Lhamas são parentes dos camelos e estão em grande parte do país.
  • No Peru come-se gato.
  • O Cânion mais profundo do mundo fica no Peru!
  • a universidade mais antiga das Américas é do Peru.
  • No país falam-se três línguas: Espanhol, quechua e aymara.
  • Peru está em segundo lugar em quantidade de xamãs no mundo.
  • As Linhas de Nazca foram tombadas como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1994.

Se você gosta de…

Adrenalina: A montada mais alta do Peru fica em Huascarán e os aventureiros de plantão costumam fazer andinismo na cordillera Blanca. O Parque Nacional de Huascarán é Patrimônio Natural da Humanidade, O lugar é indicado para fazer longas caminhadas.

Caminhadas: Fazer o mesmo caminho que os Incas fizeram quando chegaram ao país é um dos passeios mais conhecidos e amados pelos turistas. Se você gosta de caminhar e de história faça a Caminhada Inca em Cusco.

Culinária: Está em um país diferente e quer experimentar um prato novo? no Peru come-se porquinho da índia, ou como é conhecido lá o Cuy. O prato é famoso e é vendido em diversos restaurantes.

Cultura: Visite o Santuário Arqueológico de Pachacamac em Lima. O centro cultural abriga templos e pirâmides incríveis, a apenas 45 minutos da capital o lugar é ótimo para conhecer as culturas Wari e Ychsma.

Encontro com animais: Para os apaixonados por animais a reserva nacional de Paracas e deserto de Ica é um lugar indicado para visitar. Lá você encontra espécies de lobos-do-mar, pinguins e golfinhos.

Paisagens memoráveis: Parque Nacional Huascarán Declarado em 1977 como reserva da Biosfera, o Parque Nacional Huascarán tem 27 picos nevados a mais de 6 mil metros acima do nível do mar, dos quais El Huascarán é o mais alto deles, com 6.688 metros.

Refúgios remotos: A Reserva nacional Tambopata  é ideal para quem quer ter contato direto com a natureza. Os passeios são feitos de barco e você fica hospedado em albergues para curtir ao máximo a natureza.

Vida urbana: Lima é um destino de compras para os locais e turistas da América Latina. A cidade conta com diversidade de lojas do mundo todo e é ótima para passar uma tarde agradável para renovar o guarda roupa.

Vida noturna: Quer fazer um passeio noturno? O Circuito Mágico das Águas é um passeio imperdível. Ao todo são 13 fontes iluminadas em diversos pontos com belas apresentações e música.

Nossa viagem por lá

Apesar do nosso cronograma para o Peru ser de apenas um mês, acabamos ficando dois meses! Isso mostra o quanto gostamos do país e como tentamos aproveitar o máximo do lugar. Abaixo você confere um pouco da nossa viagem por lá.

Load More Posts

Peru é um país seguro?

Muito se fala sobre a segurança em viagens pela América Latina e realmente é preciso estar atento o tempo todo. Apesar de não termos ouvido muito sobre assaltos, nos hotéis sempre nos falavam para tomarmos cuidado e durante a noite não sair com a câmera.

Tome cuidado com golpes de taxistas sobre preços cobrados. Na dúvida escreva em um papel e peça para ele confirmar. Lembre-se sempre que o Uber é uma alternativa e você evita ser enganado e estar em uma situação desconfortável.

Uma dica para quem pretende viajar solo é contratar agências de viagens para passeios e assim não precisará se locomover pela cidade sem ninguém. Mas se você é do tipo sem paranoia e gosta de ser livre, pode curtir o país tranquilo, tomando cuidado sempre, mas sem medo.

Veja também: 

A comida peruana é um dos motivos para visitar o país

O que nós achamos do Peru

Essa explicação resume bem o que achamos da nossa visita ao Peru: tínhamos um visto de 60 dias no país, saímos dele no último dia! Detalhe, chegamos para ficar 30 dias, mas gostamos tanto que demos uma “esticada”.

O Peru é um país exótico, colorido, vibrante e sim, bagunçado! Eu diria que é talvez um dos lugares mais próximos da Índia que já vimos. Lembrem-se, nós cruzamos ele inteiro de carro. Fomos dos lugares mais turísticos ao menos conhecidos. E portanto vimos de tudo, rs!

Uma coisa que nos vem à cabeça sempre quando falamos deste país é a sua culinária. Não só comemos bem, como comemos barato, e mais, pelo país todo.

Como um todo nossa experiência foi bem positiva, gostamos muito dos lugares, das pessoas e da cultura do país.

Siga eles no Instagram: Leo Spencer e Rachel Spencer

Melhores Roteiros

Contrate um guia no Peru

Essa parte está em desenvolvimento, mais novidades em breve. Caso você já tenha usado o serviço de guia no país, ou conheça alguém, por favor no indique pelo e-mail contato@viajologoexisto.com.br. Obrigado!

Intercâmbio

Os intercâmbios mais conhecidos do Peru são os intercâmbios sociais que tem como propósito o voluntariado. Diversas ONGs recebem turistas do mundo todo como voluntário dando hospedagem e recebendo de troca o trabalho. Para os mais diversos tipos de trabalhos desde os com animais, crianças carentes, aulas de inglês e idosos. Opções não faltam. Mas se o seu objetivo é estudar o espanhol, algumas escolas oferecem esse tipo de serviço com aulas semanais ou até mesmo anuais.

Trabalho x Habilidade

Hoje em dia, mais do que nunca, está cada vez mais fácil você viajar pelo mundo. Mas mais do que isso, existem diversas empresas que te ajudam a encontrar um trabalho em troca das suas habilidades. Você já pensou em fazer um trabalho social ou cuidar de animais, ou até mesmo pintar a parede de um hotel?

Sites como Workaway ou Wordpackers são exemplos de plataformas onde você pode encontrar famílias, instituições, serviços, que precisam de alguma ajuda.

Em breve vamos colocar mais informações para vocês sobre esse assunto!

Localize-se no mapa

Baixe nosso guia

Quer todas essas informações de forma gratuita no seu smartphone, mesmo se não tiver internet durante sua viagem? É só baixar o e-book com todo o conteúdo disponível nesta página.

Em breve!

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Receba nosso conteúdo gratuito
Acreditamos que juntos chegaremos mais longe e é por isso que disponibilizamos e-books, guias e planilhas gratuitas para vocês, seguidores do Viajo logo Existo
Clique aqui para confirmar
close-link
Receba nosso conteúdo gratuito
Acreditamos que juntos chegaremos mais longe e é por isso que disponibilizamos e-books, guias e planilhas gratuitas para vocês, seguidores do Viajo logo Existo
Clique aqui para confirmar
close-link
shares