Loading...
Perguntas frequentes2018-05-05T22:17:02+00:00
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Perguntas frequentes Viajo logo Existo

Esse é o perguntas e respostas do Viajo logo Existo, onde tentamos dividir um pouco de tudo que vimos e ouvimos desde 2012, quando começamos os preparativos de nossa volta ao mundo.

Essas são algumas perguntas que escrevemos durante os preparativos de nossa volta ao mundo de carro que começou em meados de 2013.

Alguns momentos da nossa jornada pelo mundo!

Como vocês vão cruzar os oceanos?
Essa é fácil, iremos remar com a prancha do Leo puxando o carro, rs. Brincadeiras a parte o carro vai de navio, colocamos ele dentro de um container e pronto. Claro teremos inúmeras burocracias, documentos, pagamento… Carro no navio, nós no avião.

Como vocês vão fazer com o dinheiro?
Fizemos um post sobre isso já, mas basicamente levaremos dinheiro em espécie, cartão pré-pago, cartão de crédito e ao longo da viagem iremos sacar com nosso cartão de débito também. Para não ficar pagando tarifas muito altas abrimos uma conta em dólares e vamos sacar dessa conta. Tem varios bancos que oferecem esse serviço então o trabalho foi só a  burocracia para abertura de conta.

Onde vocês vão dormir?
Iremos dormir em uma barraca em cima do carro. Ela é feita para isso e é facilmente montada, para desmontar demora um pouco mais, mas também não é um bicho de sete cabeças. Dentro da barraca temos um colchão relativamente confortável, saco de dormir, travesseiros e edredom. O bom dessa estrutura é q você pode fechar ela com tudo dentro mesmo.

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Pelas estradas da Namíbia, muito longe de casa em 2015.

Vocês vão levar uma arma?
Não, não vamos levar uma arma. Não temos a pretensão de usa-la e portanto não faz sentido ter uma, sem falar na questão da fronteira e possíveis prisões por conta disso…rs

E se estiver muito frio?
É, a Rachel é bem friorenta e isso definitivamente pode ser um problema durante a noite. Estamos nos equipando para tentar suportar isso, mas se a situação realmente apertar, vamos acabar passando a noite em alguma pousada, hotel. Afinal queremos voltar inteiros.

Quantos estepes vocês estão levando?
Estamos levando dois estepes no carro, algumas pessoas disseram que só um seria necessário, mas optamos pela segurança e estamos levando dois.

Quantos litros cabem no tanque?
O tanque de diesel atualmente tem 120 litros de capacidade, são 80l do original mais 40 litros do tanque de inox extra. Com a autonomia de 9.5Km por litro – rodamos facilmente 1000 quilômetros com ele.

Como vocês vão tomar banho?
Boa pergunta, a principio iremos usar os campings onde iremos pernoitar para tomar banho. No carro temos um tanque de água que pode ajudar em alguma emergência e temos também um saco de borracha (feito para isso), você enche de água, pendura em algum lugar e manda ver no banho.

Nosso carro dentro do container chegando na África do Sul.

Como vocês vão comer?
Temos fogão, armários e geladeira no carro, logo temos a estrutura para conseguir cozinha nossa própria comida, a segunda opção é comer fora, restaurantes, casas de família…só no caminho iremos descobrir.

E se você ficar doente?
Vamos ter seguro de saúde ao longo da viagem toda, ou seja para situações extremas vamos ter que ir para o hospital mais próximo, para os problemas do dia-a-dia iremos fazer a mesma coisa que fazemos em São Paulo, tomar remédio, evitar friagem, etc – no limite tiramos uma semana de férias da viagem e paramos em um hotel um pouco mais estruturado.

Vocês pretendem visitar o Brasil durante a viagem?
Boa pergunta! Nunca paramos para discutir isso seriamente, mas poderia ser uma opção sim, temos família e amigos aqui e se não aguentarmos a saudade pode ser uma opção. Ou eles irem nos visitar.

Qual o roteiro? Os dois dirigem?
Sim, ela adora dirigir! Diria que é 50/50 a relação.

Curtindo a vida no Deserto do Atacama, com quase três meses de estrada em 2013.

As duvidas dos seguidores do Viajo logo Existo

Um tempo atrás pedimos para as pessoas mandarem suas duvidas. Recebemos centenas de perguntas e separamos algumas que devem te interessar.

—- Entrevistador: André Taiariol
Léo, tenho curiosidade sobre quando vcs brigam…tipo briga de casal mesmo, vcs ficam sem se falar? Tipo fazendo birrinha?? Ficam um tempo na estrada sem se falar??? …como fazem pra não deixar o orgulho dominar….isso é interessante por que vcs convivem 24h por dia…e não 6 ou 8 horas como um casal convencional…

Resposta: Bom, para ser bem sinceros, nós nunca brigamos muito, então achávamos que isso não seria um problema na viagem, sempre tivemos uma ideia clara que queremos nos ajudar, cuidar um do outro, a base muito sólida. Sobre orgulho você optou por estar com aquela pessoa, decidiu casar com ela, orgulho é importante para as suas realizações, mas ter orgulho para não admitir que errou, ou quem está certo ou errado, isso nem existe na nossa relação.

Tem que escolher para o que quer brigar, não dá para discutir porque errou o caminho, isso é muito pequeno, não pode virar uma briga, são cinco minutos a mais na viagem, para quem vai ficar três anos na estrada, isso não pode fazer diferença.

E isso vale para a vida mesmo sem estar na estrada, no trânsito, na ida pra praia, o Leo sempre falava uma coisa que acho que conseguimos implementar bem: nossa vida já era tão caótica em São Paulo, com transito, chefe, trabalho, que a pessoa que está do seu lado tem que te trazer coisas boas, paz e não briga, birra e orgulho.

—- Entrevistador: Arline Marton
Como funciona o visto para cada lugar? Vocês viram isso antes da viagem ou vão resolvendo durante?

Resposta: Primeiro fizemos um estudo dos países que o Brasil tem relações diplomáticas no site do Itamaraty, e só vamos para esses países. Em relação ao visto, nesse estudo também levantamos os países que precisam e vamos tirando pelo caminho, geralmente você tira no país anterior. O único visto que já saímos do Brasil foi dos Estados Unidos que já tínhamos pelo banco.

—- Entrevistadora: Ivoneide Mattos
Hoje é o dia internacional da mulher! Em homenagem a nós mulheres, gostaria de saber a rotina, isto é o dia a dia da Chel, ao seu lado na estrada?

Resposta: Bom, sobre a rotina, geralmente acordamos, preparo café da manhã, divido com o Leo o plano do que vamos fazer, para onde vamos, onde vamos dormir e tal, apesar do Leo dirigir mais, as vezes também dirijo. Também cuido dos nossos gastos. Sobre a parte feminina da história, rotina mulher, acho que não mudei muito, tento sempre optar por roupas confortáveis mas não incarnei outra pessoa, rsrs.

O que acho que muda é que algumas coisas que antes você fazia com mais frequência agora são feitas com menos, antes eu fazia a unha toda semana, agora como eu mesma que tenho que fazer, faço quando dá, eu mesma corto meu cabelo, faço sobrancelha, o que não dá é para sofrer quando não dá para fazer essas coisas. Geralmente aproveito quando ficamos em hotel. Acho que é mais difícil é frio e junto com isso banho frio, fora isso, nada a reclamar!

O final de tarde que vivemos na Muralha da China em 2016.

Entrevistador: Martha Martins
O q vcs vão fazer da vida quando voltarem? Vcs tem onde morar ou pretendem continuar morando no carro? Como vcs fazem quando tem que ir ao médico?

Resposta: Sobre o que fazer quando voltar, ainda não sabemos, deixamos as portas abertas no mercado financeiro e estamos tentando fazer o VLE virar um projeto maior, talvez ele seja nosso trabalho mesmo depois da viagem. Sobre onde morar temos um apartamento que está alugado então devemos morar nele, o carro vai servir para levar as crianças na escola, levar para acampar no Petar, colocar cachorro, bicicleta, etc.

Sobre ir ao médico ainda não fomos, temos nossos médicos no Brasil que sabem da viagem e se disponibilizaram a ajudar, então quando acontece alguma coisa mais séria já entramos em contato com eles para eles acompanharem, porém se for algo que realmente precise ir a um hospital, teremos que ir no mais próximo!

Entrevistador: Oscar Simões
O que vocês têm lido? Outra coisa, até agora voces estiveram em paises de lingua mais conhecidas. Voces estao estudando outras linguas? Daqueles paises pelos quais passarao? Rosetta Stone pro carro? Abs
Resposta: Temos lido em média 1 livro por mês cada um, Leo leu doze livros e eu li nove. Os assuntos vão mudando, lemos três livros sobre política, combate as drogas, farcs na Colômbia e México, agora o Leo está lendo alguns do Luis Eduardo Soares (Elite da Tropa 2, outros de tráfico, drogas) e leu dois da escritora Kathryn Bonella sobre tráfico de drogas em Bali.

Eu li alguns desses e agora estou lendo o clássico Divida Comédia de Dante Alighieri. Sobre as línguas estudamos o espanhol e acho que já podemos falar que de básico já estamos no intermediário, rsrs. Existe uma vontade de estudar Francês e Italiano, vamos ver se conseguimos chegando a esses países.

Entrevistadora: Patrynne Pacheco
Gostaria de saber quando é o gasto médio q vcs tem por dia em reais, e o q inclui.. Tipo, o orçamento de vc é de quantos reais por dia e o q inclui nesse gasto diário.. diesel, hospedagem, peças quebradas e etc. e se n for perguntar de mas.. O q n poderia faltar nessa viagem, o q seria q vcs usam muitooo, sem ser algo comun?

Resposta: Controlamos nosso gasto em dólares, e saímos com uma meta de não gastar mais de 100 dólares por dia incluindo tudo isso que você falou e mais plano de saúde, passeios, transporte do carro, passagens de avião, etc. Hoje nossa média diária é 88 dólares que em reais considerando um dólar de 2,35 dá 206 reais. Todas essas informações temos atualizado no site a cada 10/15 dias, dá uma olhada no link Estatística.

Sobre algo que não poderia faltar, nunca tínhamos pensado nisso, discutimos agora e chegamos algumas conclusões, depois nos fala se achou algo comum ou não!

–       Console do carro que mandamos fazer para que coubesse a máquina fotográfica, ter ela sempre a mão faz toda a diferença para capturar alguns momentos.

–       Tanque extra de combustível, faz que com não precisamos abastecer o tempo todo, principalmente em regiões que não tem tantos postos.

–       Inversor de 12 volts para 110, que nos possibilita ter energia dentro do carro, carregar bateria da máquina, das lanternas, computadores, etc.

Entrevistador: Pedro Henrique Nascimento Rodrigues Freitas
Vocês planejaram toda a viagem (lugares a visitar em cada cidade) antes de sair ou apenas decretaram uma quantidade de dias pra cada lugar e vão planejando sempre a próxima parada?

Resposta: Planejamos cidade a cidade para saber a quilometragem que iriamos dirigir e assim calcular o gasto do diesel, o que isso quer dizer, é importante para o planejamento dos gastos. Mas o que fazer em cada cidade não planejamos, até temos uma lista que conforme conversávamos com as pessoas e elas nos davam dicas, íamos anotando, mas fazemos um estudo quando estamos na região. Temos tido bastante flexibilidade e se descobrimos uma nova cidade ou um lugar para ir que seja perto e couber no orçamento, nós vamos! Afinal estamos aqui pra isso!

O final de tarde que vivemos na Muralha da China em 2016.

Entrevistador: Fellipe Guimarães
Como é passar praticamente todo o tempo sozinhos? Como conviver com as discordâncias, desentendimentos e brigas de casal?

Resposta: Bom, para ser bem sinceros, nos nunca brigamos muito, então achávamos que isso não seria um problema na viagem, sempre tivemos uma ideia clara que queremos nos ajudar, cuidar um do outro, a base muito sólida. Sobre orgulho você optou estar com aquela pessoa, decidiu casar com ela, orgulho é importante para as suas realizações, mas ter orgulho para não admitir que errou, ou quem está certo ou errado, isso nem existe na nossa relação. Tem que escolher para o que quer brigar, não dá para discutir porque errou o caminho, isso é muito pequeno, não pode virar uma briga, são cinco minutos a mais na viagem, para quem vai ficar três anos na estrada, isso não pode fazer diferença. E isso vale para a vida mesmo sem estar na estrada, no trânsito, na ida pra praia, o Leo sempre falava uma coisa que acho que conseguimos implementar bem: nossa vida já era tão caótica em São Paulo, com transito, chefe, trabalho, que a pessoa que está do seu lado tem que te trazer coisas boas, paz e não briga, birra e orgulho.

Entrevistador: George Schultz
Como funciona a alimentação de vocês, principalmente qdo têm que percorrer grandes distâncias? Levam comida no carro? Que tipo de comida? Como as conservam no carro? Abs!

Resposta: Adquirimos uma geladeira e sabíamos da importância dela, além de armário para alimentos e fogão, assim fica mais fácil comer quando temos fome, portanto o segredo é sempre ter algo de comida no carro, pode ser algum enlatado como atum, que é bom para fazer um sanduíche e enganar a fome caso não tenhamos muito tempo para encostar e fazer uma refeição mesmo… Fora isso nesses dias que dirigimos muito acabamos fazendo somente uma refeição mais pesada, a noite geralmente… O jantar varia bastante, comemos muito arroz, purê de batata, sempre tem uma saladinha também, tomate e cebola tem em todos os lugares também e revezamos o acompanhamento. 

Entrevistador: Pedro Henrique Nascimento Rodrigues Freitas
Internet tão catando wifi em cada lugar ou tem uma solução global com serviço bom e preço razoável?
Resposta: Até agora só usamos wi-fi dos lugares. Mesmo nos lugares mais inóspitos na patagônica encontramos internet. Nas cidades maiores McDonalds ainda é o principal provedor. Já ouvimos de algumas soluções globais mas todas custavam caro para nosso orçamento.

Entrevistador: Arquiteto Cadu Almeida
Ok, tenho uma dúvida sobre as entradas em países diferentes na questão do carro, como é feito a documentação de um pais a outro?
Resposta: A documentação realmente muda de país para país, são burocracias diferentes mas a documentação que você apresente, documento do carro, carteira de habilitação essa é sempre a mesma.

Entrevistador: Cléber Ferreira
Sem saber o que será do futuro (financeiro), vcs indicariam às pessoas partirem para uma viagem, mesmo que seja de apenas 1 mês??

Resposta: Então Cléber, nós somos extremamente conservadores nesse sentido, então mesmo sem saber se teremos trabalho lá na frente, temos um dinheiro guardado que deve continuar guardado para quando voltarmos. O que acreditamos é que se a pessoa realmente gosta de viajar, precisa ir atrás disso, encontramos casais viajando sem um real no bolso, trabalhando no caminho para seguir estrada, fazendo voluntariado em troca de comida e alimentação. Então dá para fazer! 

Entrevistador: Joao Beine
O que vocês irão fazer depois que acabar a viagem??? Voltar para o mercado de trabalho ??? Morar em um apartamento??? Ter filhos??

Resposta: Ainda não sabemos, mas trabalhar com certeza, somos muito novos e ainda temos muita energia. Morar em um apartamento também parece razoável pois é o imóvel que temos e quando a ter filhos, sim, queremos voltar “grávidos” para o Brasil. Sobre onde trabalhar ai é outra história, tem muita água para rolar ainda.

Entrevistador: Bruno Vilanova da Rocha
Qual o momento da viagem que vocês sentiram mais medo ou angustia? E por qual motivo?

Resposta: Acho que medo, posso falar só por mim, Rachel, as vezes quando dormíamos em camping no meio do nada, eu cheguei a muito medo de estar no meio do nada e o Leo sentar comigo e discutirmos ir para um hotel, o que nunca aconteceu. Para os dois acho que foi a situação que passamos no México, onde passamos reto em uma barreira policial, que na verdade não era uma barreira policial mas sim uma polícia comunitária, e o cara apontou uma arma para nosso pneu. Sobre angústia, acho que teve duas vezes, a primeira quando fomos roubados no Chile, a segunda quando íamos para El Calafate e não conseguimos chegar antes de escurecer e com a neve não conseguíamos ver um palmo a nossa frente e você realmente pensar, o que fazemos agora, não podíamos nem parar o carro pois não sabíamos se estávamos no meio da pista. 

As maravilhas de Bagan em Mianmar em 2016.

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Receba nosso conteúdo gratuito
Acreditamos que juntos chegaremos mais longe e é por isso que disponibilizamos e-books, guias e planilhas gratuitas para vocês, seguidores do Viajo logo Existo
Clique aqui para confirmar
*você receberá um e-mail atutomaticamente de confirmação - verifique suas caixas de entrada
close-link
Receba nosso conteúdo gratuito
Acreditamos que juntos chegaremos mais longe e é por isso que disponibilizamos e-books, guias e planilhas gratuitas para vocês, seguidores do Viajo logo Existo
Clique aqui para confirmar
*você receberá um e-mail atutomaticamente de confirmação - verifique suas caixas de entrada
close-link
shares