Visitando os deuses de Acrópoles | Europa.68

Depois de uma agradável noite no centro de Atenas, descansamos muito bem, para quem se lembra dos posts de Istambul, andamos muito por lá e estávamos muito cansados fisicamente.

Precisávamos resolver algumas coisas do carro e aproveitamos nossos amigos que falam a língua local para tentar nos ajudar. Começamos pelo alternador, tínhamos recebido um modelo do Nelson Silva e com o código conseguimos comprar o alternador por um preço justo. Também adquirimos as pastilhas de freio e um novo para-brisas pois o nosso estava ruim desde o Brasil. Para nossa sorte os nossos anfitriões tinham um primo com uma loja de peças para carro e ele tinha tudo o que precisávamos. Como era sexta-feira enviamos tudo o que precisávamos e ficamos de pegar tudo na segunda-feira.

O Tassos, conseguiu sair cedo do trabalho e conseguiu ir conosco para fazermos um tour pela Acrópole, o que foi super divertido. Chegamos lá quase no final de tarde, por causa do verão o horário de fechamento tinha sido estendido até as 8:00 hrs da noite. Pela primeira vez tivemos alguém nos filmando, o Tassos pegou uma câmera pequena, tipo a go pro, e foi com ela presa na cabeça filmando eu e o Leo o tempo todo! Fora isso ele foi praticamente um guia turístico nos explicando tudo que lembrava da história.

A acrópoles em Atenas é um templo em homenagem a deusa de mesmo nome. Ela era uma das filhas de Zeus. O mais interessante sobre a mitologia grega é que os deuses eram pessoas comuns, tinham qualidades e defeitos.

Na acrópoles também é onde aconteciam as conversas sobre politica e onde os grandes pensadores gregos discursaram, e alguns conceitos como a democracia e muita coisa que até hoje aprendemos foram discutidas ali. Tudo isso a partir de 500 A.C. É muito interessante pensar que esses caras estavam discutindo conceitos que hoje parecem tão básicos e que mesmo assim as vezes não conseguimos aplicar.

O passeio é relativamente curto. Vimos um por do sol fantástico então se conseguir ir no final da tarde melhor. Só não chegue tão tarde pois eles fecham no horário divulgado e isso quer dizer todos fora do parque nesse horário.

Ficamos muito felizes de ter feito o passeio, de lá ainda paramos em um bairro onde rola uma feirinha, fomos até a igreja que estava super cheia devido a alguma comemoração local, os gregos são em sua maioria cristãos ortodoxos.

Ainda compramos alguns gyros, sanduíche típico, feito com carne de porco ou frango e com molho de yogurt no pão árabe. Grécia nos surpreendendo a cada dia!

Veja também

Planejando sua viagem para a China

Planejar sua viagem para a China não é algo trivial. Pensamos muitas vezes em ir com …