Loading...

Home – América do Norte – México

Mergulho com Tubarão Baleia

Depois de aproveitar um pouco a vida em Todos Santos e Los Cabos era hora de começar a subir. Como estávamos bem no sul da Baja Califórnia, não tínhamos outra direção que não fosse a direção norte até chegar a fronteira com os Estados Unidos. Enfim voltamos para onde tudo começou aqui na Baja, La Paz!

Todos Santos e Los Cabos ficam virados para o oceano Pacifico. Já La Paz fica voltado para dentro da península, para o Mar de Cortez, uma região protegida das ondas e portanto com águas calmas. Nosso retorno a La Paz ia além da necessidade de passar por ali para continuar subindo. Estávamos ali para tentar mergulhar com o Tubarão Baleia, os famosos “Gentle Giants” ou Gigantes gentis em português. Apesar do nome assustador essa é uma espécie dócil e permite a aproximação sem maiores riscos de vida. Devemos lembrar sempre de que estamos em seu habitat natural e o mínimo de intervenção é sempre a melhor solução.

La Paz para nadar com os tubarões

Chegamos em La Paz perto da hora do almoço, o primeiro camping que tínhamos as coordenadas não existia mais. Virou um centro comercial, fomos para a segunda opção, um pouco mais afastada. Achamos fácil, batemos um papo com a dona americana e ela nos deu a direção de onde saiam os tours para ver os Tubarões.

Uma coisa que aprendemos depois de alguns meses na estrada é negociar direto com o provedor do serviço, quanto menos intermediário tiver menor será o preço. De Todos Santos havíamos ligado e haviam nos cobrado 1.200,oo pesos os dois, algo como 100 dólares. Nos dirigimos a região próxima ao porto e passamos por três diferentes agências, conseguimos uma por 550, menos da metade.

Claro que poderiam ter diferença na qualidade, mas quando você olha para os barcos são todos iguais, tudo no mesmo esquema. Sabemos que a diferença mesmo são pequenos detalhes, ter uma água, alguns oferecem almoço então importante entender o que cada um oferece e quanto está disposto a pagar por isso.

Depois de comprado os tickets para a manhã seguinte aproveitamos para passar no WalMart, comprar umas coisinhas que precisávamos e emendamos no cinema. Voltamos para o camping, escrevemos um pouco, comemos e cama ou melhor, barraca!

Prontos e nervosos!

Dia do passeio pelo México

Nossa saída na manhã seguinte estava marcada para as 10:30hrs, um ótimo horário, deu para acordar tranquilo, tomar café e chegar ao barco sem muita pressa. Saímos baía adentro pontualmente junto com mais quatro turistas, todos do México mesmo, segundo o capitão, levaríamos menos de vinte minutos até chegar a região onde os tubarões estavam.

O dia estava lindo, um sol quente brilhava no céu e o seu calor era refrescado pelo vento morno do barco em movimento.

Nosso capitão preferiu subir na cabine para tentar vê-los e optou por dirigir somente com o pé, obra-prima da direção! Não custou muito para que ele desse o veredicto: “Vistam seus equipamentos e fiquem pronto para mergulhar no meu sinal, vou navegar o mais próximo possível do tubarão, depois é com vocês. Mergulhem e nadem atrás dele, simples assim!”.

Há tempos que não via Chel tão feliz!

A Chel foi primeiro junto com mais uma pessoa e um guia e eu fiquei para fotografar e filmar o máximo que desse. O capitão deu o toque, todos para a água, muitas braçadas, uns meios perdidos, outros exatamente sobre o rastro do tubarão. Tudo muito rápido, olho para a Chel e vejo a cara dela de feliz, como se fosse uma criança no parque. Minha vez, exatamente a mesma história!

O tubarão nada rápido e você tem que acompanha-lo o máximo que der.

A água não estava muito clara e isso não ajudou muito, portanto era preciso estar próximo para ver alguma coisa. Logo no meu primeiro mergulho puxei o ar e desci o mais próximo possível, via em HD as manchas por todo seu corpo, o medo era ele me acertar com seu gigante rabo.  Alegria! Repetimos mais algumas vezes esse ciclo de mergulhar e nadar o máximo que desse, suficiente para dar uma molezinha depois e aceitar como missão cumprida!

O guia foi super gentil com a Chel, ele chegou a ficar de mão dada com ela e arrasta-la o mais perto possível.

Sinceramente não foi exatamente o que eu esperava

Acho que mais pela baixa visibilidade da água do que pelo restante. Havia visto umas fotos na Tailândia da água translúcida, a baleia toda em perspectiva, lindo, lindo, lindo! A certeza que ficou era que a experiência é animal, literalmente, o que falta agora é fazer no lugar certo. Segura Tailândia que estamos indo, só vai demorar um pouco! Hora de seguir em frente…

Agência que fizemos o passeio: Acuatic Expedition Tour, Responsável Edgar Iván Raveil Mendez, Tel: 612 15 0651, e-mail:raveilmendez@hotmail.com

2018-03-21T14:39:53-03:00
Você deve amar viajar tanto quanto nós!
Somente entre com seu e-mail abaixo, baixe nossos e-books e prometemos enviar as melhores dicas de viagem!
Sim, eu quero receber novidades
Não, obrigado!
close-link
Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber o guia de viagem feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades...
Quero receber dicas...
A página de e-books abrirá automaticamente
close-link
Receba nosso conteúdo gratuito
Acreditamos que juntos chegaremos mais longe e é por isso que disponibilizamos e-books, guias e planilhas gratuitas para vocês, seguidores do Viajo logo Existo
Clique aqui para confirmar
*você receberá um e-mail atutomaticamente de confirmação - verifique suas caixas de entrada
close-link
 APROVEITE! ✈️ Baixe agora nossos guias de dicas de viagens gratuitamente! 
Baixar E-books
shares