Home – Ásia – Coreia do Norte

Desbravando a Coreia do Norte

Nosso primeiro dia seria cheio e estávamos bem animados. Agora sim seguiríamos desbravando a Coreia do Norte e aprendendo mais sobre este fechado país.

Acordamos animados com o que estava por vir, como visitaríamos as estátuas dos líderes, um dos lugares mais icônicos do país, é preciso usar calça, no caso dos homens e cobrir os joelhos no caso das mulheres.

O céu nublado e a chuva fina traziam um ar nostálgico para o cenário. Seguimos para o monumento onde estão as estátuas gigantes dos líderes Presidente Kim Il Sung, fundador do país e do General Kim Kong Il, conhecido como Grand Monumento Mansu Hill.

Os locais compram flores e no nosso caso, apesar de não sermos obrigados a comprar, a maioria das pessoas do nosso grupo acabou comprando. O preço de 5 euros para algumas flores pareceu um tanto abusivo e optamos por não comprar.

Apesar das flores serem opcionais fazer reverência aos líderes é obrigatório, e se você não concordar com isso, tem a opção de ficar no ônibus.

Apesar dos turistas formarem um grupo pequeno, vimos muitos locais visitando as estátuas.

Elas são realmente impressionantes e até carismáticas.

As estátuas e fotos dos líderes estão por todos os lados

Respeito é bom e eu gosto!

De lá seguimos para ver os estudantes treinando para o desfile, igual vimos no dia anterior. Aproveitamos para olhar os detalhes, as pessoas que passavam por ali, a polícia na rua, os prédios, os carros. As crianças quase desmaiam ao nos ver e é super divertido ver como se comportam, as vezes até os adultos.

Ao darmos um “oi” e acenarmos com a mão, tem até alguma chance de ganharmos um sorriso de volta.

As policiais nas ruas, sempre bem vestidas, observam e monitoram o trânsito como pequenos robôs. A maneira como se comportam chega a assustar, de tão disciplinada e robótica.

Fomos informados sobre uma apresentação do circo e se tínhamos interesse em ir, e lá fomos nós. O anfiteatro estava cheio e facilmente mais de 1000 pessoas nos faziam companhia.

A apresentação foi bonita, nada muito sofisticado mas o suficiente para tirar suspiros e aplausos da plateia local, já que nós, turistas, éramos uma minoria por ali.

Outro show que estava por acontecer e esse sim era o que queríamos ver é o Mass Dance, onde centenas de estudantes dançam músicas locais tudo muito bem coreografado.

Não estava confirmado por causa da chuva, e enquanto esperávamos a confirmação fomos a um tradicional, beer bar, ou um bar de cerveja, já que os locais, realmente apreciam a bebida.

Um treino para algum dos famosos desfiles que acontecem na Coreia do Norte

O dia da Vitória

O dia que estávamos lá era um dia importante para os locais, o Victory Day é o dia que eles celebram a vitória na Guerra da Coreia.

O evento é muito bonito, já que todas as meninas estão usando um vestido que é bem tradicional, fazendo o dia que estava completamente nublado ficar cheio de cor. O Leo tirou centenas de fotos e até agora foi o que mais gostamos daqui!

Os turistas foram convidados a entrar na dança e muitos deles, na maioria desajeitados e completamente fora do ritmo militar da turma, se misturaram com os dançarinos. Apesar dos guias nos encherem de informações, as informações que eles passam seguem um protocolo. Eles são abertos a perguntas e no momento do Mass Dance minha dúvida para a guia foi:

Rachel: Lee, por que todas as meninas tem o cabelo curto?

Lee: Porque quando elas entram na Universidade, é mandatório cortar o cabelo.

Tivemos a chance de ver a famosa dança no dia Victory Day

Hora do jantar e do karaoke

Estávamos cansados no fim do dia. O jantar sempre era em algum lugar específico, com música, karaokê, sempre meio surreal… hahahaha

Por mais que tudo pareça turístico, ou montado para o público, como as pessoas dizem, tem muitos lugares do mundo que você vai ver algo que não é a vida real… Faz parte, foi pra isso que viemos.

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber os guias de viagens feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades e muito mais...
Quero receber dicas...
                                                                                                                      *não leva nem um minuto...
close-link