Home – América Central – Guatemala

O Pior Natal da viagem toda foi Guatemala

A fronteira para a Guatemala mesmo estando vazia no dia 24/dez, demorou 1h40! Eu que sou maluca com organização não canso de ficar pensando que era só melhorar isso aqui e ali. Tudo poderia ser tão mais fácil, para o turista e para os funcionários!

Com o aperto contra o tráfico no México, boa parte do fluxo de drogas passou a chegar na Guatemala e de lá vai por terra para o país vizinho. Mesmo com essa luta, a fronteira não tem nada contra isso. Seria até mais razoável se esse fosse o motivo de tanta demora, mas é pura burocracia e coisas desconexas que acabam tomando esse tempo! Nessas horas eu e o Leo ficamos nos perguntando, como são as fronteiras do Brasil?!

E assim chegamos ao país número 14 da nossa volta ao mundo de carro.

A véspera de Natal não saiu como o planejado…

De lá seguimos para a indicação de um camping que quando chegamos estava fechado! O camping era um pouco antes da capital e então seguimos pra lá! Depois de muitas voltas encontramos o bairro que procurávamos, a Zona 10, que parecia ser a mais bacana! Rodamos, rodamos e nada de hotéis!

Todos fechados!

Esses são os momentos mais propícios para brigas e ficamos muito orgulhosos quando conseguimos contornar a situação sem nenhum ruído.

Os únicos dois que encontramos abertos custavam em torno de 70 dólares e geralmente gastamos 20 dólares. Quando o Leo já tinha desistido e já estava implorando para ficarmos no de 70, passamos na frente de um lugar bem simples e pedi para ele parar e eu checar o preço. Nem acreditamos quando o guarda falou que era 33 dólares! Ficamos por ali mesmo!

Em relação ao jantar já não tivemos tanta sorte! Tudo estava fechado e acabamos indo dormir com fome! Conversamos bastante nesse dia pois eu acabei ficando chateada de não termos ido jantar. Era o nosso primeiro Natal fora de casa, geralmente uma data que passamos com a família e por muitos anos dei um jeito de ir para casa (de São Paulo para Dourados – MS) para passar o Natal com a família.

Passar sozinhos me parecia triste, sem nem comemorar então, mais triste ainda! Mas, o Leo, me lembrou que o importante é estarmos juntos, que estávamos de coração com nossas famílias e que no dia seguinte teríamos um ótimo café da manhã de Natal! E assim foi…

Achamos um shopping no dia seguinte e fomos lá conhecer.

A Cidade da Guatemala é grande e não estávamos confortáveis em se perder por ela.

Não muito diferente dos cenários do Brasil, certo?

Dia 25 de dezembro, é natal, mas?

Acordamos no dia 25/dez, dia natalino, morrendo de fome! Saímos para caminhar pelo bairro e ficamos bem surpresos! Apesar de ser a capital do país tudo funciona em outro ritmo. No dia anterior restaurantes, hotéis e tudo estava fechado para que as pessoas passassem a ceia de natal com suas famílias. Já pela manhã, algumas coisas estavam abertas, os cinemas dos shoppings e algumas padarias.

Fomos a padaria San Martin que estava lotada, com famílias enchendo as mesas e um clima muito gostoso!

Com a vantagem do feriado e de não ter nada de trânsito, fomos de carro até o Centro, que tem construções lindas e que valem a visita.

Que tal um cineminha na Guatemala?

Aproveitamos para ir ao cinema também e foi engraçado a sensação. Parecia um pouco São Paulo, o cinema que fomos é dentro do shopping, estava lotado de gente, os poucos restaurantes abertos também com muitas pessoas.

Como tínhamos tempo até o filme começar fomos tomar um café no Starbucks, isso sim algo que eu não fazia desde São Paulo e olha que eu morava na frente de um e pelo menos umas 3x por semana passava ali e tomava um Caramelo Macchiato.

Nessas horas sempre chegamos a mesma conclusão: se você quiser viver em qualquer capital na América do Sul ou Central e ter uma vida muito parecida com a que levava numa cidade grande no Brasil é super razoável. Todas tem um bairro que é bom, você tem os mesmos bancos, comidas de todos os tipos, a culinária na maioria deles tem como base arroz e feijão.

O supermercado tem os mesmos produtos desde a pasta de dente Colgate até o suco Ades de maçã, você tem Starbucks e Cinemark.

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber os guias de viagens feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades e muito mais...
Quero receber dicas...
                                                                                                                      *não leva nem um minuto...
close-link