O dia que visitamos as pirâmides do Egito no Cairo

As pirâmides do Egito eram uma das principais atrações do mundo que ainda não conhecíamos, e ficar cara a cara com ela foi uma experiência espetacular.

Acordar e tomar café da manhã de frente para o Nilo parece completamente surreal… Esse é um dos motivos que amamos viajar, sermos surpreendidos pela história, estarmos em lugares em que nos sentimos transportados para os filmes ? .

O outro motivo é a experiência antropológica de podermos ouvir as pessoas do lugar, principalmente o Egito (clique aqui para acessar o guia completo) que passou por uma revolução há pouco tempo.

O legal de estarmos em um grupo é poder ouvir também a opinião de outros brasileiros e também aprender com as pessoas do nosso próprio país. A viagem no fim é feita de lugares e pessoas, e elas com certeza vão dar o tempero especial!

A Chel caminhando pelas pirâmides do Egito

Cara a cara com as pirâmides do Egito

Acordamos cedo no hotel Conrad, um dos melhores da cidade. Não estamos acostumados a ficar em grandes hotéis, então quando ficamos aproveitamos bem, principalmente o café da manhã. E tomar café da manhã com vista para o Rio Nilo foi o destaque. Na companhia de mais quinze brasileiros, entramos no ônibus e seguimos para o nosso primeiro passeio no Cairo: as pirâmides de Gizé.

Para mim, Leo, o mais legal foi quando estávamos chegando. O ônibus ainda estava no meio de um transito caótico, todo travado e de repente eu vejo uma pontinha, gigante no meio do nada. Pronto, ali estavam as famosas pirâmides do Egito! Dez minutos mais tarde nós estávamos em frente a elas.

Os nossos ingressos de entrada já estava com nosso guia, e era opcional pagar mais 25 dólares para pode entrar dentro da pirâmide. Nós pagamos, mas achamos que não valeu a pena, e nem pelo dinheiro, mas sim, porque não há nada para ver. A única coisa que conta é que já entramos dentro da pirâmide do Egito, só isso.

Bom, mas é inegável que o lugar é muito interessante, principalmente pelo seu tamanho e imponência. Uma sugestão que valeu a pena é que optamos por ir caminhando entre as pirâmides até um mirante. Esse é o lugar onde eles fazem o passeio de camelo, o qual nós não fizemos e não apoiamos, devido aos mal tratos que os animais sofrem, preferimos ir a pé e ainda tivemos esse visual magnífico da foto acima sem ninguém ao fundo!

A vista das pirâmides enquanto caminhávamos

Um grupo de turistas curtem o mirante 

A grande esfinge de Gizé

Bem próximo das pirâmides fica localizado a Esfinge de Gizé, dentro do mesmo complexo das pirâmides, mas não perto o suficiente para caminhar. Seguimos de ônibus e em poucos minutos estávamos em frente com a Esfinge, um dos pontos turísticos mais famosos do mundo.

Ver aquela estrutura gigante com um rosto de humano e corpo de leão e que ninguém sabe ao certo porque foi construída, apesar das diversas teorias, foi realmente incrível, curtimos com a turma, tomamos uma água e seguimos de volta para o ônibus.

Mesmo sendo o mês de novembro e quase inverno, os termômetros marcavam mais de 30 graus todos os dias. Era preciso tomar muita água o tempo todo.

Nosso guia explicando a história do local

A famosa esfinge em um belo dia de céu azul

Fizemos ótimos amigos no grupo da agência Hórus

Uma overdose de conhecimento

Quando soubemos da nossa viagem para o Egito, uma coisa nós já tínhamos como certo: teríamos muita coisa para aprender! Ao longo do primeiro dia a ficha ainda demora um pouco para cair quando você visita as pirâmides, tudo é novo e impactante. Ou seja, esse é o dia de ver e absorver. Porem a onde de conhecimento vem mesmo a hora que você visita o museu do Egito.

Alias existe um ousado projeto já em andamento para a construção de um novo museu do Egito, bem próximo das pirâmides. Hoje em dia já é possível ver a construção, e anotem ai, vai ficar lindo! O atual museu do Egito é visita obrigatória para todos que visitam o país. Seria perda de tempo entrar em mais detalhes, mas pensem em estatuas com mais de quatro, cinco mil anos de história, isso tem de monte por lá! Sem falar que quando você entende a historia, a visita aos templos passam a fazer muito mais sentido.

O museu é gigante, mas em três/quatro horas é possível você ter uma boa ideia das principais obras. Foi o que fizemos antes de seguir de volta para o nosso hotel depois de um longo dia!

Hora de entrar no museu

A Chel curtindo o museu enquanto eu fotografava 

A principal parte do museu no Cairo

Obrigado Horus

Não podemos deixar de agradecer a agencia de viagens especializada em Egito, Horus, por terem nos convidado e oferecido essa maravilhosa experiencia pelo Egito. Mesmo tendo viajado pelo mundo todo, e na maioria das vezes por conta própria, ter uma agencia foi a decisão acertada em nossa visita ao Egito. Apesar de ser um país seguro, o transito é pra lá de caótico, muitas pessoas não falam inglês e boa parte da historia teria ficado para trás, sem um guia descente!

Se você precisa de mais informações sobre o Egito, escrevemos um guia completo sobre o país!

Caso queira bater um papo com o pessoal da Horus, é só falar com eles aqui!

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber os guias de viagens feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades e muito mais...
Quero receber dicas...
                                                                                                                      *não leva nem um minuto...
close-link