Loading...

Home – Europa – Alemanha

Colonia e Frankfurt: primeiros momentos na Alemanha

Colonia e Frankfurt: primeiros momentos na Alemanha: Os primeiros momentos na Alemanha não foram os melhores, mas o caminho de Colonia para Frankfurt nos reservou boas surpresas!

Antes de partir para a famosa Frankfurt, escolhemos passar um dia em Colonia. Nossa chegada por lá não foi das mais triviais. Depois de ter passado o dia em Utrecht, na Holanda, nosso plano era usar os sites de carona para economizar $$ em nossa ida para a Alemanha.

Porém, depois de mais de meia hora esperando, o cara nunca apareceu e tivemos que correr para procurar um trem! Isso porque já tínhamos uma reserva em um hostel em Cologne e iríamos arcar com o prejuízo. Passagens compradas, três horas de viagem e chegamos na Alemanha quase dez da noite. Lá, pegamos um outro trem local para uma estação próxima e tivemos a ajuda de dois turcos que nos mostraram onde era o hostel.

Quando chegamos ao hostel, o dono já havia ido embora, nós sem telefone e não sabíamos como resolver o impasse. A sorte foi que uns ingleses gentilmente abriram a porta do hostel para nós e emprestaram um telefone. Entramos em contato com o dono e por fim, ele nos falou que havia uma chave dentro da caixa do correio.Tudo se acertou e caímos na cama cansados…

Frankfurt é o centro financeiro da Alemanha.

O que a cidade de Colonia nos reservava na Alemanha

Na manhã seguinte, lá fomos nós ver o que fazia daquela cidade tão conhecida pelos turistas que visitam a Alemanha. E não foi difícil entender porque: logo na saída da estação central você precisa inclinar o máximo possível da sua cabeça para conseguir ver o topo da Catedral Central. São 158 metros de muitos detalhes. Simplesmente lindo!

Para muitos, a construção gótica mais bonita da Europa!

Uma pena que o clima não ajudou. O tempo alternava entre nublado e garoando, e muitas vezes tivemos que fugir para dentro de alguma loja para não nos molharmos. Novamente optamos por deixar as malas dentro de um “locker” na estação para não precisar carregá-las para lá e pra cá.

No fim foi a decisão certa!

Alguma ponte em Frankfurt, onde casais apaixonados deixam seus cadeados.

Algumas surpresas no caminho de Colonia

Depois da igreja saímos, perneando pelo centro da cidade. Uma coisa que já percebemos é que todas as lojas que são de luxo no Brasil, que só estão nos “melhores shoppings” e afins, aqui você pode encontrar bem no centro da cidade, em volta das igrejas, das praças… Como se a praça da Sé no centro de São Paulo tivesse um monte de comércio sofisticado ao seu redor, no mínimo diferente!

Outra coisa que nos chamou a atenção é que aqui na Alemanha vimos alguns pedintes, um pouco de sujeira nas ruas, um cenário diferente do que vimos em todas as cidades que fomos na Holanda. Pode ter sido somente uma impressão, mas achamos legal dividir isso com vocês.

Outra coisa: o preço dos produtos. No geral, tudo é entre 30% e 40% mais caro do que vimos no Estados Unidos, inclusive o Diesel.

O bom é que parece que esses dois países, junto com a Inglaterra, são os lugares mais caros da Europa e portanto vai dar para diminuir os gastos no futuro…

Sem fotos de Cologne, um motivo para voltar!

Novamente nos sites de carona fizemos uma reserva para sair de Colonia para Frankfurt as 15hrs da tarde. Dessa vez compramos um chip de celular local e conseguimos achar o cara que iríamos junto. Acabamos ficando pouco em Colonia, não deu nem um dia e não temos dúvidas que com o tempo bom deve ser bem mais bonito…

Outra coisa: meu laptop deu pau e acabamos perdendo as fotos dessa nossa passagem, uma pena, esperamos que dê para voltar!

Construções antigas chamam a atenção em meio aos prédios modernos de Frankfurt.

Desbravando Frankfurt na Alemanha

Nossa viagem de 15 dias pelo oeste da Alemanha, Luxemburgo e Bélgica foi uma combinação de lugares que queríamos conhecer com paradas em lugares onde tínhamos convites de algumas pessoas e óbvio, uma rota que acabasse na Holanda novamente.

Dessa forma, seguimos de Cologne, ou Köln, na Alemanha para a cidade de Frankfurt, o grande centro financeiro do país. Tínhamos o convite do Nathan para ficar com ele e ele muito gentilmente tinha se disponibilizado para acampar no jardim para nos ceder seu quarto (o que não foi preciso).

Chegamos na pequena Eppistein a algumas estações de trem de Frankfurt. Nosso anfitrião nos esperava embaixo de chuva! Seguimos para um restaurante e jantamos um kebab enquanto a chuva passava. Assim, começamos a conhecer mais sobre Nat e o que estava fazendo na Alemanha.

Ele trabalha em uma organização que ajuda pessoas pelo mundo e está por um ano aqui onde é a base. Chegamos lá e antes mesmo de seguimos para o quarto, ele foi convocado a participar do ensaio de teatro. Em menos de cinco minutos, estávamos sentados em uma casa no meio de uma vila alemã vendo teatro em alemão! São essas experiências que nem imaginávamos passar!

Ele ainda tinha um assunto em comum com o Leo, surf, e assim ficamos assistindo o campeonato de surf em Fiji e batendo papo até 3 da manhã.

Visitar a cidade de Wisbaden, porque não?

Nat nos sugeriu conhecermos a cidade de Wisbaden que é a capital do estado apesar de Frankfurt ser a mais famosa. Lá fomos nós e foi um passeio bem legal, a cidade é realmente linda, vimos Marktkirche, a principal igreja protestante com estilo neo-gótico e sua cor vermelha contrastava com o céu azul.

Fomos até Nerobergbahn onde pegamos um trem que está em funcionamento desde 1888 e assim subimos até um lugar onde é possível ver a cidade toda! Para ajudar estava um lindo fim de tarde!

Usamos o transporte público na Alemanha inteira e funcionou muito bem.

Um dia é suficiente

Voltamos, e no caminho entre a estação de Eppistein até a casa do Nat, temos que atravessar um pedaço de uma floresta. Juro, parecia bruxas de blair! Eu, morrendo de medo (nem sei do que) e os meninos já assistindo o campeonato de surf. Vimos até um cervo cruzando o caminho! Chegamos sã e salvos!

No dia seguinte, seguimos para Frankfurt para passear e nosso destino final seria Nuremberg. Achamos Frankfurt legal.  É cidade grande, tudo mais longe, os prédios modernos com as construções antigas a beira do Rio Meno são legais, porém um dia por lá foi suficiente!

Para ir para Nuremberg utilizamos um site de caronas, o Bla bla (http://www.blablacar.pt) e apesar de termos tentando uns dias antes e não ter dado certo, dessa vez funcionou e fomos de carona! É mais barato que trem e uma boa opção para quem quer viajar barato!

Nossos Parceiros

Microsoft_Home

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Receba nosso conteúdo gratuito
Acreditamos que juntos chegaremos mais longe e é por isso que disponibilizamos e-books, guias e planilhas gratuitas para vocês, seguidores do Viajo logo Existo
Clique aqui para confirmar
*você receberá um e-mail atutomaticamente de confirmação - verifique suas caixas de entrada
close-link
2018-05-05T22:29:09-03:00
Você deve amar viajar tanto quanto nós!
Somente entre com seu e-mail abaixo, baixe nossos e-books e prometemos enviar as melhores dicas de viagem!
Sim, eu quero receber novidades
Não, obrigado!
close-link
Nossos guias de viagem
Seja o primeiro a receber o guia de viagem feito por quem já rodou o mundo inteiro atrás de dicas, curiosidades...
Quero receber dicas...
A página de e-books abrirá automaticamente
close-link
Receba nosso conteúdo gratuito
Acreditamos que juntos chegaremos mais longe e é por isso que disponibilizamos e-books, guias e planilhas gratuitas para vocês, seguidores do Viajo logo Existo
Clique aqui para confirmar
*você receberá um e-mail atutomaticamente de confirmação - verifique suas caixas de entrada
close-link
 APROVEITE! ✈️ Baixe agora nossos guias de dicas de viagens gratuitamente! 
Baixar E-books
shares